conecte-se conosco


Policia Federal

PF faz operação de combate a crimes ambientais na fronteira

Publicado

Foz do Iguaçu/PR – Durante toda a última quinta-feira (13/2), policiais federais e da Força Nacional realizaram operação de combate a crimes ambientais nos rios Iguaçu e Capanema, visando combater a caça e a pesca predatória.

Como resultado da operação foram destruídas uma rede de pesca, quatro linhadas de espera e duas embarcações artesanais que estavam em área permanente de preservação com indícios de serem utilizadas para a pesca clandestina.

 

Comentários Facebook

Policia Federal

Polícia Federal prende mais um foragido da Operação Cavalo de Fogo em Foz do Iguaçu/PR

Publicado

por


.

Foz do Iguaçu/PR – Após investigações, a PF cumpriu, na tarde desta quarta-feira (1/7), em Foz do Iguaçu/PR, mandado de prisão, expedido pela 5ª Vara Federal de Foz do Iguaçu/PR referente à Operação Cavalo de Fogo. O homem foi preso na cidade de Foz do Iguaçu/PR.

Recentemente, a Polícia Federal cumpriu em Santos/SP dois mandados de prisão expedidos em desfavor de um homem que fora condenado a 25 anos de reclusão em processo relacionado também à Operação Cavalo de Fogo. Ela foi deflagrada pela Polícia Federal de Foz do Iguaçu em 2014 e desarticulou organizações criminosas que se dedicavam ao tráfico internacional de drogas.

As investigações iniciadas em Maringá, no norte do estado, se estenderam por mais de dois anos. Entre 2012 e 2014, foram apreendidas quase 39 toneladas de drogas, entre maconha, cocaína e crack, além de armas, veículos e dinheiro das quadrilhas supostamente envolvidas no esquema.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR

Contato: (45)3576-5515

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

PF deflagra Operação Falso Registro para investigar fraudes em benefícios previdenciários

Publicado

por


.

Presidente Prudente/SP – A Polícia Federal deflagrou hoje (1/7) a operação Falso Registro, com o objetivo de coletar provas sobre a prática de falsidades na obtenção de benefícios previdenciários indevidos. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela Primeira Vara Federal de Presidente Prudente, tendo sido encontrada farta documentação relativa às fraudes.

Durante a investigação, foi identificada a utilização de cinco empresas para a inserção de vínculos empregatícios falsos nos sistemas da Previdência Social mediante entregas de GFIPs (Guia de Recolhimento e Informações à Previdência Social) extemporâneas. Este fato permitiu o recebimento de benefícios previdenciários fraudulentos embasados em relações trabalhistas inverídicas por diversas pessoas.

A investigação teve início em razão de fatos suspeitos trazidos ao conhecimento da Polícia Federal pela Procuradoria-Geral Federal e contou com o apoio da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista – CGINT – da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Segundo a CGINT, foram identificados 18 benefícios recebidos irregularmente, tendo o valor do prejuízo apurado totalizado a quantia de R$ 1,9 milhão. Este valor, conforme foi apurado, pode atingir montante superior a R$ 5 milhões em valores futuros a serem pagos aos beneficiários, levando-se em conta a expectativa de sobrevida média da população brasileira, segundo o IBGE.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Presidente Prudente/SP

Contato: (18) 3344-3021 / 3344-3001

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana