conecte-se conosco


Saúde

Número de clientes de planos de saúde tem primeira elevação desde 2014

Publicado

Os planos de saúde fecharam 2018 com alta de 0,4% no número de clientes, em comparação ao ano anterior. Os números são do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). 

Esta foi a primeira elevação desde 2014. No período compreendido entre 2014 e 2017, o setor de saúde suplementar só registrava perdas. Mais de 3 milhões de consumidores perderam os planos de saúde.

Os planos médico-hospitalares encerraram 2018 com 47,4 milhões de clientes. No total, foram firmados 200,2 mil novos contratos de janeiro a dezembro, segundo o IESS. O instituto atribuiu o impulso para a recuperação do setor às regiões Centro-Oeste e Nordeste. No Centro-Oeste, foram registrados 111,8 mil novos vínculos ao longo de 2018, incremento de 3,6% e um total de 3,2 milhões de pacientes atendidos.

O superintendente-executivo do IESS, Luiz Augusto Carneiro, destacou que dos novos vínculos, 49,9 mil estão concentrados no Distrito Federal, que encerrou dezembro com 917,8 mil pessoas assistidas por planos médico-hospitalares, o que representa um crescimento de 5,8% em relação ao período anterior.

Outro destaque é o Nordeste, onde foram firmados 82,8 mil novos vínculos. A região contabiliza 6,6 milhões de beneficiários, com aumento atingiu 1,3%.

No Sudeste, o destaque foi São Paulo que, mesmo sendo o maior mercado de planos de saúde do Brasil, fechou o ano com evolução de 0,3% no total de planos médico-hospitalares, o que equivale a 58,3 mil novos contratos. “O estado representa mais de um terço, ou o equivalente a 36,3% do total do mercado nacional. Com esse tamanho, é natural que qualquer processo de retomada seja mais lento. Mas, uma vez ‘engatada’, a tendência é que a saúde suplementar volte a apresentar resultados positivos”, avaliou Carneiro.

Leia mais:  Com 4,8 mil casos de dengue, Bauru faz ações para combater mosquito

Crescimento

O superintendente do IESS indicou que o processo de recuperação de consumidores de planos de saúde está atrelado ao desenvolvimento econômico e à geração de empregos formais, especialmente nos setores de comércio e serviço dos grandes centros urbanos. “Esperamos ter indicadores econômicos positivos, mas se isso não acontecer, o setor pode permanecer estagnado por mais um tempo”, advertiu. 

A expectativa é que o setor volte a crescer de modo mais efetivo quando o mercado formal de trabalho voltar a contratar, porque é o mercado formal que oferece planos de saúde e odontológicos como benefício a seus colaboradores.


O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo promover e realizar estudos sobre saúde suplementar baseados em aspectos conceituais e técnicos que colaboram para a implementação de políticas e para a introdução de melhores práticas no país.

Edição: Sabrina Craide

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Prevenção e Detecção: exames de colo do útero e próstata serão entregues nesta terça e quarta

Publicado

Os exames preventivos e de diagnóstico precoce de câncer do colo de útero e próstata realizados no dia 05 de junho, a partir de uma parceria entre o Hospital do Câncer de Barretos e  Lions Clube, ficaram prontos e serão entregues nesta terça e quarta-feira (21), na sede do Clube, em Tangará da Serra.

Os exames devem ser retirados na sede do clube, localizado na Rua 22, nº486, Bairro Jardim Tangará II.

Para os exames de próstata, a triagem observou a faixa etária entre homens de 50 a 69 anos. Já os exames de colo de útero (papanicolau) foram destinados exclusivamente para mulheres com vida sexual ativa. O clube de serviços, mantém um convênio com o Hospital do Amor há cinco anos e em 2019 a meta é atender cerca de 600 pessoas com exames preventivos.


A triagem possibilitou a 50 mulheres e 40 homens os exames no ambulatório montado na carreta do Hospital do Amor, que esteve no município. De posse dos resultados, os pacientes que necessitarem de tratamento serão encaminhados. Mais informações, pelo Fone: (65)9. 9903-8910.

Comentários Facebook
Leia mais:  Recreação terapêutica vai auxiliar na recuperação de crianças internadas na UPA
Continue lendo

Mato Grosso

Criança de Arenápolis passa mal e morre após dias internada em Cuiabá

Publicado

Uma menina de 7 anos, residente em Arenápolis morreu na manhã desta segunda-feira (19), após uma semana internada em Cuiabá.

Segundo informações, no último dia (14) Maria Eduarda estava em casa sentiu fortes dores de cabeça, e foi levada ao Posto de Saúde local, e devido a crise convulsiva grave, encaminhada as pressas, ao Pronto-Socorro de Cuiabá. Depois de alguns dias internada na UTI, a garota não resistiu, sendo confirmada morte cerebral. Exames foram realizados para apontar a causa da morte, a princípio a suspeita era de  meningite, mas hipótese foi descartada. Os médicos constataram aneurisma cerebral, problema de saúde já apresentado pela menina desde os primeiros anos de vida.

Devido ao óbito a escola Estadual Alfredo de Araújo Granja, onde a menina estudava em Arenápolis, declarou luto e cancelou as aulas desta terça-feira (20). O corpo de Maria Eduarda está sendo velado na Igreja Evangélica Congregacional e o sepultamento está previsto para o período da tarde, no cemitério da cidade.


 

 

 

 

 

Da Redação, com informações Atual MT

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Com 4,8 mil casos de dengue, Bauru faz ações para combater mosquito
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana