conecte-se conosco


Cidades

Os desafios para 2021 são apresentados aos prefeitos eleitos da região Centro-Oeste

Publicado


A Confederação Nacional dos Municípios-CNM, em parceria com a Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM e as demais entidades estaduais da região Centro Oeste, realizou nesta quarta-feira, 25 de novembro, o 1º Encontro de Prefeitos Eleitos em 2020. O objetivo do evento é facilitar a gestão através de informações úteis que servirão para que metas positivas sejam alcançadas nos municípios.

Ao abrir o encontro, o presidente da CNM, Glademir Aroldi, agradeceu a parceria das entidades estaduais,  e destacou a liderança do presidente da AMM, Neurilan Fraga. Ele frisou que os líderes municipalistas são atuantes em Brasília e enalteceu a participação de Fraga nas mobilizações do movimento municipalista e no Conselho Político da CNM. O conselho representa a união de esforços com muita parceria na busca de amenizar as dificuldades vividas nos municípios.

Durante o evento, Aroldi, ressaltou a trajetória do movimento e lembrou que a CNM completou quatro décadas de lutas, trabalho e muito esforço em prol dos municípios. Segundo ele, as inúmeras manifestações resultaram em bilhões de conquistas aos entes. “Brasília funciona na base da pressão, então a mobilização, a união e a participação de todos tem sido decisiva para o avanço da pauta municipalista junto ao Congresso, Governo Federal e ao Supremo Tribunal Federal”, afirmou.

Dos quase 900 bilhões conquistados pelo movimento aos cofres municipais, ele destacou a contribuição da CNM para resolver os problemas da iluminação pública, do Imposto Sobre Serviços (ISS) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Somente essas três pautas, representam quase R$ 550 bilhões e anos de trabalho e de luta. Em decorrência da pandemia, o trabalho municipalista resultou em R$ 66,8 bilhões, fora a atuação técnica de apoio para tomada de decisão.

Na ocasião, foi apresentada a estrutura organizacional da entidade que representa os 5.568 municípios brasileiros. Foram apresentados os projetos desenvolvidos para atender as mais diversas realidades regionais voltadas à administração local. “Não adianta nada a estrutura existir se não tiver comprometimento, parceria, união e participação de todos os envolvidos no processo, os prefeitos, secretários, líderes e vereadores. Isto torna o nosso movimento muito forte”, complementou. A estrutura tem sua base nos municípios. O motivo da existência das entidades são os municípios.

Os prefeitos eleitos foram informados sobre as áreas técnicas e o conteúdo que concentra dados individualizados e panoramas de cada prefeitura. A equipe de colaboradores e consultores destacaram o trabalho parlamentar, institucional e de comunicação da entidade, para auxiliar os prefeitos com a gestão local.

Também foram informados sobre a pauta prioritária em andamento, como por exemplo: 1% do FPM de setembro, Reforma Tributária e novo Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundeb). “Vocês não estão sozinhos. Não estou dizendo que resolveremos todos os problemas, mas vamos caminhar ao lado de vocês, juntos, de mãos dadas e punhos cerrados na busca de nossos problemas. Não vejo municipalismo forte sem a participação de todos. Estaremos com vocês, pelos próximos quatro anos”, reforçou o presidente da CNM.

Para lidar com os desafios, uma palavra deve estar no dia a dia da gestão, a cautela. “Estamos dizendo para que tenham muita cautela na hora de estruturarem os colaboradores, a estrutura para o próximo mandato. O reeleito sabe como ele vai assumir a administração, o eleito ainda não. É tomar pé da situação. Não comece montando estrutura, secretarias, contratando gente”, alertou Aroldi.  Com o objetivo de auxiliar o gestor municipal, foi disponibilizado um documento com as recomendações básicas para os que assumem a gestão de 2021 a 2024, com foco no planejamento, administração das ações e das finanças.

Durante o mês de janeiro, a entidade vai promover o encontro Novos Gestores, entre os dias 18 e 28 de janeiro, separado por regiões, os líderes municipalistas poderão receber informações e orientações qualificadas sobre a gestão municipal. Por conta da pandemia, o evento vai acontecer de forma virtual.

Fonte: AMM

Comentários Facebook

Cidades

25 morrem de COVID em MT nas últimas 24h; Uma morte em Tangará

Publicado

Tangará da Serra tem confirmada mais uma morte, chegando a 127 vítimas fatais da doença

Nas últimas 24 horas a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) confirmou 25 óbitos em decorrência do novo Coronavírus. Ao todo, no Estado, 205.162 casos de contaminação pelo vírus já foram confirmados, sendo registrados 4.902 óbitos.

Além das 25 mortes confirmadas nessas últimas 24 horas, foram notificadas 1.428 novas confirmações de casos de Coronavírus no Estado. 8.972 pessoas estão em isolamento domiciliar e 190.234 estão recuperados.

Em Mato Grosso, entre os casos confirmados, suspeitos e descartados para a COVID-19, há 285 internações em UTIs públicas e 318 em enfermarias públicas. A taxa de ocupação está em 71,18% para UTIs adulto e em 37% para enfermaria adulto.

TANGARÁ DA SERRA

A Vigilância Epidemiológica do Município divulgou nesta quinta-feira, 21, o boletim informativo contendo dados relacionados à COVID-19 nas últimas 24 horas. Segundo o documento, Tangará da Serra tem confirmada mais uma morte, chegando a 127 vítimas fatais da doença.

O índice de ocupação de leitos de UTI pública está em 92,31%, ocupação de enfermaria pública em 50%. O índice de cura da COVID na cidade está em 97,35%. O número total de casos confirmados em Tangará é de 9.035 pessoas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

A importância dos estudos na defesa dos interesses dos Municípios é tema de plenária nos Novos Gestores

Publicado

por


Em busca de disseminar o material técnico produzido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) e mostrar a importância deles nas ações políticas da entidade, a apresentação focou os estudos e as ferramentas para auxiliar na gestão pública municipal durante os Seminários Novos Gestores, nesta quinta-feira, 21 de janeiro. 

A palestra foi da supervisora dos Estudos Técnicos, Elisiane Mangrich, que compartilhou a importância dos gestores fornecerem informações. “A entidade produz seus próprios estudos com as áreas técnicas, baseado nos dados e informações fornecidas pelos Municípios. Eles são de extrema importância para as conquistas municipalistas, pois, por meio desses diagnósticos, a CNM consegue elaborar pesquisas e levar as demandas ao Congresso Nacional. Seja por meio de ofícios, notas técnicas, informações e também criando acervo de publicações para auxiliar o gestor”, orientou.  

“Por isso é muito importante a colaboração dos Municípios para essa construção. Precisamos conhecer a necessidade local para trazer as demandas e construir soluções e alternativas para a área, com esse retorno conseguimos enxergar nossos gargalos. A gama é enorme e a CNM realiza várias pesquisas ao longo do ano, e por meio dela, levamos nossas mobilizações aos Três Poderes”, reforçou a supervisora. 

Os estudos realizados pelas áreas técnicas são fundamentais para a estruturação das ações políticas da CNM em defesa dos interesses dos Municípios. “Muitas vezes as áreas técnicas nos trazem assuntos que a gente acaba consolidando em forma de estudo e divulgando para a imprensa, o que faz com que tome uma maior proporção”, explicou Elisiane.  Conheça os estudos em nossa Biblioteca, acesse AQUI. 

Durante a palestra, Elisiane mostrou algumas pesquisas e estudos realizados pela CNM. “Hoje quero enfatizar nossas pesquisas do ano de 2020 sobre o retorno das aulas presenciais e também outra pesquisa sobre o pagamento do 13º salário nos Municípios, que mostrou a realidade financeira das prefeituras e as dificuldades em relação ao pagamento”, compartilhou Elisiane.

Na ocasião, fez um convite aos gestores e demais lideranças. “Participe das nossas pesquisas e para isso é muito importante a atualização do cadastro. Precisamos que a informação chegue até você! Trabalhar para melhorar a qualidade de vida das pessoas. É isso que nos move!”, finalizou a supervisora. 

O contato com os gestores municipais é feito via telefone, por meio do call center, por e-mail e através de formulário eletrônico. 

CONTEÚDO EXCLUSIVO 

Para as prefeituras filiadas à CNM, os gestores podem consultar a área exclusiva no site da entidade. “O conteúdo exclusivo é a nossa menina dos olhos. Nesse espaço, tanto o prefeito como os demais gestores da prefeitura têm acesso a ferramentas de apoio para o desenvolvimento municipal. Acessem e aproveitem, pois esse material é fonte de apoio para a gestão”, disse Elisiane. 

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana