conecte-se conosco


Policia Federal

PF deflagra Operação Appius para apurar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro

Publicado

São Paulo – A Polícia Federal, em operação conjunta com o Ministério Público Federal, deflagrou nesta manhã (7/11) a Operação Appius, para apurar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A operação de hoje é decorrente da investigação desenvolvida na Operação Castelo de Areia, deflagrada em 2009.

São cumpridos 4 mandados de busca e apreensão em São Paulo e Fortaleza, todos expedidos pela 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo a pedido da Polícia Federal.

O inquérito policial tem origem em informações obtidas a partir da colaboração premiada de um do investigado e apura o pagamento de propina por parte de uma empreiteira a agentes públicos, com o fim de suspender e anular a Operação Castelo de Areia.

A Operação Castelo de Areia foi deflagrada em 2009 e apurava os crimes de fraude à licitação, corrupção, lavagem de dinheiro, dentre outros, praticados por representantes da mesma empreiteira e agentes políticos, para obtenção de contratos públicos.

 A ação penal decorrente desta operação foi suspensa por um Habeas Corpus, concedido em 2010 pelo ex-Presidente do STJ, no Plantão Judiciário. Em 2011, a Castelo de Areia foi anulada pelo mesmo tribunal.

 Fatos investigados na Operação Castelo de Areia vieram à tona com a deflagração da Operação Lava Jato, como as irregularidades na construção da refinaria Abreu e Lima em Pernambuco.

 O inquérito policial apura os crimes de corrupção passiva e corrupção ativa, previstos no Código Penal, além dos crimes de lavagem e ocultação de ativos, previstos no art. 1° da Lei 9.613/98.

Leia mais:  PF e PMPE prendem homem por tráfico de drogas

 A investigação segue em segredo de justiça.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo –


Contato: (11) 3538-5013

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook

Policia Federal

PF prende 3 pessoas por tráfico internacional de drogas

Publicado

por

Guarulhos/SP – A Polícia Federal prendeu, entre os dias 14 e 15/11, no Aeroporto Internacional de São Paulo, três passageiros tentando embarcar com cocaína para a África e Europa.

Na quinta-feira (14), uma venezuelana, de 25 anos, tentou passar pelo controle migratório com mais de 3 kg de cocaína, ocultos em fundos falsos de sua bagagem de mão. A mulher pretendia levar a droga para a África do Sul.

Outras duas prisões foram realizadas pelos policiais federais, também no controle migratório, com a apreensão de 10 kg de cocaína. Um brasileiro, que pretendia embarcar para a Etiópia, levava um volume de 2 kg da droga preso ao abdômen. Momentos após esta prisão, uma brasileira, de 36 anos, que pretendia embarcar para a Alemanha, foi flagrada com 8 kg de cocaína em fundos falsos de sua mala.

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais, onde permanecerão à disposição da Justiça.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos


Contato: (11) 2445-2212

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Federal resgata quatro adolescentes em situação de exploração sexual e trabalho escravo
Continue lendo

Policia Federal

PF prende 2 em flagrante pelo crime de aquisição de moeda falsa

Publicado

por

Recife/PF – A Polícia Federal prendeu em flagrante, nos dias 7 e 18/11, duas pessoas que receberam pelos Correios cédulas falsas.

Informações na área de inteligência policial davam conta de que falsários (ainda não identificados) teriam enviado diversas remessas de cédulas falsas para várias localidades do Brasil, a partir de uma agência dos Correios de São Paulo/SP e que a primeira remessa seria retirada na agência dos Correios da Encruzilhada/PE e a segunda seria recepcionada no endereço da destinatária.

De posse dessas informações foi montada uma equipe de policiais federais, que se dirigiu até os locais onde as notas seriam repassadas com vistas a identificar os suspeitos e realizar as prisões, caso houvesse a confirmação da ilicitude. A ação teve seu desfecho quando os policiais identificaram o estudante retirando a encomenda suspeita. Ao sair da agência, ele foi abordado pelos policiais, que solicitaram a abertura do envelope. Ficou constatado que, dentro do pacote, havia 40 cédulas falsas de R$ 100, totalizando R$ 4 mil. Já a segunda prisão aconteceu quando a técnica em administração, ao receber em sua residência a correspondência dos correios, foi abordada pelos federais, que solicitaram a abertura do envelope. Dentro dele, estavam 50 cédulas falsas de R$ 10 e cinco cédulas falsas de R$ 100, totalizando R$ 1 mil.

Os envolvidos receberam voz de prisão em flagrante e foram conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal, no Cais do Apolo, onde acabaram sendo autuados pelo crime  de adquirir moeda falsa. Caso sejam condenados, poderão pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa.

Leia mais:  PF desarticula esquema de desvio de recursos públicos em Alagoas

Após a autuação, os presos realizaram exame de corpo de delito no IML – Instituto de Medicina Legal e foram encaminhados para a audiência de custódia, sendo liberados. Eles irão responder ao processo em liberdade, ficando à disposição da Justiça Federal.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco


Contato: (81) 2137-4076
E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana