conecte-se conosco



Mulher

O que é traição para ela nem sempre é traição para ele; veja diferenças e opine

Publicado

O que você considera uma traição? Para homens e mulheres, isso pode significar coisas bem diferentes. Enquanto para elas uma simples paquera já é considerada uma forma de trair o parceiro, para eles o adultério só acontece quando há sexo fora do relacionamento , por exemplo.


O que pode ser considerado traição para um pode não ser para o outro. Isso é o que indica uma nova pesquisa
shutterstock

O que pode ser considerado traição para um pode não ser para o outro. Isso é o que indica uma nova pesquisa

Isso é o que indica uma pesquisa conduzida pela “BBC Radio 5 Live”, do Reino Unido, que contou com a participação de mais de 2 mil adultos. De acordo com os resultados, metade dos homens (50%) acredita que beijar outra pessoa não é uma traição , mas 73% das mulheres pensam exatamente o contrário. E você, qual a sua opinião?


Beijar outra pessoa na boca é traição?

A mesma quantidade de homens também acredita que o sexo virtual não é uma infidelidade, já as mulheres, novamente, tem uma opinião contrária. 75% das entrevistas acreditam que essa seja, sim, uma forma de trair. Com quem você concorda?


Sexo virtual é traição?

Segundo o portal britânico “The Independent”, o coach de relacionamento James Preece fez uma análise dos dados da pesquisa e sua conclusão é de que isso mostra que homens e mulheres têm pensamentos muito diferentes quando se trata de ter  intimidade com outra pessoa fora da relação.

Leia mais:  Quer aprender alavar louça de forma eficiente? Confira algumas dicas

O especialista explica que, independente do sexo, quando uma pessoa beija outra e acha que não está sendo infiel porque não avançaram para o sexo, ela está demonstrando uma falta de respeito com a pessoa com quem ela se relaciona e com o relacionamento em si. “Se você não se importa o suficiente com suas ações ou com a reação do seu parceiro ou parceira, então você está com a pessoa errada”, afirma James.

Traição é apenas quando envolve sexo? 


Beijo, sexo, usar aplicativos de relacionamento, fazer sexo virtual, tudo isso pode ser considerado traição para as pessoas
shutterstock

Beijo, sexo, usar aplicativos de relacionamento, fazer sexo virtual, tudo isso pode ser considerado traição para as pessoas


Como era esperado, a pesquisa também indica que 91% das pessoas consideram traidor quem tem relações sexuais fora do relacionamento. Usar aplicativos de relacionamento escondido é considerado uma forma de traição para 40% dos entrevistados, levando em ambos os sexos.

Outro dado interessante é que 47% das pessoas acreditam que deveria ter uma atualização na forma como a educação sexual é ensinada nas escolas. Para os entrevistados, essa disciplina presente nas escolas do Reino Unido não as preparou para suas vidas sexuais e talvez, por isso, a opinião de homens e mulheres sobre a traição  seja tão distinta.

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Reforma de apartamento: dicas que deixam esse momento fácil, rápido e econômico

Publicado

por

No texto anterior apresentamos dicas para aprimorar seu conhecimento antes de iniciar uma reforma. Nesse novo material, vamos apresentar novas diretrizes focando em planejamento. Preparados para iniciar efetivamente sua obra?

1.       Contratação de mão-de-obra – quem devo contratar?

Existem algumas opções de profissionais como construtoras, empreiteiras e profissionais liberais da construção – pedreiros ou mestre de obras. Independente da escolha, opte por ter um responsável técnico acompanhando o processo e auxiliando na conferência das etapas concluídas. Lembre-se que uma reforma envolve altos custos e será, provavelmente, um dos maiores investimentos que integrarão a sua propriedade.

A maior fonte para contratação é a referência do profissional através de pessoas da sua rede de confiança. Assegure-se que os serviços realizados pelo responsável técnico indicado foram devidamente concluídos, observe a qualidade e organização, assim como garantias oferecidas. Atente para o ditado popular: “O barato sai caro”. Isso porque uma contratação a custo baixo pode redundar em altos custos em termos de consertos.

2.       Demolições


Obra: Arquiteta Heloisa Yamashiro, tyme Arquitetura e InterioresProteção dos itens da obra
Arquivo pessoal

Obra: Arquiteta Heloisa Yamashiro, tyme Arquitetura e InterioresProteção dos itens da obra

Se está prevista uma quantidade significativa de itens a serem removidos, programe a demolição e uma equipe somente para esta etapa. Os apartamentos possuem espaços reduzidos e realizar serviços simultâneos poderá acarretar em descarte indevido de materiais. Avalie a necessidade ou de caçamba para quantidades grandes ou de empresas que retiram sacos por unidade. Importante: gesso deve ser descartado separadamente e informado a empresa responsável pela remoção do entulho. O descarte inadequado pode contaminar o solo e o lençol freático.

Leia mais:  Professor afasta menino com câncer de outros alunos por achar que é “contagioso”

Dica da Helô: proteja com papelão e/ou plástico bolha os itens que não serão removidos como louças, metais, bancadas, portas, janelas, entre outros. Troque sempre que necessário. Se possível, retire do apartamento todos os móveis. É muito comum durante a reforma aparecer itens danificados. E de quem será a conta do reparo?

3.       Compra do material

Com a demolição concluída, você consegue comprar e programar a entrega dos materiais com mais tranquilidade – lembra do espaço reduzido citado acima? Tenha em mãos um memorial com as metragens necessárias, pesquise preços em diferentes lojas e, se possível, peça um orçamento prévio por telefone ou e-mail. Formas de pagamento, juros, prazo de entrega e cobrança de frete devem constar nas informações dos fornecedores.

Atenção redobrada a produtos com alta porcentagem de desconto. O material pode estar fora de linha, ou seja, com pouca disponibilidade para aquisição no mercado – no caso de precisar complementação na obra – ou ponta de estoque – caixas e peças danificadas ou manchadas.

Dica da Helô: confira sempre no ato da entrega dos revestimentos se as embalagens do produto apresentam o mesmo número de lote. Desta forma evitamos as possíveis variações do material como tonalidade e dimensões.

4.       Realização efetiva da obra – execução de fechamentos verticais (alvenarias ou dry-wall) e infraestrutura – rede elétrica e hidráulica

Enquanto o material de acabamento não chega, libere a equipe de obra para executar fechamentos em geral, nivelamento de piso, impermeabilizações e toda a infraestrutura como elétrica, hidráulica, tubulação frigorígena e drenos para ar-condicionado. Caso seu planejamento tenha forro de gesso, a distribuição da iluminação já pode ser realizada.

Leia mais:  Casal encontra bilhete premiado no valor de US$ 1,8 milhão ao limpar a casa

5.       Acabamentos

Inicie pelo assentamento dos revestimentos de piso e paredes das áreas frias (banhos, cozinha, área de serviços e terraços). Depois, avance para a área social (salas) e íntima (quartos) – não esqueça do rodapé. Pela facilidade e agilidade de instalação, programe em uma única etapa o forro e/ou moldura de gesso, se existir. Seguindo o cronograma, masseamento e primeira demão de tinta nas paredes e tetos. Programe a instalação das bancadas, louças, metais e luminárias.

Dica da Helô: antes da pintura final, é interessante a marcenaria realizar a instalação. Como este tipo de serviço demanda perfuração de paredes e grandes movimentações, as paredes acabam sujando e/ ou riscando. O acabamento final, desta forma, ficará mais satisfatório.

Que tal voltar ao artigo anterior, no tópico 3? Tenho certeza que agora você estará com mais conhecimento e segurança para não errar no planejamento. 

Vale ressaltar que o sucesso de uma reforma está associado a diversos fatores, principalmente porque dependemos de serviços terceirizados que podem sair do nosso controle. Atente às dicas da Dentro de Casa e saiba que nós apostamos no sucesso da sua reforma .

Leia também: 

Está querendo fazer a reforma do seu apartamento? Confira aqui o passo a passo

Economizando na obra: 3 substituições de materiais para a sua reforma 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Babás contam as piores coisas que já fizeram enquanto estavam no trabalho

Publicado

por

Seja para ajudar no dia a dia ou para uma saída esporádica com o marido ou amigos, uma alternativa para os pais é contratar serviços de babás para ficar de olho nos filhos. E sabemos que cuidar de crianças – das mais diferentes idades – não é uma tarefa fácil. O trabalho exige dedicação e atenção total, mas parece que não é isso que acontece por aí. 


Nem todas as babás apenas cuidam das crianças ao longo de um dia de trabalho...
shutterstock

Nem todas as babás apenas cuidam das crianças ao longo de um dia de trabalho…

Leia também: Mãe impressiona com lista de exigências para encontrar babá

O jornal Daily Mail publicou recentemente um compilado de histórias até um tanto absurdas que babás compartilharam de forma anônima no site Whisper . Enquanto teve gente que se rendeu ao cansaço e dormiu no serviço, teve quem aproveitasse a soneca da criança para transar com o namorado. 

As histórias vão deixar qualquer um que tenha filhos de cabelos em pé! Veja o que quem já trabalhou como babysitter disse:

Babás contam as piores coisas que já fizeram no trabalho


Uma das babás revela que já dormiu enquanto estava cuidando de uma criança. Veja outras histórias
shutterstock

Uma das babás revela que já dormiu enquanto estava cuidando de uma criança. Veja outras histórias

As primeiras histórias são as citadas acima. Em um caso, uma mulher conta que era responsável por cuidar da irmã mais nova. Entretanto, ela achou que fosse ser uma boa ideia aproveitar o momento e manter relações sexuais com o namorado. Resultado? Ela diz que o casal quase foi pego no flagra

Leia mais:  Quer aprender alavar louça de forma eficiente? Confira algumas dicas

Já no outro caso, a babá conta que não aguentou o cansaço e acabou pegando no sono durante o trabalho. “Duas horas depois eu acordei com a criança me encarando”, detalha a pessoa de forma anômina ao site. 

Algumas vezes, a babá faz algo errado e ainda coloca a culpa nos pequenos. Uma disse que entupiu o banheiro principal da casa na qual estava trabalhando e disse que foi a criança. 

Quem cuida de crianças de qualquer idade sabe que não pode desviar a atençao nem por poucos segundos. Uma profissional confessa que estava com uma menina de três anos e a deixou sozinha por alguns minutos. Quando voltou, a pequena estava coberta de creme de barbear, da cabeça aos pés. 

Leia também: Pais procuram “babá mente aberta” que trate as crianças sem gênero

Em outra história, a babá disse que deixou a criança sozinha e logo começou a ouvir barulhos bem estranhos. O pequeno estava na frente da televisão, assistindo à pornografia gay. 

Já outra das babás foi além e envolveu os pais na história. Ela confessa que, sempre que estava trabalhando, furava as camisinhas do casal para que eles tivessem mais filhos e ela garantisse o seu trabalho por muitos e muitos anos. Oi?!

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana