conecte-se conosco


Mato Grosso

Operação Mão Dupla teve origem em denúncias do Detran-MT

Publicado

A Operação da Polícia Judiciária Civil, denominada Mão Dupla, deflagrada nesta quarta-feira (05.12), teve início após informações que partiram do próprio Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT). As denúncias se referem a um esquema de fraudes no trâmite para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O Detran-MT esclarece que todas as denúncias formalizadas ao órgão serão apuradas e, se confirmadas, serão instaurados procedimentos administrativos.


O Detran-MT compartilha as informações junto à PJC, por meio da Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), desde 2016.

Com a deflagração da operação, o Detran-MT continuará colaborando com as investigações, na medida em que a autarquia preza pelo combate à corrupção e lisura dos procedimentos para obtenção da CNH e demais processos, em todos os setores.

Os servidores envolvidos no suposto esquema serão afastados de suas funções e responderão a Procedimentos Administrativos Disciplinares (PAD), que, caso sejam comprovadas as irregularidades, poderão ser penalizados, inclusive, com exoneração.

Em relação às empresas credenciadas junto ao órgão, o Detran, assim que notificado formalmente, deverá instruir procedimento administrativo para apurar as denúncias. Em caso de comprovação das supostas fraudes, os profissionais e Centros de Formação de Condutores (CFCs) envolvidos serão descredenciados e impedidos de realizar novo credenciamento por até cinco anos, conforme rege a lei.

Suspensão dos exames

Leia mais:  Setor agropecuário deve emitir EFD a partir de 2019

Como alguns dos envolvidos no suposto esquema faziam parte da banca de examinadores dos exames práticos de direção veicular, as provas que seriam realizadas nesta quarta-feira foram suspensas em todo o Estado. No total, 230 exames para obtenção de CNH para carro e moto foram suspensos.

O Detran informa que nenhum candidato será prejudicado e os exames, em Cuiabá, serão realizados nesta quinta-feira (06.12). No interior, as escalas serão remanejadas e as provas remarcadas, sem prejuízo aos candidatos.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Ciopaer de Sorriso realiza 145 atendimentos em 12 meses

Publicado

por

A unidade do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) do município de Sorriso (a 400km de Cuiabá) completou um ano de atuação na região Norte do Estado. O hangar descentralizado de policiamento aéreo foi instalado no dia 21 fevereiro de 2018. 

Neste período, o Ciopaer atuou em 145 atendimentos de salvamento, ações integradas, combate a incêndios e atividades preventivas e repressivas das forças de segurança: Polícia Militar (PM), Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Sistema Prisional, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e de órgãos federais, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Federal (PF).


Além da cidade de Sorriso, as atividades do Ciopaer contemplam os municípios de Santa Carmem, Itaúba, Colíder, Marcelândia, União do Sul, Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, São José do Rio Claro, Tapurah, Santa Rita do Trivelato, Porto dos Gaúchos, Juara, Brasnorte, Ipiranga do Norte, Itanhangá, Tabaporã, Nova Maringá, Nova Ubiratã, Vera e Feliz Natal. Em 12 meses foram mais de 175 horas de voo.

“Desde a inauguração já realizamos diversas ações em conjunto com as forças de Segurança Pública, não só em Sorriso como também nas cidades do entorno. Nossa atividade no interior do Estado garante o enfrentamento eficaz na repressão da criminalidade. Com a instalação da nossa unidade, foi possível economizar recursos públicos, pois o helicóptero não precisa sair de Cuiabá para fazer atendimento no interior. Temos alcançado resultados positivos e nossa meta é avançar ainda mais”, destacou o gerente do Ciopaer de Sorriso, tenente-coronel Flávio Ramalho.

A frota do hangar é composta por um helicóptero modelo esquilo, um avião Air Tractor, próprio para combate a incêndios florestais e um caminhão tanque. Ao todo, 19 servidores, entre piloto, copiloto, tripulantes e equipes plantonistas fazem parte do efetivo.

Leia mais:  PM prende dois e apreende mais de 30 quilos de carne de animais silvestres

O comandante do Ciopaer de Cuiabá, tenente-coronel PM Juliano Chiroli, ressaltou que o projeto de descentralização da atividade aérea de segurança pública proporcionou uma resposta rápida as ações preventivas e repressivas.

“Com a ampliação do Ciopaer foi possível um tempo resposta mais rápido para o interior do Estado. Anteriormente, o atendimento das ocorrências tinha que partir de Cuiabá, o que demorava mais. Com a criação da unidade de Sorriso conseguimos melhor eficiência e alcançar resultados com a atuação integrada junto às forças de segurança estadual e federal”, enfatizou.

O hangar está em uma área de 900 m², cedido pela Prefeitura de Sorriso, dentro do aeroporto do município, localizado às margens da BR-163, no entroncamento com a BR-242, que liga as regiões Leste e Oeste do estado.

Ciopaer

As atividades do Ciopaer foram regulamentadas pelo Governo do Estado por meio do Decreto nº 8304, de 17 de novembro de 2006. O objetivo é centralizar, em um único órgão, o controle, a operação e a manutenção das aeronaves de asas fixas e rotativas de atividade policial de Mato Grosso.

Desde 2015, o Ciopaer tem auxiliado as forças de segurança pública nas ações integradas em todo o estado. Além disso, o grupamento especializado também realiza patrulhamentos preventivos com foco na redução dos índices criminais.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mais de 400 policiais militares participam de seminário sobre saúde e atividade física

Publicado

por

Mais de 400 policiais militares, praças e oficiais da capital e do interior, participaram do 1º Seminário de Prevenção em Saúde e Atividade Física do Profissional de Segurança Pública.

Promovido pela Academia Costa Verde, a universidade de graduação e pós-graduação de oficiais da Polícia Militar, o evento foi realizado em Cuiabá, nesta quarta-feira (20.02), no Teatro Zulmira Canavarros, e teve como objetivo proporcionar uma visão ampla sobre a importância da prevenção e promoção da saúde do profissional de segurança pública.


O seminário ofereceu palestras e debates com os professores especialistas Carlos Fett, major Almir Ferraz, Alan Kardec, Carlos Eilert em torno de temas como estilo de vida e prática regular de atividade física.

O comandante da Academia Costa Verde, tenente-coronel James Ferreira, começou falando sobre o sedentarismo, que segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OSM), mata 300 mil pessoas por ano no Brasil.

“Combater esse mal é uma necessidade, especialmente entre os profissionais da Segurança Pública, os quais sofrem cobrança diferenciada no que se refere ao preparo físico e psicológico”, destacou.

O comandante-adjunto da PM, coronel Wesney de Castro Sodré, abriu o seminário destacando que Mato Grosso registra um momento de queda nos índices de criminalidade e esses resultados estão sendo possíveis porque, entre outras medidas adotadas, há uma visão sobre a importância da valorização e investimentos na capacitação do policial militar.

Leia mais:  PM prende dois e apreende mais de 30 quilos de carne de animais silvestres

“Todas as boas iniciativas, como essa do seminário, serão bem-vindas e terão o apoio do Comando Geral da Polícia Militar, pois trata da qualificação, qualidade de vida e condições de trabalho”, completou Sodré.

    

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana