conecte-se conosco


Policia Federal

Operação Títeres investiga esquema de candidaturas laranjas nas eleições de 2018

Publicado

Boa Vista/RR – A Polícia Federal deflagrou hoje (11/12) a Operação Títeres*, que tem o objetivo de investigar associação criminosa que seria responsável por fraudes e desvios de recursos públicos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha durante o pleito eleitoral de 2018.

Policiais Federais cumprem 06 mandados de Busca e Apreensão em Boa Vista, Roraima. Os mandados foram expedidos pela justiça da 1ª Zona Eleitoral de Roraima, após representação da Autoridade Policial pelas medidas e manifestação favorável do Ministério Público Eleitoral.

As investigações tiveram início após constatação que determinado partido político, em Roraima, obteve um índice de “custo de votos em reais” referente às candidatas ao cargo de deputado federal ou estadual vinte vezes superior à média brasileira.

Com a análise dos dados, a PF identificou candidatas aos referidos cargos que, apesar dos recursos recebidos, obtiveram um número irrisório de votos. Certa candidata teria recebido quase R$ 105.000,00 e obtido apenas 9 votos, por exemplo.

Os indícios constantes no Inquérito Policial apontam que se tratariam de candidatas “laranjas”, que seriam utilizadas para obtenção de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha para o grupo criminoso. Tais recursos seriam, então, destinados a candidatos que efetivamente disputariam o pleito ou utilizados para pagamentos de empresas de fachadas, ou por serviços que não teriam sido executados.

Leia mais:  PF combate o tráfico internacional de drogas na fronteira

Apesar das candidatas investigadas serem de um partido político, a maior parte dos recursos destinados a elas seria oriunda de outro partido que participava de mesma coligação à época.

A autorização e execução da transferência de recursos do Fundo de Financiamento Especial de Campanha dependeria da presidência estadual dos partidos, bem como deles também dependeriam a escolha de candidatos e aprovação de suas respectivas prestações de contas.

Os principais crimes investigados são participação em associação criminosa, a falsidade ideológica eleitoral e a apropriação de valores do financiamento eleitoral, crimes cujas penas, somadas, podem chegar a 14 anos.

*O nome da operação faz referência aos títeres, fantoches movidos por terceiros por meio de cordéis ou manipulação direta das mãos de seu operador


Comunicação Social da PF em Roraima
[email protected]
(95)3261-1500

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook

Policia Federal

Polícia Federal recebe chefe de organização criminosa que foi extraditado do Paraguai

Publicado

por

Curitiba/PR – A Polícia Federal recebeu, na noite de ontem (24/1), das autoridades paraguaias, um brasileiro, chefe de organização criminosa, considerado um dos maiores contrabandistas de cigarros do Brasil que se encontrava preso naquele país para fins de extradição/expulsão. A entrega foi realizada, às autoridades brasileiras, na Ponte Internacional da Amizade, na cidade de Foz do Iguaçu.

O contrabandista, que foi o alvo principal na Operação Contorno Norte, deflagrada em Maringá, em junho de 2019, também é alvo de investigações em outras operações da Polícia Federal e encontrava-se preso no Paraguai desde março do ano passado

Naquela ocasião, foi detido no aeroporto de Assunção/Paraguai, com apoio da Interpol e da Direção Geral de Migração do Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi, quando tentava ingressar naquele país.


Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR
[email protected]
41-3251-7809

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Leia mais:  PF deflagra operação para coibir exercício ilegal da atividade de segurança privada
Continue lendo

Policia Federal

Esclarecimento ao Público

Publicado

por

Brasília/DF – A Polícia Federal tem recebido informações sobre a existência de sítios e anúncios na internet que prometem assessoria e/ou facilitação para requerentes realizarem a solicitação do Passaporte brasileiro.

A PF esclarece que as informações detalhadas sobre o procedimento para a obtenção do documento, bem como todas as orientações necessárias aos usuários estão disponíveis, gratuitamente, em nosso sítio oficial.

A solicitação de passaportes deve ser feita, exclusivamente, no sítio da Polícia Federal (www.pf.gov.br).


 

Comunicação Social da PF61 – 20248142

 

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Leia mais:  PF combate contrabando e tráfico internacional de drogas
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana