conecte-se conosco

  • powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.


Policia Federal

PF desarticula grupo criminoso que atuava no tráfico de drogas interestadual em Rondônia

Publicado

Porto Velho/RO – A Polícia Federal deflagrou hoje (26/2) a Operação Sarepta, para desarticular organização criminosa especializada em tráfico interestadual de drogas e lavagem de capitais, que atuava principalmente em Rondônia.

Policiais federais dão cumprimento a três mandados de prisão preventiva, cinco mandados de prisão temporária, além de dezenove mandados de busca e apreensão, nas cidades de Porto Velho/RO, Ariquemes/RO, Alto Paraíso/RO, Monte Negro/RO, Rio Crespo/RO, Itabuna/BA, Jequié/BA, Camaçari/BA e São Paulo/SP. Além das prisões e buscas, a Vara de Delitos de Tóxicos de Porto Velho/RO determinou o bloqueio de contas bancárias e bens dos investigados, além do sequestro de imóveis, veículos e gados (semoventes).

Ao longo das investigações, iniciadas em janeiro de 2018, a Polícia Federal identificou a apreensão de duas cargas de entorpecentes ocorridas nas cidades de Itabuna/BA e São Paulo/SP, totalizando aproximadamente 140 kg de cocaína.

As drogas eram remetidas das cidades de Porto Velho/RO e Ariquemes/RO para os Estado da Bahia e São Paulo, ocultas no interior de peças metálicas de chumbo preparadas exclusivamente para este fim. Com o intuito de burlar qualquer tipo de fiscalização, as cargas eram transportadas por empresas de boa-fé e sem participação no esquema delituoso.

De acordo com o que foi apurado, os investigados promoviam a lavagem do capital ilícito obtido com a venda das drogas com a aquisição de diversos imóveis, gados e veículos.  Alguns caminhões comprados nesse esquema eram, inclusive, locados a órgãos públicos com o intuito de aparência de legalidade ao dinheiro ilícito no interior do Estado de Rondônia.

Leia mais:  Polícia Federal investiga a manipulação do mercado de capitais

O principal investigado e líder do grupo criminoso, além de suas atividades com a compra e venda de gado e aluguel de máquinas adquiridas com o dinheiro ilícito, é proprietário de uma loja de aparelhos celulares na cidade de Ariquemes/RO, utilizada para a emissão de notas fiscais falsas e para a lavagem de capitais.


Os presos, que responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, foram encaminhados para as unidades prisionais, onde permanecem à disposição da Vara de Delitos de Tóxicos.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Tangaraense é preso com mais de uma tonelada de maconha em Mato Grosso do Sul

Publicado

 

Luan Rodrigues Honorato de Araújo, morador de Tangará da Serra foi preso na noite deste domingo, 15, na BR 463, entre Ponta Porã e Dourados (MS) com mais de uma tonelada de maconha.

A droga era transportada em um veículo Santa Fé com registro de furto/roubo, acobertado com placas frias de Campo Grande. O condutor do veículo, que estava acompanhado de um adolescente, desobedeceu ordem de parada, mas acabou alcançado, preso e o adolescente apreendido.  O adolescente utilizava uma carteira de habilitação em nome de um irmão que encontra-se preso em Mato Grosso.

Ao abordar o veículo a equipe da PRF constatou grande quantidade de maconha que pesada chegou a 1.121 quilos em 941 tabletes. A dupla contou ter viajado de ônibus de Cuiabá a Pedro Juan Caballero exclusivamente para buscar o veículo com a droga, pelo que receberia R$ 1.200 quando da entrega em Cuiabá.


Luan alegou ter sido “obrigado” a fazer a viagem, por estar devendo R$ 10 mil para a facção Comando Vermelho, dívida que afirma ser de drogas. Luan, que possui curso superior, foi encaminhado com a droga e veículo para a Polícia Civil de Ponta Porã e o adolescente para o Conselho Tutelar. O veículo era roubado em Fortaleza, Ceará. (Com informações MS em Foco)

Comentários Facebook
Leia mais:  PF e PMPE erradicam plantio de maconha em Pernambuco
Continue lendo

Policia Federal

PF deflagra 2ª fase da Operação Pacificação

Publicado

por

Cabedelo/PB – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (13/9) a Operação PACIFICAÇÃO II, para dar continuidade à investigação referente aos roubos das agências dos Correios das cidades de Serra da Raiz/PB, em 6/6/2018, e Dona Inês/PB, em 28/6/2018.

A operação contou com a participação de 10 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de três mandados de busca e apreensão em residências na cidade de Belém/PB. A ordem foi expedida pelo Juiz Federal da Vara de Guarabira/PB, após deliberação por parte do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, na cidade de Recife/PE.


A Polícia Federal já havia cumprido mandado de prisão preventiva contra um dos indiciados, em 28/6/2019, dentro da mesma investigação, sendo essa fase chamada Operação PACIFICAÇÃO. Outro indiciado, entretanto, continuava foragido, sendo que um dos objetivos da PF na data de hoje foi o de localizá-lo.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Leia mais:  PF e PMPE erradicam plantio de maconha em Pernambuco
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana