conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Polícia

Patrulha Maria da Penha da PMMT participa de curso nacional promovido pelo Ministério da Justiça

Publicado


A coordenadora Estadual da Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar, tenente-coronel Emirella Martins foi uma das participantes do “Curso Nacional de Capacitação para Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Familiar”. A capacitação foi oferecida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), em Brasília.  

O curso faz parte das estratégias do Governo Federal para aprimorar o atendimento e acolhimento as vítimas de violência doméstica e familiar e reuniu entre os dias 20 e 24 deste mês, policiais militares e bombeiros de todo o país.  

Representado a Polícia Militar de Mato Grosso, a tenente-coronel Emirella Martins, coordenadora estadual da Patrulha Maria da Penha, ressalta que a experiência permitiu a ela aprimorar os conhecimentos sobre temáticas de prevenção e enfrentamento à violência praticada contra a mulher, por meio de aulas ministradas por especialistas em relações de gênero e novas ferramentas e atuação de acordo com a legislação. 

“A troca de experiência entre os Estados enriqueceu muito o curso. Ouvimos boas práticas de polícias militares que podem ser implementadas em nosso estado e outras que corroboram com o trabalho que já estamos realizando em Mato Grosso. Ainda há muito por fazer, mas estamos no caminho certo e, à medida em que os apoios se efetivem, conseguiremos proteger mais mulheres e ajudar mais famílias,” destacou a tenente-coronel. 

Tenente- coronel Emirella Martins destacou que as ações do Programa Patrulha Maria da Penha realizadas pela PM não cessam. “Em Mato Groso, a Polícia Militar intensificou as ações com o efetivo de mais de 2.044 policiais, por meio da Operação Nacional Maria da Penha, entre 20 de agostos e 20 de setembro. Na operação, os nossos policiais realizaram mais de 3.836 atendimentos relacionados a violência doméstica, mais de 1.190 mulheres foram atendidas especificamente pelas equipes da Patrulha Maria da Penha da PMMT”, explicou Emirella. 

Neste primeiro semestre de 2021, a Patrulha Maria da Penha da PMMT já realizou mais de 6 mil atendimentos a mulheres vítimas de violência doméstica. Nesse período, não houve registro de feminicídio entre as assistidas pelo programa no Estado.  

A Patrulha atuou em 36 descumprimentos de medidas protetivas, efetuando 12 prisões dos agressores em flagrante delito e a comunicação aos juízes competentes nos demais casos. Receberam a visita solidária 1.257 mulheres. Total de 1.558 visitas realizadas pelos policiais do programa da PM. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook

Polícia

Suspeitos envolvidos em roubo de fazenda em Poconé são presos durante operação contra organizações criminosas

Publicado

por


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um roubo com emprego de arma de fogo e cárcere privado das vítimas ocorrido em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) foi esclarecido pela Polícia Civil, na quinta-feira (21.10), com a prisão em flagrante de três pessoas e recuperação de parte dos objetos subtraídos.

Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação, posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa armada.

A ação, realizada pelos policiais civis da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e Delegacia de Poconé, integra a Operação Vitae, deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) de combate a atuação de organizações criminosas na região panteira do estado.

As equipes policiais estavam em diligências para apurar um roubo majorado ocorrido na fazenda no dia 16 de outubro, ocasião em que três criminosas armados invadiram a propriedade, renderam funcionários, que foram amarrados e ameaçadas para que dizer onde estavam objetos de valor e armas da propriedade.

No roubo, os suspeitos subtraíram diversos objetos como telefones celulares, bebidas alcoólicas e armas antigas.

Logo após a comunicação do crime e com base nas informações passadas pelas vítimas, as equipes da Polícia Civil iniciaram as diligências, realizando entrevistas com pessoas, consulta em banco de dados, fazendo a ligação entre as informações. Na quinta-feira (21), os policiais receberam denúncia sobre o local, onde estariam as armas e bebidas subtraídas.

Na residência no bairro Jardim dos Estados, os policiais realizaram a abordagem de dois suspeitos. Em buscas no local, os policiais apreenderam uma pistola, calibre 22 e uma balança de precisão utilizada para o tráfico de drogas.

Questionado, o suspeito levou os policiais até a casa de um comparsa, onde ele escondeu as garrafas de bebidas subtraídas no roubo. Diante das evidências, os três suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Poconé, onde após serem interrogados pelo delegado Maurício Pereira Maciel, foram autuados em flagrante pelos crimes de receptação, posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa armada.

“Com a prisão dos suspeitos, as investigações continuam para descobrir novos elementos de crime que possam levar a identificação de outros envolvidos e desarticulação do grupo criminoso”, disse o delegado.

Segundo o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, está tendo uma cobrança muito grande para combate de atuação de organizações criminosas na região de Poconé e por isso, foi organizada uma força-tarefa pela Sesp na região. “Essa ação tranquiliza a população e mostra que o trabalho realizado pelas forças de segurança na região estão dando resultados”, destacou.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Polícia

Após denúncia de ameaça, policiais prendem suspeito com espingardas e munições

Publicado

por


Um homem de 44 anos foi preso pela Polícia Militar por ameaça e porte ilegal de arma de fogo, na noite de quinta-feira (21.10), no município de Nova Bandeirante. Os policiais apreenderam armas e munições após receberem uma denúncia de ameaça.

Por volta das 20h, um adolescente compareceu a unidade do 8 º Pelotão da PM, relatando que estava na casa de uma amiga para jantar, quando o ex- marido dela, chegou no local e atirou pedra contra ele e que iria atirar neles. Após a denúncia do adolescente, a ex- mulher do suspeito ligou também para os policiais e disse que o seu ex- marido possui armas de fogo.

Os policiais foram até a residência do suspeito, e já visualizaram uma das armas de fogo na cozinha. O homem foi preso no banheiro do imóvel. Na ação, a polícia aprendeu duas espingardas, munições, canos e coronhas de madeira do mesmo tipo de armamento. Durante a condução do suspeito à viatura, o homem ameaçou  ex- mulher dizendo “amanhã estarei solto e volto para gente conversar, e você vai ver”.A vítima contou que sofre ameaças, porém tem medo de denunciar o suspeito, pois teme pela vida dela e do filho.

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia.  

Fonte: PM MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana