conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Política Nacional

Osmar Terra defende que imunidade produzida pela infecção é melhor que vacina

Publicado


source
Osmar Terra (MDB-RS) na CPI da Covid
Divulgação/Agência Senado/Edilson Rodrigues

Osmar Terra (MDB-RS) na CPI da Covid


O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) declarou à Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Covid-19 que a imunidade adquirida após a infecção é melhor que a imunidade adquirida pela vacinação.

Ao ser questionador pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), Osmar Terra, que em ocasiões anteriores já defendeu a imunidade de rebanho, o por que da infecção ser melhor que a vacinação, o deputado respondeu que “a tendência desse vírus é produzir mais anticorpos do que esse vírus inerte”.

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) reiterou a necessidade de que a pandemia não pode ser “palco para desinformação” e afirmou ser impossível comparar a infecção do vírus à vacina.

Veja o vídeo:




Você viu?

Relembre outros momentos em que o  deputado federal Osmar Terra, suspeito de integrar o suposto “Ministério Paralelo” defendendo a imunidade de rebanho, e contestando a eficácia da vacina.

Veja os tweets:





Comentários Facebook

Política Nacional

CPI da Covid pode pedir prisão preventiva de dono da Precisa, diz Randolfe

Publicado

por


source
Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Divulgação/Agência Senado/Jefferson Rudy

Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou nesta quinta-feira que a comissão pode pedir a prisão preventiva do  empresário Francisco Maximiano, dono da Precisa Medicamentos. Randolfe criticou o fato de Maximiano ter viajado para a Índia, apesar de ter depoimento marcado na CPI para a próxima semana.

“Nós recebemos a notícia, nesta semana, que o senhor Francisco Maximiano se evadiu para a Índia e pretende não ser ouvido pela CPI na quarta-feira. Eu quero recomendar ao senhor Francisco Maximiano: volte e compareça à CPI de imediato no dia que seu depoimento está marcado. Evadir-se do país quando tem uma investigação em curso é crime. E nós não titubearemos em pedir a sua prisão preventiva — disse Randolfe, em vídeo divulgado por sua assessoria.”

Você viu?

A Precisa era a parceira do laboratório indiano Bharat Biotech, que desenvolveu a Covaxin, a vacina contra a Covid-19 mais cara a ter negócio fechado com o Ministério da Saúde. O negócio entrou na mira da CPI e, após suspeitas de irregularidade, acabou suspenso.

A defesa de Maximiano pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que ele possa escolher ir ou não à sessão da CPI marcada para a próxima quarta-feira. O argumento é que, por ser investigado, tem esse direito. Os advogados também informaram a Corte sobre a viagem à Índia.

Em 30 de junho, a relatora, ministra Rosa Weber, permitiu que ele ficasse em silêncio na CPI, mas não o desobrigou de prestar depoimento. A defesa diz que Rosa já deu uma outra decisão desobrigando um investigado pela CPI a comparecer, mas ela disse que, no caso de Maximiano, não ficou demonstrado sua condição de investigado. No novo recurso, a defesa insiste no mesmo argumento.

Continue lendo

Política Nacional

Irmã de Ciro Nogueira tem cargo de R$ 18 mil na Codevasf, “estatal do Centrão”

Publicado

por


source
Ciro Nogueira
O Antagonista

Ciro Nogueira

A advogada Juliana e Silva Nogueira Lima (PP-PI), 45, irmã do novo ministro da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira (PP-PI), ganhou um cargo na Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), com salário de R$ 18 mil, no primeiro ano do governo Bolsonaro. A companhia é conhecida em Brasília como a “estatal do Centrão”. Ciro é presidente nacional do PP e líder do Centrão no Senado Federal.

Juliana foi nomeada em 8 de outubro de 2019 como assessora do presidente da Codevasf, que, na época, era engenheiro civil Marcelo Andrade Moreira Pinto, indicado pelo DEM. Mesmo após mudanças na diretoria, Juliana continua no cargo. O cargo é comissionado, ou seja de livre nomeação, com salário bruto mensal de R$ 17.875,55, segundo o Portal da Transparência. 

A Codevasf disse que as atribuições do cargo são definidas internamente e incluem “apoiar a presidência em atividades relacionadas a planejamento e execução de ações, programas e projetos da empresa”. A estatal afirmou ainda que “Nomeações para o cargo ocorrem com base em análise do perfil profissional para exercício das atribuições e em disposições normativas”.

O atual superintendente da companhia no Piauí é Inaldo Pereira Guerra Neto, nome de confiança de novo ministro da Casa Civil. Ciro Nogueira e a Casa Civil não se manifestaram até o momento sobre o assunto.

– Com informações do portal Metrópoles.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana