conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil adquire três mil viseiras e 164 termômetros com recursos destinados pela Justiça do Trabalho

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT
 

A Polícia Civil iniciou nesta quinta-feira (30.07) a entrega de dois tipos de equipamentos de proteção individual destinados a todos os policiais civis do Estado. Esse complemento de amparo preventivo foi adquirido por meio de parceria com a Justiça do Trabalho de Mato Grosso.

São três mil unidades de viseiras faciais acrílicas (face shield) e 164 medidores térmicos de temperatura que serão utilizados pelos servidores.

A aquisição dos equipamentos foi feita por meio de projeto elaborado pelo Núcleo de Ações Estratégicas (NAE), da Diretoria Geral da Polícia Civil, e apresentado ao Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região, que destinou recursos provenientes de condenações de ações trabalhistas e execução de termos de ajustamento de conduta.

Após entrega do projeto à Justiça do Trabalho, a Polícia Civil firmou Termo de Compromisso e foi beneficiada com a destinação de recursos para aquisição dos equipamentos visando evitar a contaminação e a proliferação da Covid-19, além de resguardar a integridade física dos profissionais.

A diretora de Execução Estratégica da Polícia Civil, delegada Daniela Maidel, destaca a busca por parcerias para obter recursos necessários para proporcionar aos servidores e à sociedade, um ambiente funcional e adequado ao atendimento ao público em geral. 

“A atual gestão tem se preocupado com esse momento difícil de pandemia, e os esforços para proporcionar segurança à saúde dos servidores tem sido claramente mostrado. Essa ação é mais uma conquista visando oferecer melhores condições de trabalho”, destacou a delegada Daniela Maidel. 

A Diretoria de Execução Estratégica começa a distribuir os equipamentos às delegacias pelas regionais de Cuiabá e de Várzea Grande. A partir da próxima segunda-feira (03.08) a entrega será para as unidades no interior.

Cada policial civi receberá uma viseira facial acrílica para cobrir a boca e nariz, porém, o uso do equipamento não substitui as máscaras. Cada unidade policial receberá um termômetro para medição de temperatura corporal. Para mais informações sobre a entrega dos equipamentos a delegacia poderá entrar em contato pelo telefone (65) 3613-5623.

“Investigações criminais é um serviço essencial à manutenção da ordem pública e as delegacias da Polícia Civil de Mato Grosso mantêm de forma ininterrupta e contínua, os atendimentos à população durante a pandemia”, finaliza o Delegado Geral Mário Dermeval Aravéchia de Resende.
 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Polícia

Polícia Civil entrega armazenadas em delegacias para destruição

Publicado

por


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio das Delegacias de Porto Esperidião e São José dos Quatro Marcos (325 e 315 km a oeste de Cuiabá), entregou ao Exército Brasileiro 24 armas de fogo e dezenas de munições destinadas a destruição.

As armas, relacionadas a inquéritos antigos instaurados pela Polícia Civil, estavam armazenadas nos cofres das duas delegacias e foram encaminhadas para destruição após representação do delegado Edison Pick.

De acordo com o delegado, as armas e munições retornaram do Fórum em 2017, quando o Poder Judiciário deixou de receber armamentos e devolveu armas e munições de procedimentos que estavam em seu poder.

“São armas antigas armazenadas nas delegacias, sendo encaminhada para destruição parte a primeira remessa e gradativamente as demais”, explicou o delegado.

Na quarta-feira (29), a primeira remessa de armas e munições foi  entregue ao 2º Batalhão de Fronteira em Comando de Fronteira Juaru/ 66º Batalhão de Infantaria Motorizada, localizado no município de Cáceres. 

No total foram 24 armas destruídas, sendo nove revólveres, três pistolas, oito espingardas e quatro carabinas, além de cerca de 30 munições de diferentes calibres.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Quatro pessoas são presas por tráfico;venda de drogas era anunciada em redes sociais

Publicado

por


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Quatro pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas, no bairro CPA 3, em Cuiabá, nesta quarta-feira (29) durante investigação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes – DRE. Os suspeitos utilizavam redes sociais para a venda da droga.

Equipe da DRE estava no bairro para checar uma denúncia de tráfico de drogas em uma casa na Alameda 5.Durante monitoramento, os policiais observaram que uma pessoa entrou e saiu rapidamente do endereço. Ao abordar o veículo que estava com três pessoas, os investigadores localizaram cinco dechavadores, todos com maconha, que o grupo informou ter pegado na casa de onde saíram.

Após chegada de apoio da DRE, as equipes realizaram buscas na residência e localizaram uma balança de precisão, uma porção grande de haxixe, uma porção grande de maconha, oito pinos para cocaína e um rolo de plástico filme, além de R$6.610.

Estufa encontrada na casa de um dos suspeitos presos

Em continuidade à investigação, os policiais da DRE apreenderam na casa de um dos presos em flagrante, no bairro Morada do Ouro, uma estufa com vários vasos e apetrechos para cultivo de entorpecentes.

Os materiais apreendidos e as quatro pessoas foram conduzidas à sede da DRE. As quatro pessoas fora autuadas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana