conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil conclui inquérito da operação Reditus com 57 alvos presos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

 

A Polícia Judiciária Civil concluiu o inquérito policial da operação Reditus, deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Rondonópolis (212 km ao Sul), com objetivo de combater uma facção criminosa envolvida em diversos crimes como tráfico de drogas, tortura, roubas e corrupção de menores.

A operação foi deflagrada em dezembro de 2019, visando dar cumprimento a 108 ordens judiciais, sendo 67 mandados de prisão preventiva e 41 de busca e apreensão domiciliar. Durante os trabalhos, 57 alvos tiveram as ordens judiciais de prisão cumpridas, sendo 45 presos em Rondonópolis, 10 em Pedra Preta, um em Cuiabá e um na cidade Amambai, Mato Grosso do Sul.

A operação também resultou na apreensão de R$ 12 mil em dinheiro, 08 veículos (05 carros e 03 motocicletas), avaliados em R$ 300 mil, além do fechamento de dois estabelecimentos comerciais utilizados pelo grupo criminoso para lavagem de dinheiro e 18 volumes de informações produzidos durante a investigação.

O procedimento investigativo presidido pelo delegado Santiago Rozendo Sanches e Silva foi concluído, na quinta-feira (17), e encaminhado para 7ª Vara do Crime Organizado de Cuiabá. “Foi uma das maiores operações já realizadas em Rondonópolis, desarticulando o grupo criminoso que atuava no município e região, destacando a volta do controle estatal em regiões antes dominadas pelo crime”, disse o delegado.

Investigações

As diligências que resultaram na operação Reditus iniciaram em 2018 para apurar crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico, tortura, roubos e corrupção de menores. Os trabalhos culminaram na identificação de suspeitos, alguns recolhidos em unidades prisionais de Rondonópolis e Cuiabá, e outros integrantes que circulavam livremente para região cometendo diversos crimes.

Conforme investigação da Polícia Civil de Rondonópolis, o grupo era bem estruturado e ordenado, com divisão de tarefas entre seus integrantes, responsável por grande parte das ocorrências praticadas na região do sul de Mato Grosso.

Durante monitoramento da associação, foi possível mapear o funcionamento, com a identificação dos membros e suas respectivas funções. As principais características dentro do grupo eram hierarquia, organização pré-definida com disciplina e gerentes, fluxo financeiro com pagamento de mensalidades, taxa sob o tráfico de droga, extorsão de empresários, entre outros.

 

Comentários Facebook

Polícia

PM prende suspeito de roubo e tentativa de homicídio em Campo Verde

Publicado

por


.

Policiais militares da Companhia de Campo Verde (a 131 km de Cuiabá) prenderam na noite desta sexta-feira (31.07), um homem por roubo e tentativa de homicídio, no bairro São Miguel.

Os agentes foram acionados por moradores que ouviram disparos de arma de fogo que vinham de uma casa. No deslocamento, perceberam dois homens fugindo em um veículo. Foi iniciado o acompanhamento até o motorista perder o controle e bater. Na fuga, os dois homens ainda atiram na direção dos policiais e correram para uma área de mata.

Na busca a pé, os militares encontraram um revólver calibre 38 com quatro munições, sendo duas deflagradas e três celulares.  Logo depois, um dos homens foi rendido. Ele carregava uma munição 38 e um celular no bolso. Ele contou que foi convidado pelo suspeito que fugiu para fazer uma cobrança e que receberia R$ 1 mil pelo serviço.

De volta na casa das vítimas, uma mulher e um homem, eles contaram que foram rendidos. A mulher, mãe do homem,  foi rendida primeiro. Ela contou que os suspeitos procuravam seu filho. Quando ele chegou, foi agredido e só não morreu porque o revólver falhou três vezes, quando aproveitou para fugir.

O carro usado na fuga, um Pálio branco, era da família e sofreu avarias devido a batida.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Força Tática identifica extração ilegal de madeira em Rondolândia

Publicado

por


.

Uma equipe da Força Tática e do Núcleo de Rondolândia (a 1.600 km de Cuiabá)  prendeu na quinta-feira (30.07), dois homens por extração ilegal de madeira. Um terceiro suspeito conseguiu fugir, mas foi identificado.

Os policiais estavam em patrulhamento pela comunidade de Conselvan próximo a uma área indígena quando viram três homens tentando colocar toras de madeira em um caminhão. Foi iniciado o procedimento e localizado no local um trator e uma motosserra. Questionado, um dos homens disse ter contratado os outros dois para colocares as madeiras no caminhão.

Devido à situação de irregularidade, foi iniciado o procedimento para levar os veículos até a delegacia. Como os policiais não tinham habilidade para conduzir o trator, o proprietário se colocou a disposição.  No trajeto, ele abandonou o veículo e correu para uma área de mata, não sendo localizado. Porém, ele já havia passado sua localização por ser dono de uma serralheria na cidade.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana