conecte-se conosco


Mundo Pet

Pit bull ataca e fere os braços de vizinha em Tangará da Serra

Publicado

Um cachorro da raça pit bull atacou a dona na noite desta segunda-feira (28) em frente a casa da família no Bairro Vila Horizonte.

Segundo informações, o animal convivia com a família desde filhote, mas ao estranhar a dona, o animal a atacou enquanto ela caminhava na rua em frente a casa. A Polícia Militar foi acionada e para evitar um novo ataque a equipe amarrou o cão. Socorrida pelo SAMU e levada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) a mulher sofreu ferimentos nos dois braços e passa bem.

Imagem ilustrativa

Após ser preso, irritado o cachorro ao tentar escapar,  se enrolou na corda e acabou se enforcando sozinho. De acordo com a família, o bicho ficava solto no quintal e foi a primeira vez que ele se comportou agressivamente.

 

Retratação

Nossa equipe foi procurada pela vítima, que declarou ser vizinha da família dona do cachorro de raça pit bull. Conforme relatou à reportagem, o cão a conhecia desde filhote, e nunca a estranhou, no entanto, nesta segunda-feira, ela teria entrado na casa e foi recebida pelo animal, que ficou pulando nela, com o impacto o dente dele arranhou o braço, o ferimento sangrou, o animal se assustou e avançou, causando cortes nos dois braços. Apesar do susto, ela passa bem. Quanto ao cachorro, confirma que ele foi amarrado e ao tentar se soltar da corda, se debateu tanto que quando perceberam, o cão havia morrido enforcado.

 

 

Comentários Facebook

Mundo Pet

Mulher que fez ‘brincadeira da farinha’ com os cães é multada e nega maus-tratos no PR

Publicado

Após a repercussão negativa na internet do vídeo em que faz a brincadeira da farinha com dois cães de pequeno porte em Londrina (PR), Júlia Claudenari Oguido reconheceu ter feito uma “brincadeira infeliz, desnecessária, com seus animais de estimação”, mas negou que tenha havido maus-tratos. O vídeo foi postado em sua conta pessoal do Instagram e provocou a ira de celebridades defensoras da causa animal, como Luísa Mell.

A Polícia Civil abriu procedimento investigatório para apurar as circunstâncias e possíveis maus tratos aos cachorrinhos e a Sema (Secretaria Municipal do Meio Ambiente) também avalia aplicação de multa administrativa e até mesmo apreensão dos animais.

Em nota enviada pelo escritório jurídico de defesa, Júlia afirma que os cães não sofreram machucaduras e que a brincadeira a que foram expostos é “atual e usual” na internet e redes sociais, mas que não vai mais adotar as brincadeiras da internet, seja com seus animais, seja com familiares. O texto ainda afirma que ela é apoiadora e contribui há mais de cinco anos com movimentos sociais de proteção aos animais em Salvador (BA).

A defesa ainda diz que Júlia e seus parentes foram alvos de agressões e ameaças de morte por parte de internautas e até de ameaças de sanções de autoridades. A nota diz que estas pessoas serão processadas e ameaça acionar as corregedorias dos órgãos para apurar as condutas.

 

 

 

 

Fonte:Bonde

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Cachorro “frentista” vira sensação em posto de combustíveis de MT

Publicado

Uniforme, crachá e muitas selfies. Essa é a nova rotina do cachorro Stopa que, nesta segunda-feira (3), foi “promovido” de cão de abrigo para frentista de um posto de combustíveis de Sinop.

Aliás, a julgar pelo sucesso que ele tem feito com os clientes, logo Stopa vai ocupar o cargo de gerente de marketing. A presença dele na empresa tem atraído mais motoristas interessados em abastecer no local. O gerente do posto, Daniel Trindade contou que Stopa chegou por meio de uma cliente, que o ofereceu para adoção. Ela é voluntária na Associação Protetora dos Animais do Município de Sinop (Apams).

“Todos se apaixonam. Ele é super mansinho e carinhoso. Faz a alegria aqui. O uniforme o identifica e gera curiosidade dos visitantes”, conta Daniel.

A oferta foi recebida sem pensar duas vezes. É que o posto já teve um mascote canino, que apareceu por lá, possivelmente, depois de fugir de sua casa original.

Após aparecer em uma reportagem na televisão, os donos – duas crianças – o localizaram e foram buscar o cãozinho, que voltou para o antigo lar. Stopa herdou, além do cargo, caminha e uma área verde para brincar. Em horários de baixo movimento, é autorizado a circular pelo pátio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:OLivre

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana