conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mulher

Pesquisa aponta brasileiros como os mentem na paquera virtual

Publicado


source
Paquera virtual
Banco de Imagens/Pexels

Paquera virtual

Quem nunca contou uma  mentirinha pro crush na hora da paquera, seja num papo virtual ou num date? Ok, mentira pode ser um termo muito forte, afinal, existem diversos níveis de “alteração da verdade” ou omissão. De acordo com uma pesquisa global* realizada pelo aplicativo de paquera Happn, o brasileiro é o povo que mais conta inverdades na hora da paquera.

Mais da metade (51%) dos usuários nacionais afirmaram que já contaram algum tipo de balela em momentos de flerte, muito acima da média mundial que é de 29%. Participaram da pesquisa: França, Holanda, Brasil, Noruega, Dinamarca, Bélgica, Argentina, Itália, Espanha e Suécia.


As mais contadas Dentre as mentirinhas mais contadas pelos brasileiros, a idade (30%) é a mais comum de não corresponder à realidade, seguindo a média global. Em segundo lugar, 22% dos brasileiros ‘adoram’ não revelar os verdadeiros gostos pessoais, especialmente sobre hábitos como fumar, beber e praticar esportes. Outro assunto que também é amplamente alterado pelos brasileiros no momento da paquera é a visão política pessoal: 16% dos usuários brasileiros do Happn afirmaram que já mentiram sobre o tema. As mais escutadas Mas quando o assunto são as mentirinhas do crush mais recebidas pelos usuários durante a paquera on-line, uma vence em disparada: “eu quase não leio as mensagens, pois não estou conectado com frequência” é a mentira mais comum. Confira o ranking nacional e global das mentiras mais contato on-line:

Brasil 47% – Quase não entro no app 28% – É a primeira vez que uso app de paquera 24% – Não vou conseguir te encontrar hoje; estou preso/a no trabalho Mundo 35% – Quase não entro no app 26% – É a primeira vez que uso app de paquera 17% – Não vou conseguir te encontrar hoje; estou preso/a no trabalho. Os motivos para ‘alterar a verdade’ Dentre os usuários nacionais, o principal motivo para eles criarem mentiras no momento da paquera é para chamar a atenção do crush (35%), seguido pelo receio de ser julgado (23%) e por sentir vergonha de algo pessoal (13%). Mentir para quem se gosta não é legal Apesar de os brasileiros comumente não serem completamente verdadeiros com o crush, metade deles (50%) acha que não é legal mentir para a pessoa que se gosta e 38% não vê problema em agir assim, desde que não seja uma mentira grave. Outros 12% afirmou que não tem um sentimento específico sobre mentir para o crush. O outro lado da mesa A pesquisa também questionou os usuários brasileiros do Happn se já descobriram alguma mentira contada pelo crush a eles. Mais de 65% dos brasileiros já descobriram alguma mentira, fossem elas bobas (33%) ou graves (32%). Já outros 35% acham que nunca foram enganados pelo paquera e, se foram, não descobriram. O momento da verdade Apesar de a mentira fazer parte do dia das pessoas, especialmente quando se trata de sedução, a verdade ainda é o principal argumento no momento de pôr um ponto final em uma relação. A pesquisa revelou que 46% dos entrevistados brasileiros preferem contar a verdade neste momento; outros 33% preferem falar nada, nem a verdade e nem uma mentira, mas apenas ‘sumir’ (o famoso ghosting). Apenas 21% afirmaram que, para não ferir os sentimentos do Crush, inventam uma desculpa para encerrar esse ciclo. “É muito interessante notar que os brasileiros às vezes mentem para chamar a atenção de seu crush ou porque têm medo de serem julgados: eles precisam se sentir mais confiantes consigo mesmos. Não há nada mais atraente e sedutor do que alguém ousar ser autêntico e revelar sua própria personalidade”, diz Marine Ravinet, diretora de tendências do Happn.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

“Quero que as pessoas trans se mantenham fortes”, diz modelo Alice Felis

Publicado

por


source
Modelo Alice Felis fala sobre vida após agressões, carreira profissional e confirma participação em reality
Léo Fegherazzi

Modelo Alice Felis fala sobre vida após agressões, carreira profissional e confirma participação em reality



“Sobrevivi à transfobia”. Essa é a primeira frase na bio do Instagram de Alice Felis, que em agosto do ano passado foi vítima de transfobia dentro de seu apartamento, no Rio de Janeiro . Ela foi agredida e quase esfaqueada, além de ter tido R$3 mil roubados. Oito meses depois, Felis aposta na carreira de modelo.

Seguir o ramo foi uma ideia que surgiu vez ou outra na cabeça dela ao longo da vida, mas nunca pensou que fosse algo viável por ser uma área vista como difícil. “É complicado porque as pessoas não dão muita oportunidade para as pessoas trans. Dificilmente algumas têm visibilidade e conseguem ingressar na carreira de fato”, afirma.

Ao experimentar essa realidade, Felis afirma que está vivendo um sonho. “Gosto muito de me mostrar, de me expor. Está sendo muito importante para mim”, diz. Nos últimos tempos, a modele tem chamado atenção das marcas. Elafoi convidada para ser embaixadora da marca de cosméticos Madame Crème e participará de um reality show virtual chamado Na Sua Casa Brasil, que acontecerá no Instagram e renderá um prêmio de R$100 mil ao primeiro colocado.

Para além de sua trajetória pessoal, Alice afirma que todas essas conquistas são importantes pelo fato de ser uma pessoa trans ocupando novos espaços, o que pode inspirar outras pessoas. “Também quero que as marcas deem oportunidades para pessoas trans . Somos consumidoras também, precisamos ser enxergadas”, afirma.

A falta de oportunidade é o que leva pessoas trans para o mercado informal de trabalho. Segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), 90% de pessoas trans e travestis têm o trabalho sexual como principal fonte de renda. Essa é uma realidade vivida por Alice, que trabalhou como acompanhante de luxo no Rio, depois de ser demitida de um salão por ter começado a transição de gênero.

Felis explica que sente nas marcas uma relutância em apoiar  pessoas trans marginalizadas por esse motivo. “Acho que não tem nada a ver uma coisa com a outra, porque muitas levam esse caminho por não terem oportunidade de trabalho”, diz.

Você viu?

Vida depois das agressões

Felis teve uma fratura no maxilar e perdeu cinco dentes por conta da agressão. Ela precisou passar por diversos procedimentos e cirurgias de reconstrução, mas não tinha dinheiro para custear tudo. Criou uma vaquinha on-line e recebeu ajuda do influenciador digital Felipe Neto, que fez mobilização para a arrecadação.

As  cirurgias de reconstrução estão quase no fim. Ela deve passar por um procedimento na boca e realizará um tratamento de implantes dentários de R$150 mil, todo pago pela funkeira MC Mirella. No entanto, as cicatrizes psicológicas permanecem e a impedem  até mesmo de sair de casa sozinha .


“Eu não sou cem por cento eu em muitas coisas. Não consigo me relacionar com as pessoas ou recebê-las em casa, tenho crises de pânico. A maneira como as pessoas me abordam também me deixa cismada, parece que estou sempre refém de alguma coisa”, conta Felis, faz acompanhamento psicológico para superar o trauma.

Quatro dias depois do ataque a Felis, Lucas Brito de Marques, o agressor, se entregou à polícia e foi preso . No entanto, ele foi solto e voltou a ser preso em março de 2021 por dirigir alcoolizado e bater o carro. Devido ao histórico de outros crimes, Marques permaneceu preso e pode ser indiciado por todos eles, inclusive o de  transfobia contra Felis.

Mãos estendidas

Felipe Neto e  MC Mirella não foram os únicos a oferecer apoio à modelo. Depois dos ataques, ela também foi contatada por Gloria Groove e Pabllo Vittar. Mas foi a cantora Preta Gil de quem ela ficou mais próxima. “A Preta é uma das poucas que mantém contato direto comigo, que me pergunta se eu estou bem”, diz.

Preta pagou o aluguel do apartamento em que a modelo vive, na capital paulista, e a ajudou com a carreira ao contratá-la por sua empresa, a Music 2 Mynd. “Inclusive, a empresa dela que está conseguindo grandes parcerias para a minha carreira, que vão me abrir portas para ajudar outras pessoas”.

Além da representatividade na carreira, ela espera fazer isso por meio do Instituto de Combate à LGBTIfobia na Internet, do qual se tornou madrinha. “Quero que as pessoas trans não desistam de seus sonhos e objetivos, que se mantenham fortes. Sempre vai ter uma porta aberta para elas”, afirma. Para isso, ela tem feito a lição de casa e está mergulhando na militância em prol de pessoas transgênero e travestis.

Com a carreira deslanchando, ela afirma que o céu é o limite. Mas para ela, uma das coisas mais importantes que alcançou nestes últimos oito meses é manter sua própria vida. “É uma coisa que não pensei que ficaria quando vi tudo que aconteceu naquele apartamento. Estou realizada com tudo que aconteceu e que vai acontecer. Estou feliz em ter conquistado minha independência, meu trabalho e minha visibilidade. Valorizo tudo e quero dar o meu melhor para conquistar ainda mais”.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Conheça os 5 benefícios da caminhada para a sua saúde

Publicado

por


source

João Bidu

Conheça os 5 benefícios da caminhada para a sua saúde
Leonardo Ferreira

Conheça os 5 benefícios da caminhada para a sua saúde

A caminhada é um exercício indicado para todas as pessoas, idades e condicionamentos físicos. Há muitos benefícios para quem pratica essa atividade, como o fortalecimento muscular e a diminuição dos sintomas de estresse. É recomendado que a caminhada seja praticada regularmente para obter resultados mais satisfatórios e sua principal aliada é a alimentação, que é outro fator responsável por equilibrar a saúde e bem-estar do corpo. Conheça agora os 5 benefícios da caminhada para você se motivar e iniciar sua maratona.

Os 5 benefícios da caminhada para a sua saúde

Previne doenças

As caminhadas são capazes de ajudar na prevenção de doenças, como problemas cardiovasculares, hipertensão, obesidade e osteoporose. Por conta das movimentações dos músculos, se gasta muita energia, melhorando a capacidade cardiorrespiratória e promovendo a integridade das veias e artérias.

Memorização

A prática da caminhada de forma regular é ótima para deixar o corpo em dia ajudando a retardar o envelhecimento. Mas outro fator que essa atividade contribui é na memorização. Isso ocorre porque a circulação sanguínea no cérebro aumenta, produzindo catecolaminas durante o exercício.

Relaxamento

O relaxamento é devido à liberação de hormônios que despertam a sensação de bem-estar, como a serotonina e endorfina, que atuam diretamente nas células nervosas combatendo alterações psicológicas como o estresse.

Bem-estar

Você viu?

Fazer uma caminhada em lugares calmos fazem toda a diferença na saúde mental e corporal. Traz benefícios para o humor e melhora a autoestima. Além do corpo, a saúde mental também precisa ser cuidada e fazer boas caminhadas podem ajudar a evitar esses problemas.

Circulação

A caminhada faz com que as válvulas do coração trabalhem mais, melhorando a circulação do sangue e a oxigenação do corpo, fazendo as veias e vasos capilares se dilatarem, transportando oxigênio com mais facilidade para o organismo.

LEIA TAMBÉM:

  • Dia Mundial da Saúde
  • Entenda como seu signo influencia na escolha de sua atividade física

    4 maneiras de aproveitar o tempo livre

    Fonte: IG Mulher

    Continue lendo

    Polícia

    Mato Grosso

    Política MT

    Mais Lidas da Semana