conecte-se conosco


Polícia

Pai é preso por estupro de vulnerável de filha de 4 anos em Itiquira

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um pai acusado de abusar sexualmente da filha de 4 anos, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta sexta-feira (15.03), no município de Itiquira (357 km ao Sul).

O suspeito, A.C.C.N., 24, foi autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável. Ele também estava com uma ordem judicial de prisão decretada pela Justiça, a qual foi devidamente cumprida. 

As diligências iniciaram depois do Conselho Tutelar acionar a Polícia Civil, sobre uma criança de 4 anos, que havia dado entrada no Hospital Municipal de Itiquira com dores, sangramento e marcas de lesão na região genital.

Imediatamente os policiais civis foram até a unidade hospitalar. Na ocasião, a mãe da criança ao ver a chegada da equipe, se adiantou dizendo que o pai da menor não havia feito nada, situação que acabou levantando suspeita por parte dos policiais.

Em conversa com a vítima, a criança revelou que dorme no quarto com o irmão ainda bebê, tendo o seu pai entrado no cômodo, deitado com ela na cama e passado a mão pelo seu corpo, enquanto a mãe dormia.

Diante dos relatos da menina, os policiais civis passar a realizar busca para localizar o suspeito, encontrado no bairro ONG 4. Durante as diligências a mãe da criança passou a ofender a equipe de investigadores, em defesa do marido, bem como contradizendo os fatos narrados anteriormente.

Leia mais:  Polícia Civil desarticula organização criminosa em Sapezal

Após ser localizado, o suspeito foi levado à Delegacia de Itiquira, onde durante checagem via sistema foi descoberto um mandado de prisão contra ele. Além do mandado cumprido, o preso foi interrogado e assumiu ter tocado na filha.

A.C.C.N. foi autuado em flagrante delito pelo crime de estupro de vulnerável e posteriormente colocado à disposição da Justiça.


As investigações continuam para apurar o envolvimento da mãe da criança no crime e possível responsabilização.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil incinera 40 quilos de maconha apreendidos em Nova Canaã do Norte

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte) realizou na manhã desta quarta-feira (21.08) a incineração de mais de 40 quilos de maconha, apreendidos em ações das Forças de Segurança do município.

A grande quantidade de entorpecente, avaliada em aproximadamente R$ 80 mil, é resultado de ações de combate ao tráfico de drogas na região, realizadas pelas Polícias Civil e Militar, no primeiro semestre de 2019.

A incineração de entorpecentes é um procedimento legal, previsto na Lei 11.343/2006, de Combate ao Tráfico de Drogas. A droga destruída estava devidamente periciada, lacrada, e em envelopes de segurança

Segundo o delegado de Nova Canaã do Norte, Ruy Guilherme Peral da Silva, a apreensão e incineração da quantidade expressiva de entorpecentes representa um duro golpe no tráfico de drogas em toda região, em razão do alto valor que deixou de ser comercializado.

“O tráfico de drogas é um crime que deve ser fortemente combatido pelas Forças de Segurança, uma vez que fomenta outros crimes como roubos, furtos, homicídios, latrocínios e outros mais que assolam a sociedade”, disse o delegado


Participaram do evento, representantes do Ministério Público, Vigilância Sanitária, imprensa local bem como foi comunicada a incineração da droga ao Poder Judiciário e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil desarticula organização criminosa em Sapezal
Continue lendo

Barra do Bugres

Família de Barra do Bugres procura jovem que desapareceu em Cuiabá

Publicado

O jovem Talisson de 18 anos, está desaparecido a cerca de dois meses depois de sair de casa no Bairro Jardim Ala, em Várzea Grande.

Foto: Reprodução / TVCA

Segundo informações da família, o rapaz teria se mudado de Barra do Bugres para Cuiabá, motivado por oportunidade de trabalho. Talisson é pintor. Durante entrevista ao MTTV desta quarta-feira (21) a mãe do jovem, disse que o filho teria comunicado a namorada sobre sair com um grupo de amigos, e não voltou mais. “Fui a delegacia, fui a hospital e nada. Eu estou desesperada, quero meu filho, quero saber do meu filho vivo ou morto”, declara a mãe.


Um boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Civil investiga o caso. Quem tiver informações sobre o paradeiro de Talisson, deve entrar em contato pelo telefone 197, da PJC.

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil prende mãe por maus tratos de recém nascida
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana