conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Saúde

Pesquisa quer voluntários para saber relação entre genética e Covid-19

Publicado


source

Agência Brasil

pesquisa
Michael Appleton/Mayoral Photography Office

Pesquisa ocorre em diversas partes do Brasil

Pesquisadores de um projeto envolvendo diversas universidades do Brasil e de outros países abriram um chamado para a participação de voluntários em um estudo que visa entender o impacto da condição genética dos indivíduos sobre a evolução da infecção pelo  novo coronavírus (Sars-Cov-2).

A iniciativa, denominada “Determinantes Genéticos e Biomarcadores Genômicos de Riscos em Pacientes com Infecções por Coronavírus”, abrange a Universidade de Brasília (Unb), as universidades federais do Pará e do Rio Grande do Norte, além de instituições na Espanha, em Portugal e em outros países da América Latina. O intuito é analisar até 2 mil amostras nos próximos meses.

Os pesquisadores querem saber por que a Covid-19 se manifesta de forma diferente nos pacientes. Há tanto pessoas assintomáticas quanto com sintomas. Mesmo os sintomas são distintos de um paciente para outro, há exemplos de febre e tosse a falta de paladar ou olfato. Além disso, a evolução do quadro é também diferenciada a depender dos casos.

Os interessados devem entrar em contato com a equipe de pesquisa. Para isso, foi disponibilizado um número de telefone por meio do qual podem ser enviado mensagens de WhsatsApp: (61) 99156-3973.

Os acadêmicos visam testar a hipótese se há alguma relação dessas variadas manifestações com as condições genéticas dos pacientes. Eles querem entender se os genes ou grupos de genes poderiam influir tanto na evolução rápida do quadro quanto da resiliência dos pacientes diante da infecção.

“Nosso objetivo é localização de regiões genômicas ou genes que sejam relacionados com predisposição ou a resistência à Covid-19. E com isso permitir que seja feita uma triagem dos pacientes no futuro que permita ter de antemão uma perspectiva de como será a evolução do quadro clínico de um paciente”, explica a professora do Laboratório de Genética Humana do Instituto de Ciências Biológicas da UnB e uma das integrantes da equipe, Silviene de Oliveira.

Com isso, Silviene disse que seria possível avaliar previamente perspectivas de melhora ou de piora dos quadros em função do perfil genético dos pacientes. “De posse desses perfis genéticos seria possível manejar e fazer estimativa populacional de onde será preciso demandar maior número de leitos”, disse.

Os voluntários convidados a participar do estudo precisam estar infectados com o novo coronavírus ou já terem tido a Covid-19. Essa condição precisa ser comprovada com exames laboratoriais do tipo PCR.

“A previsão é que no 2º semestre a gente já tenha os primeiros resultados. Neste momento as amostras de Espanha e Portugal já estão sendo analisadas. Nos meses de agosto e setembro, amostras da América Latina serão avaliadas. Até o fim do ano, a gente pode ter alguma novidade desta empreitada”, disse Silviene.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Brasil registra 786 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Publicado

por


source
Brasil soma mais de 436 mil mortes desde o início da pandemia
undefined

Brasil soma mais de 436 mil mortes desde o início da pandemia

o Brasil registrou 786 novos óbitos em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) desta segunda-feira (17).

Além disso, foram mais 29.916 novas infecções. Com a atualização, o Brasil chegou ao número de 436.537 mortes pela Covid-19. Já o número de infectados está em 15.667.391.

A média móvel de mortos está em 1.901; assim, é o 117º dia que o país registra média maior que 1.900 mil mortos por dia. Já a de casos confirmados aumentou de 63.241 para 63.914.

O ranking de estados com mais mortes pela Covid-19 é liderado por São Paulo (104.295), Rio de Janeiro (48.024) e Minas Gerais (37.557). As unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.571), Acre (1.620) e Amapá (1.622).

Você viu?

Em relação aos casos confirmados, São Paulo também lidera, com mais de 3 milhões de casos. Minas Gerais, com 1,4 milhão, e Rio Grande do Sul, com pouco mais de 1 milhão de casos, aparecem na sequência. O estado com menos casos de Covid-19 é o Acre, com 80.561, seguido por Roraima (100.084) e Amapá (109.272).

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde. As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Saúde

Fiocruz receberá insumos para 18 milhões de doses da AstraZeneca, diz secretário

Publicado

por


source
Insumos para a vacina devem ser enviados na próxima sexta (21)
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Insumos para a vacina devem ser enviados na próxima sexta (21)

Nesta segunda-feira (17), o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, disse que os próximos dois lotes de insumos para a vacina produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) devem ser enviados ao Brasil na próxima sexta-feira (21).

Na última semana, a Fiocruz havia dito que o estoque do ingrediente farmacológico ativo (IFA) estava baixo. Grande parte do material é importado da China, mas oposicionistas acreditam que as declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o país prejudicam as relações diplomáticas e interferem na demora do envio do ativo.

De acordo com Rodrigo Cruz, a quantidade que será enviada é suficiente para a produção de aproximadamente 18 milhões de doses da vacina da AstraZeneca . “A gente recebeu hoje [segunda] a confirmação de envio de dois lotes no dia 21 de maio. Então a gente teria dois embarques, um confirmado para o dia 21 e um planejado para dia 29, com chegada para o dia 29. A boa notícia é que hoje recebi a confirmação de que esses dois lotes vão ser embarcados no dia 21 de maio”, disse.

No entanto, pela manhã, o secretário disse que ainda não há previsão para a chegada do IFA para a produção da vacina do Butantan, que teve a produção paralisada no fim da semana passada por falta de insumos. “Hoje teremos a confirmação. Ainda há pouco saiu no noticiário dia 20, mas há uma expectativa que chegue aqui por volta do dia 25, mas ainda pendente de confirmação por parte da China”, afirmou.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), publicou em seu perfil das redes sociais no início da tarde de hoje que um lote com 4 mil litros do ativo para a Coronavac deve ser enregue no próximo dia 26, suficientes para a produção de 7 milhões de doses.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana