conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Entretenimento

“O Sétimo Guardião” tem estreia fraca e não impressiona

Publicado

O primeiro capítulo de uma novela costuma impressionar por algum motivo: um personagem principal que apaixona, um vilão que odiamos, ou em último caso uma bela paisagem, com a Bahia ou o Jalapão. “O Sétimo Guardião”, nova novela das 21h de Aguinaldo Silva
, não tem nada disso e sue primeiro capítulo não teve nenhum destaque.



Reprodução/TV Globo

“O Sétimo Guardião”

O capítulo acaba com os dois protagonistas se conhecendo de maneira inusitada: Gabriel (Bruno Gagliasso) enterrado vivo e Luz ( Marina Ruy Barbosa
) o salvando. Mas, fora isso, nem um dos dois tiveram um grande momento na estreia de “ O Sétimo Guardião
”.

Leia também: Protagonista em “O Sétimo Guardião”, Bruno Gagliasso tenta superar polêmicas

Luz passou a maior parte do tempo dormindo e tendo pesadelos, enquanto Gabriel atendia um chamado cósmico que o levou a Serro Azul e o fez abandonar a noiva Laura (Yanna Lavigne) no altar.

Sua mãe Valentina (Lilia Cabral) foi uma das protagonistas da estreia, e conhecemos um pouco de sua história: foi abandonada no altar por Egídio (Antônio Calloni) e acabou se tornando uma mulher amargurada. Deixou Serro Azul para trás, e a família que lá tinha, a irmã Marilda (Letícia Spiller) também. Spiller por sinal está com um sotaque afetadíssimo que poderia funcionar, não fosse o fato de que só ela fala dessa maneira na cidade toda.

Tony Ramos teve dois momentos como Olvao: elogiando a filha quando a vê vestida de noiva, e prometendo acabar com Valentina quando Gabriel foge do casamento. A cena dos dois, porém, não convence. Os diálogos maquinais (“eu vou acabar com você”) não combinam mais com o formato da dramaturgia atual.



Divulgação/TV Globo

“O Sétimo Guardião”

A novela inteira na verdade parece destoar de um ano como 2018. Qual a motivação para que um homem como Olavo, que tem uma filha linda e bem colocada na sociedade, tenha que arranjar um casamento com um rapaz igualmente lindo e bem apresentado, em troca de um contrato financeiro com a mãe do noivo?

Enquanto isso em Serro Azul, Nicolau (Marcelo Serrado) beirou o desespero com o homem que já tem quatro filhos com a belíssima esposa Afrodite (Carolina Dieckmann), mas quer mais um, pois sonha em ser pai de um jogador de futebol. A cena dele em cima da mulher na cama tentando transar já que ela está em seu período fértil é horrível. Depois de ouvir não repetidas vezes, ele finalmente desiste, mas diz que ela vai ter que ceder na manhã seguinte.

Leia também: Amor e mistério permeiam “O Sétimo Guardião”, nova novela das 21h da Globo

Outro personagem que ganhou destaque sem motivo aparente foi Eurico Júnior (José Loreto) como o típico playboy de cidade de interior com pouco apreço para regras e leis. Ele persegue Luz mesmo sem ela se interessar e tem uma “tiete” em Lourdes Maria, papel muito aquém da personalidade de Bruna Lizmeyer. Caio Blat também tem seu momento como o misterioso Geandro, irmão de Júnior, que parece ter passado por uma clínica de reabilitação e desconfia do pai, o prefeito Eurico (Dan Stulbach).

O personagem de Stulbach é um dos sete guardiães que protegem o segredo das águas da cidade que tem poderes. Esse foi o ponto alto da trama já que, ao contrário de todos os outros personagens mal dirigidos, tem um entrosamento real e convencem como um grupo inadequado de pessoas. Zezé Polessa está ótima como a mística Milu, o comportamento de Stulbach torna-o divertido e Egídio vive bem o líder que, com a fuga do gato León, pode estar vivendo os últimos dias de sua vida.



Reprodução/TV Globo

“O Sétimo Guardião”

Sem fazer salto temporal, a novela tem quase 40 personagens creditados, e não mostrou nem metade deles em seu início. O que pode render boas histórias paralelas, também pode servir como barriga para aparecer e sumir quando o roteiro não vai para frente (alô “Outro lado do Paraíso” e “A lei do Amor”).

A presença de Marina Ruy Barbosa (que praticamente  não saiu da programação
da emissora em 2018) também não é justificável. Não há nada em sua Luz que pareça exclusivo da capacidade de interpretação da atriz e qualquer outro nome da emissora poderia ocupar o papel, dando um merecido descanso de imagem para a ruiva.

Com sorte, Aguinaldo Silva vai se apoiar mais nos guardiães e, assim, “ O Sétimo Guardião
” pode ter algo de diferente para mostrar. Até agora, o realismo não teve nada de fantástico, e os momentos mais sobrenaturais protagonizados por Luz foram dignos de risada e não espanto.

Comentários Facebook

Entretenimento

Zezé Di Camargo e Luciano encerram comemorações pelos 46 anos de Tangará da Serra

Publicado

Foto: Assessoria de Imprensa

Fechando as celebrações do 46º aniversário de emancipação político/administrativa de Tangará da Serra, uma apresentação da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano neste domingo, 15, lotou o Módulo Esportivo, palco onde os artistas cantaram seus sucessos e encantaram o público.

Com entrada franca, o show faz parte do projeto ‘Consertos Ihara’ que leva para o interior do país o melhor da música nacional. O evento estava programado para acontecer em 2020, mas foi adiado devido à pandemia da Covid-19.

No palco com a dupla sertaneja, se apresentou a Orquestra Contemporânea Innovare. “O Concertos Ihara vem cumprir o objetivo de interiorizar a cultura e valorizar as pessoas que ajudam, dia após dia, a construir a história desse imenso país”, frisou a organização do evento que contou com o apoio do Município.

Foto: Assessoria de Imprensa

“São projetos sociais e culturais como esse que reforçam que, além de levarmos soluções inovadoras para a agricultura brasileira, também buscamos fortalecer nosso comprometimento com as comunidades onde atuamos”, afirma Gabriel Saul, Gerente de Comunicação da Ihara.

O projeto é enquadrado na Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Ihara, apoio da Prefeitura e realização do Ministério do Turismo.

Continue lendo

Entretenimento

Xuxa cita dupla personalidade de Pelé e momento quente com Senna

Publicado

por


source
Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna
Reprodução/Divulgação

Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna

Xuxa vive uma história de amor madura com o ator e cantor Junno Andrade. A apresentadora, de 59 anos, diz que seus relacionamentos a levaram à forma com ela encara, atualmente, a vida a dois. Alguns deles acompanhados de perto pelos olhos atentos do público, como Pelé e Ayrton Senna. Este último, um relacionamento intenso, mas que não durou muito tempo. Nas palavras da apresentadora, ambos tinham uma conexão que “era difícil para as outras pessoas entenderem”.

Entre  no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro das principais notícias dos famosos e da TV

Xuxa revelou até o que ocorria na intimidade entre ela e o piloto. A apresentadora narrou, por exemplo, um momento quente do casal quando pediu para que ele usasse um capacete.

“Na hora em que a gente foi ficar junto, ele começou a puxar o meu cabelo, como se fosse uma chuquinha, para cima. Aí eu olhei para ele e disse: ‘Ah, você quer ficar com a Xuxa da televisão’… Não tem problema, boto a bota, chuquinha, mas você coloca o capacete?”, disse ela ao programa “Papagaio Falante”, no Youtube.

Ainda segundo ela, isso aconteceu após ela narrar para Beco, apelido pelo qual chamava Ayrton, um episódio de um relacionamento anterior em que, na hora do rala e rola, o parceiro pediu para que ela cantasse “Quem quer pão?”.

Leia Também

Xuxa falou ainda sobre seu relacionamento com Pelé. Disse que o ex-jogador foi seu “primeiro amor, um grande amor”. Eles se conheceram durante um ensaio fotográfico para uma capa de revista. Ficaram juntos por cerca de seis anos. A apresentadora, porém, destacou que não foi um período “fácil” e citou que Pelé tinha “dupla personalidade”.

“Foi dos17 aos 23. Ele tem dupla personalidade, fala na terceira pessoa. Eu me apaixonei pelo Dico (apelido), que era apaixonado, era familia”, disse Xuxa sobre ele na intimidade.

Diferente da forma que agia quando o astro do futebol entrava em cena: “Às vezes chegava com camisa suja de batom. Dizia: ‘essas mulheres ficam querendo agarrar o Pelé’. Eu era muito nova. Não foi fácil.”

No início do relacionamento, Xuxa contou que Pelé levou as modelos que participaram do ensaio para uma boate. Na hora da despedida, ele deu um beijo “quase na boca” da apresentadora.

“Meu coração bateu mais forte. (Posteriormente) mandava flores para minha mãe. Conversava com o meu pai”, completa ela, que, no início do relacionamento, só saía com Pelé depois da autorização dos pais.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana