conecte-se conosco


Mato Grosso

PM frustra roubo em agência do Banco do Brasil em São José dos Quatro Marcos

Publicado

A Polícia Militar prendeu na madrugada desta sexta-feira (11.01) três suspeitos de tentar arrombar uma agência do Banco do Brasil, no município de São José dos Quatro Marcos (300 km de Cuiabá). Na agência, os policiais do 6º Comando Regional constataram sinais de arrombamento e encontraram equipamentos, como macaco hidráulico, parafusadeira e bloqueadores de sinal.

Conforme o boletim de ocorrência, após uma denúncia, a PM encontrou um veículo Toyota Corolla trafegando em ruas do município, cujas placas eram, na verdade, de uma VW Amarok, do Estado de Rondônia. O suspeito Lucas Cristóvão Garcia, de 20 anos, foi preso por adulteração de veículo.

No entanto, ao realizar checagem no interior do Corolla, os policiais encontraram equipamentos utilizados em furtos a agências bancárias. A equipe de São José dos Quatro Marcos solicitou reforço de guarnição do município de Mirassol D’Oeste e, em abordagem a um veículo Chevrolet Onix, a PM encontrou uma bateria de caminhão e um celular idêntico ao encontrado com Lucas, já detido.

No Onix, estavam Moisés Teixeira Santana, 32, e Nemésio Carlos Paniagua, de 29. Eles também foram detidos após a abordagem e com informações dos três suspeitos, os policiais chegaram à agência do Banco do Brasil e constataram a tentativa de arrombamento.

Ainda no momento da abordagem, Moisés e Nemésio foram flagrados tentando esconder aparelhos celulares e durante a confecção do boletim de ocorrência, diversos números estavam ligando para os celulares dos suspeitos. Conversas por aplicativo foram apagadas pouco tempo depois.

Leia mais:  Projeto RodaHans detectou, em menos de dois meses, 317 novos casos de hanseníase em 18 municípios

No boletim de ocorrência, os policiais destacaram que tanto Lucas quanto Nemésio já foram indiciados por furto a uma agência do Sicredi, em São José dos Quatro Marcos, além de homicídio vinculado ao furto. Os três ainda possuem passagens criminais por homicídio, formação de quadrilha e bando e furto.


Com os suspeitos, foram apreendidos banners, guarda-chuvas, bateria Zetta, extensão, alicate de corte, barras aparentando ser explosivos, pés de cabra, talhadora, esmerilhadeira, martelo demolidor, aparelho bloqueador de sinal com 16 entradas, cilindro de gás, celulares, carteira contendo R$ 2,4 mil, cartões de bancos, placas de veículo e o Corolla.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Programa já tem mais de 5 mil consumidores cadastrados

Publicado

por

O Programa Nota MT, lançado pelo governo do Estado no início desta semana, já tem mais de 5 mil consumidores cadastrados. Até as 17h30min desta quarta-feira (19.06), a Secretaria de Fazenda havia registrado, seja pelo site ou por aplicativo, 5.102 cadastros.

“Isso demonstra que o programa está despertando o interesse dos cidadãos e vai ser um sucesso”, afirmou o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, em entrevista ao Programa Estúdio Band, transmitido simultaneamente pela Rádio Band FM e TV Cidade Verde. 

Ainda segundo Rogério Gallo, a meta do programa Nota MT é chegar a 250 mil consumidores cadastrados em todo o estado até o final deste ano. O secretário recomenda aos consumidores que peçam a nota fiscal com CPF em todas as suas compras, em qualquer tipo de estabelecimento, não importa o valor. 

Para se cadastrar basta instalar o aplicativo no seu celular ou acessar o site da Nota MT, escolher a opção “criar conta” e informar os dados solicitados. Na primeira etapa informações pessoais como nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe deverão ser informadas. Os dados são obrigatórios para prosseguir o cadastro e estão protegidos sob sigilo.

Nota MT

O Programa Nota MT visa estimular os consumidores de Mato Grosso a solicitarem o CPF na nota fiscal no momento da compra. É uma ação que estimula o exercício da cidadania fiscal, incentiva a emissão de documentos fiscais e combate à sonegação.

Leia mais:  Projeto RodaHans detectou, em menos de dois meses, 317 novos casos de hanseníase em 18 municípios

Semelhante aos programas existentes em vários estados, a Nota MT permite que o cidadão acumule bilhetes para participar de sorteios, com prêmios de até R$ 50 mil. Realizados de forma eletrônica, com base na extração da Loteria Federal, os sorteios possuem duas categorias: mensais e especiais. Este último acontecerá em datas comemorativas, a serem divulgadas posteriormente.

Dessa forma, cada nota fiscal emitida com o CPF vai gerar dois bilhetes, um para o sorteio mensal e outro para o sorteio especial, independentemente do valor da compra. Assim, as chances de ser contemplado são dobradas.


Até o final do ano mais de cinco mil consumidores mato-grossenses serão contemplados nos sorteios da Nota MT, com prêmios de R$ 500, R$ 10 mil ou R$ 50 mil.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Em maio, governo do Estado diminuiu déficit para R$ 67,4 milhões

Publicado

por

O governo do Estado de Mato Grosso fechou o mês de maio de 2019 com um déficit de R$ 67,4 milhões. O valor é a somatória de tudo que foi arrecadado, o que foi pago e as despesas não pagas no mês. Apesar do “rombo”, o déficit foi inferior ao registrado no início do ano, que foi de R$ 118 milhões, e consideravelmente menor ao registrado em abril (R$ 72,8 milhões).

Em maio, o Estado arrecadou R$ 1.481.692.817, valor que foi somado a outros R$ 66.427.853, que constavam no saldo da Conta Única em 1º de maio. Desse valor, o governo efetuou o pagamento dos salários dos servidores ativos no valor de R$ 337.428.924 e dos inativos no valor de R$ 199.196.872.

Somente com repasses obrigatórios aos Poderes, referente ao duodécimo, o valor foi de R$ 210.159.142. Conforme prevê a lei, ao Tribunal de Justiça foi destinada a quantia de R$ 92.215.266; à Assembleia Legislativa o valor foi de R$ 42.237.107; ao Ministério Público R$ 35.619.029; para o Tribunal de Contas do Estado o valor foi de R$ 29.148.706 e para a Defensoria Pública o repasse foi de R$ 10.939.034.

Para as 141 prefeituras de Mato Grosso, no mês de maio, o valor repassado foi de R$ 277.312.925.

A Educação recebeu de recurso referente ao Fundeb a quantia de R$ 136.621.542, além de R$ 30.012.966 também de repasse obrigatório.

Leia mais:  Perícia preliminar aponta que Gabriel levou 12 facadas

À Saúde foi destinada a quantia de R$ 54.332.420 e para o custeio das secretarias de Estado o valor foi de R$ 70.923.524.   

O Estado também fez o pagamento de dívidas bancárias na quantia de R$ 43.157.305. Além desses valores, foi bloqueado judicialmente a quantia de R$ 14.504.200 e para as contas especiais (Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso, Mato Grosso Saúde e MT Prev) foi repassado o valor de R$ 11.528.707.

Em investimentos, o Estado destinou a quantia de R$ 5.716.783. Ainda cumprindo os repasses obrigatórios, o Estado repassou ao Fabov (Fundo de Apoio a Bovinocultura de Corte), Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Cipem (Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso) e Detran a quantia de R$ 6.191.843.

Também houve uma antecipação da receita de ICMS de energia, no valor de R$ 87.214.457 milhões, que só será computada em junho. 


Veja as despesas do Estado no quadro abaixo:

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana