conecte-se conosco

  • powered by Advanced iFrame free. Get the Pro version on CodeCanyon.


Policia Federal

Operação Cartão Vermelho combate facção criminosa na região de Santa Cruz do Sul/RS

Publicado

Santa Cruz do Sul/RS – A Polícia Federal, com apoio da Polícia Civil e da Brigada Militar, deflagrou hoje (11/6) a Operação Cartão Vermelho, que visa o combate à facção estabelecida na região. Os crimes investigados são tráfico de drogas, lavagem de capitais, sonegação fiscal e organização criminosa. Estima-se que o dinheiro movimentado pelo grupo, oriundo de roubos, contrabando, exploração de jogos e do tráfico de drogas supere o patamar de meio milhão de reais ao mês.

Participam da Operação 25 policiais federais, 20 policiais militares e 10 policiais civis, com o objetivo de cumprir três mandados de prisão e cinco de busca e apreensão. Também foram obtidas quebras de sigilo bancário, sequestro de contas e restrições de veículos usados pela quadrilha.

As investigações iniciaram em outubro de 2018, quando a Polícia Federal recebeu a informação de que um automóvel estaria transportando droga para ser distribuída na região. Policiais federais realizaram a abordagem ao veículo, mas não localizaram a droga. Três homens estavam no carro e transportavam 28 mil reais em dinheiro vivo. Um deles informou que era atleta profissional de futebol e que os valores eram oriundos dessa atividade, porém, não apresentou provas dessa condição, originando o nome da Operação Cartão Vermelho.

O veículo apresentava indícios de já ter sido usado para transporte de drogas (segundo detecção por acionamento de cão farejador). Os três homens foram liberados, o veículo foi retido e o dinheiro depositado em conta judicial, iniciando-se o trabalho de investigação pela Polícia Federal.

Leia mais:  PF combate o tráfico drogas no Rio Grande do Norte

A apuração posterior indicou que um dos homens que estava no veículo teria assumido o posto de braço-direito do líder de uma facção criminosa que atua na região, após a prisão de integrantes do grupo na Operação Cúpula, da Polícia Civil.


O inquérito policial também identificou que as contas tituladas pelos implicados eram usadas para depósitos para pessoas físicas e empresas localizadas nos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo, provavelmente para pagamento de fornecedores de armas e drogas.

 

 

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Tangaraense é preso com mais de uma tonelada de maconha em Mato Grosso do Sul

Publicado

 

Luan Rodrigues Honorato de Araújo, morador de Tangará da Serra foi preso na noite deste domingo, 15, na BR 463, entre Ponta Porã e Dourados (MS) com mais de uma tonelada de maconha.

A droga era transportada em um veículo Santa Fé com registro de furto/roubo, acobertado com placas frias de Campo Grande. O condutor do veículo, que estava acompanhado de um adolescente, desobedeceu ordem de parada, mas acabou alcançado, preso e o adolescente apreendido.  O adolescente utilizava uma carteira de habilitação em nome de um irmão que encontra-se preso em Mato Grosso.

Ao abordar o veículo a equipe da PRF constatou grande quantidade de maconha que pesada chegou a 1.121 quilos em 941 tabletes. A dupla contou ter viajado de ônibus de Cuiabá a Pedro Juan Caballero exclusivamente para buscar o veículo com a droga, pelo que receberia R$ 1.200 quando da entrega em Cuiabá.


Luan alegou ter sido “obrigado” a fazer a viagem, por estar devendo R$ 10 mil para a facção Comando Vermelho, dívida que afirma ser de drogas. Luan, que possui curso superior, foi encaminhado com a droga e veículo para a Polícia Civil de Ponta Porã e o adolescente para o Conselho Tutelar. O veículo era roubado em Fortaleza, Ceará. (Com informações MS em Foco)

Comentários Facebook
Leia mais:  PF prende estrangeiro responsável por remessas de drogas para o exterior
Continue lendo

Policia Federal

PF deflagra 2ª fase da Operação Pacificação

Publicado

por

Cabedelo/PB – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (13/9) a Operação PACIFICAÇÃO II, para dar continuidade à investigação referente aos roubos das agências dos Correios das cidades de Serra da Raiz/PB, em 6/6/2018, e Dona Inês/PB, em 28/6/2018.

A operação contou com a participação de 10 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de três mandados de busca e apreensão em residências na cidade de Belém/PB. A ordem foi expedida pelo Juiz Federal da Vara de Guarabira/PB, após deliberação por parte do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, na cidade de Recife/PE.


A Polícia Federal já havia cumprido mandado de prisão preventiva contra um dos indiciados, em 28/6/2019, dentro da mesma investigação, sendo essa fase chamada Operação PACIFICAÇÃO. Outro indiciado, entretanto, continuava foragido, sendo que um dos objetivos da PF na data de hoje foi o de localizá-lo.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Leia mais:  PF investiga organização criminosa responsável por invasão de terras da União
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana