conecte-se conosco



Turismo

PASSEIO EM SÃO PAULO: MERCADO MUNICIPAL

Publicado

Por, Bárbara Fava, jornalista.

O Mercado Municipal de São Paulo, o famoso Mercadão, é grandioso até no nome. Um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade, não é só colorido pelas frutas. Ele é colorido também pela diversidade de pessoas que passam por lá, principalmente pelos turistas de todo o mundo.

Quando você for conhecer, antes de entrar, repare na arquitetura majestosa ao lado de fora. O mercado foi construído em 1926, pelo famoso arquiteto Francisco Ramos de Azevedo, e inaugurado em 1933 às margens do rio Tamanduateí. Ele fica na região central, próximo a rua 25 de Março. Por isso, quando você for fazer este passeio se programe para ir também às compras no entorno.

São 12.600 metros quadrados de área construída com 290 boxes que disponibilizam desde carnes e peixes até especiarias. Os empórios vendem vinhos, azeites importados e azeitonas de todos os tamanhos. Por dia, cerca de 350 toneladas de alimentos movimentam o estabelecimento. E são as frutas que chamam atenção! Têm frutas comuns e frutas raras. Os atendentes querem que você experimente um pouco de tudo e são bem simpáticos. Dá também para aprender muito sobre as frutas, já que eles explicam um pouco sobre as suas origens, sobre os seus diferentes sabores e texturas.

Para almoçar, você já deve ter ouvido falar dos tradicionais sanduíches de mortadela e dos pastéis de bacalhau. Os vários restaurantes no local oferecem essas duas receitas tanto na parte de baixo tanto na parte de cima, no mezanino. Só fique atento com o preço. Por serem pratos famosos, não é nada barato!

Leia mais:  Passeio em São Paulo: PARQUE IBIRAPUERA

Você matogrossense, quando for visitar o Mercadão fique atento também aos detalhes. Os vitrais coloridos são obras de arte que não podem passar despercebidos. Criados pelo artista Russo Conrado Sorgenicht Filho, responsável também pelos vitrais da catedral da Sé e de outras 300 igrejas brasileiras, os vitrais retratam o homem do campo no seu trabalho: colhendo café, cuidando do gado e transportando alimentos.

Para ver o dia a dia dos feirantes e entender melhor como funciona no mercado, prefira ir em dia da semana, pois sábado e domingo fica tudo muito cheio. Se você quer ter uma experiência diferente, vá durante a madrugada. Nesse período, é possível ver os caminhões de verduras chegando e os comerciantes negociando entre si. Por tudo isso e por outras, o Mercado Municipal tem que estar na sua listinha de lugares para conhecer na capital paulistana!

Comentários Facebook
publicidade

Turismo

Passeio em São Paulo: PARQUE IBIRAPUERA

Publicado

Por Bárbara Fava

 

Quem vai à São Paulo geralmente vai à procura de novidades. Restaurantes inusitados, lojas com produtos únicos e cursos específicos atraem pessoas de todo país. Porém, se tem uma coisa que o turista não procura por aqui é a natureza. O Brasil é tão rico em biomas e ecossistemas com cachoeiras, praias e diferentes tipos de vegetação, que São Paulo fica jogado para escanteio.

Contudo, se você, Tangaraense, vem para a capital paulista, vale a pena conhecer o coração verde da cidade: o Parque Ibirapuera. São 158 hectares com lagos, árvores e muito espaço para fazer caminhadas, andar de bicicleta e preparar um caprichado picnic. O parque é o mais visitado na América do Sul e, em 2017, recebeu cerca de 14 milhões de visitas.

Criado em 1954, o Ibira, apelido carinhoso que os paulistanos deram ao lugar, tem muita história e cultura. Dentro do parque, o visitante vai encontrar construções projetadas por Oscar Niemeyer como a Oca, o auditório e a marquise tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Há também o pavilhão das Culturas Brasileiras, o Museu Afro Brasil e o famoso prédio da Bienal,  no qual este ano recebe a 33ª Bienal de arte de São Paulo com entrada gratuita e que vai ficar em cartaz até Dezembro.

A marquise funciona como ligação entre equipamentos culturais, mas aos finais de semana reúne diferentes tribos de jovens para andar de skate e patins.

Do lado de fora do parque, os grandes monumentos chamam a atenção e rendem lindas fotos! O monumento às bandeiras, criado por Victor Brecheret, foi inaugurado no mesmo ano que o parque Ibirapuera, em comemoração ao IV Centenário da Cidade de São Paulo. Conhecido como “empurra – empurra”, ele representa os bandeirantes e as expedições para o interior do país. Há na obra a presença de diversas etnias como portugueses, negros, mamelucos e índios.

Monumento às Bandeiras

Outro monumento de grande valor histórico é o Obelisco do Ibirapuera. Ponto de referência para quem anda pelas redondezas, o Obelisco foi construído para homenagear os combatentes da Revolução de 32, que lutaram contra o governo de Getúlio Vargas.

Leia mais:  Passeio em São Paulo: PARQUE IBIRAPUERA

Além de tudo isso, dá para alugar bicicletas e patins por 5 reais a hora. Prefira andar nos dias de semana, porque sábado e domingo o parque é lotado! O planetário é outro passeio muito interessante para conhecer. Ele foi o primeiro planetário a ser construído no Brasil e até hoje funciona com uma programação gratuita. Há também dentro do parque um espaço só para cachorros e é possível fazer caminhadas monitoradas. Outra dica para quando você vier ao Ibira é consultar a agenda do parque que sempre recebe eventos grandes, como por exemplo, shows de jazz ao ar livre aberto ao público.

Se você ficou interessado em conhecer esse lugar prepare-se para andar muito! O parque é bem grande e se perder lá dentro é facinho! São 10 portões de entrada, alguns para pedestres, outros para carro. O horário de funcionamento é das 5h até 0h. O local é abastecido por banheiros, lanchonetes e vendedores autônomos. Um passeio para boas selfies e que vai te levar para uma outra São Paulo, muito mais verde e mais tranquila!

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana