conecte-se conosco


Mulher

Novos donos de pets: saiba tudo para cuidar bem do seu bichinho

Publicado


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Novos donos de pets: saiba tudo para cuidar bem do seu bichinho

A chegada de um bichinho ao nosso lar traz muitas alegrias, mas também requer adaptações . Os novos donos de pets precisam saber que, tanto adotar como comprar um animal de estimação, exige uma dose de planejamento para garantir sua qualidade de vida. Nesse contexto, a veterinária Thaís Matos, da DogHero, explica que entender quais são os melhores cuidados a serem tomados é fundamental.

“Especialmente se for um filhotinho, os novos tutores precisam ter em mente alguns itens que serão necessários, pelo menos em um primeiro momento. Caso o pet seja adulto, sua chegada também envolve mudanças, como pensar na rotina de passeios e alimentação, disposição dos móveis, objetos que ele alcança, entre outros fatores”, pontua. Saiba mais!

Principais dicas para os novos donos de pets

Novos donos de pets: saiba tudo para cuidar bem do seu bichinho
Foto: Shutterstock

O que comprar

No caso dos cães, os itens indispensáveis para todas as idades são coleiras, guias e identificação. Isso porque, ao sair de casa, a coleira com a plaquinha deve estar nele o tempo todo. Caso fuja, a pessoa que encontrá-lo poderá falar diretamente com você.

Escolher o comedouro certo para o seu pet para também é bem importante. O recipiente deve ter duas divisórias, uma de comida e outra para água. Enquanto isso, os brinquedos têm muitas funcionalidades, como distrai-lo, fortalecer os laços, desenvolvê-lo e evitar a ansiedade quando estiver sozinho.

O refúgio de descanso e conforto do animal de estimação é sua casinha e caminha. Por isso, escolha um modelo que seja adaptável para o tamanho dele e o espaço disponível no cômodo do seu lar. Outra sugestão, que os gatos amam, é utilizar uma toca ou caixa. Cobertores e mantinhas também trazem conforto e ainda podem te ajudar no dia a dia, pois protegem o sofá, cama ou poltrona dos pelos .

Alimentação

Outro item importante para verificar com um veterinário é a escolha do tipo de alimentação, seja seu pet filhote ou adulto. Antes de levá-lo para casa, certifique-se com o profissional da indicação da marca da ração, tipo e quantidade que ele deve consumir.

Além disso, vale pedir orientação sobre petiscos para esse primeiro momento de adaptação. É necessário ter cuidado com os snacks escolhidos, pois os pets também possuem necessidades individuais.

Banhos

Para novos donos de pets que forem dar banho nos animais em casa, a escolha correta do shampoo e condicionador é essencial. Dependendo do tipo do pelo e da pele do animalzinho, os cuidados devem ser mais específicos. Consulte o veterinário para saber quais produtos comprar.

Antes de começar o banho, proteja a orelha do seu cachorro com um pedaço de algodão hidrófobo, encontrado em lojas especializadas para pets ou materiais médicos. Esse tipo de material é impermeável e evita a entrada de umidade, uma das causas de inflamações no ouvido.

Atenção para a temperatura da água! O ideal é sempre mantê-la morna, mesmo nos dias de verão . No focinho, ao invés de molhar, você pode passar uma toalha úmida em todo o rosto dele. E, em seguida, outra com um pouquinho de shampoo. Finalize com uma toalha molhada apenas com água. Lembrando que, se ele tiver “dobrinhas”, você precisa dar uma atenção especial a elas, fazendo a higienização adequada.

Depois do banho, utilize um algodão comum para higienizar os ouvidos do cãozinho e se certifique de secar bem a região, que é bem sensível. Outro cuidado é com o uso do secador, para não machucar o seu pet. Tenha bastante atenção à temperatura do ar, que deve ser morna. Nas patas e regiões com pouco pelo, como barriga e genitais, utilize o ar frio. A cabeça requer cautela, pois o vento pode ressecar e causar lesões nos olhos, principalmente nos pets com olhos grandes.

Já os gatos, como sabemos, não precisam tomar banho, pois se higienizam sozinhos de forma eficiente, já que suas línguas têm filamentos finos que funcionam como uma escova. Eles costumam ficar muito estressados em contato com a água, que deve ser sempre evitada, exceto em casos específicos de recomendação veterinária.

Vacinação

A vacinação é um método de imunização bastante seguro e a melhor maneira de manter seu pet protegido. Siga as recomendações do veterinário desde cedo para evitar que o bichinho fique doente.

É importante ressaltar que o sistema imunológico dos filhotes de cachorro é mais fraco do que o de um cão adulto, portanto, eles só podem sair para a rua depois dos 3 meses de idade – após tomarem as vacinas e vermífugos. Já a vacina múltipla, aplicada a partir de 60 dias de vida, tem a função de prevenir doenças que são comuns aos felinos. Prevenção também é um ato de amor!

Colaboração: DogHero, empresa de serviços para animais de estimação | Edição: Milena Garcia e Renata Rocha

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

Macacão utilitário: como usar a peça versátil em qualquer estação

Publicado

por


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Macacão utilitário: como usar a peça versátil em qualquer estação

Que tal montar looks com o macacão utilitário ? Você não vai querer mais usar outra roupa. Além de ser versátil e ideal para qualquer estação do ano, ele também é capaz de transitar entre diferentes tipos de estilos, para compor visuais mais despojados ou elegantes.

A tendência é perfeita para quem busca conforto e praticidade dentro da moda, já que normalmente conta com bolsos, além de ser uma peça única. Não tem erro… Apenas o preço pode acabar sendo salgado, mas vale a pena investir no modelo curinga – e que, dependendo do material, com certeza durará anos. Confira!

Looks com macacão utilitário para qualquer época

Sem mangas

Macacão utilitário: como usar a peça versátil em qualquer estação
Fotos: Reprodução/Pinterest

Essa opção é a cara do verão. Se combinada com uma blusa de gola alta e de manga comprida por baixo, também pode ser uma ótima produção para apostar nos dias mais frios. O sapato também pode complementar o look de acordo com a estação.

Com botas

alt
Fotos: Reprodução/Pinterest

A peça fica chique com uma bota em couro ecológico, especialmente de salto alto. Esse visual se torna ainda mais elegante se você fechar todos os botões do macacão utilitário, como se fosse uma gola alta, em dias mais frios.

Jeans

Macacão utilitário: como usar a peça versátil em qualquer estação
Fotos: Reprodução/Pinterest

O jeans nunca sai de moda e é sempre uma opção bastante versátil, já que pode ser combinado com sapatos abertos, botas, saltos e até mesmo tênis, para compor looks mais despojados. Aposte nesse visual e tenha uma peça que durará as quatro estações.

Estilo jogging

alt
Fotos: Reprodução/Pinterest

A barra da calça do macacão utilitário em estilo jogging também pode ser outro detalhe bem charmoso para montar visuais modernos. A opção também é ideal para quem busca uma peça que pode ser usada em qualquer ocasião, já que dá certo com diversos tipos de sapato.

Você viu?

Cores vivas

Macacão utilitário: como usar a peça versátil em qualquer estação
Fotos: Reprodução/Pinterest

Vermelho, laranja, amarelo… O macacão utilitário em cores mais vivas é a cara do verão. Vale apostar, também, nas fendas e nos decotes para driblar os dias mais quentes. Use e abuse dos acessórios , como cintos, colares e brincos. Aproveite!

Texto: Giulianna Lombardi | Edição: Renata Rocha

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Azulejos na decoração: 7 dicas para deixar o ambiente mais moderno

Publicado

por


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Azulejos na decoração: 7 dicas para deixar o ambiente mais moderno

Há muitos anos, os azulejos estão entre as principais tendências de decoração dos lares. Um dos motivos é a versatilidade desse tipo de material, encontrado nas mais diversas cores, estampas e tamanhos. Outra vantagem é sua longa durabilidade, especialmente se comparado à pintura. Para completar, o revestimento cerâmico ainda é de fácil manutenção e, ao ser limpo com uma simples mistura de água e sabão, já volta a parecer novinho em folha.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre qual modelo escolher e quais são os melhores lugares da casa para apostar no uso de azulejos, a arquiteta Lígia Franco, da Doutor Resolve, reuniu dicas práticas que ajudarão (e muito) quem deseja transformar a decor . Confira!

Dicas para usar azulejos na decoração da sua casa

Azulejos na decoração: 7 dicas para deixar o ambiente mais moderno
Foto: Shutterstock

Local ideal

Além da estética, é preciso considerar a função principal atribuída aos azulejos… A proteção. Em cômodos “molhados”, como banheiros e lavanderia, o material é capaz de impedir a penetração da umidade nas paredes. Enquanto, em espaços de maior contato com a gordura, como cozinha e churrasqueira, ele serve para facilitar a limpeza .

Apesar disso, a especialista reforça que nada impede que você use a criatividade para incluir os azulejos em outros cômodos da sua casa. As paredes da sala ou corredores são ótimos exemplos.

Combinações

É possível também combinar dois ou mais modelos de azulejos, sendo que algumas lojas já até disponibilizam conjuntos com estampas diferentes. No entanto, a profissional alerta: “Deve haver cautela para não cansar o olhar ao trabalhar com mais de uma opção ao mesmo tempo”.

Para quem deseja fazer isso, é importante manter um modelo em tons neutros como base e, então, brincar com outro mais colorido ou até com o formato diferente.

Escolha do tamanho

Após a definição da área, você deve definir o tamanho das peças, que podem ser quadradas ou retangulares. Ao assentar todas as paredes do banheiro com o azulejo retangular, com o maior lado no sentido vertical, por exemplo, cria-se uma ilusão de ótica de que o pé direito (medida do chão ao teto) é maior do que realmente é.

Outro truque para metragens reduzidas é dar preferência para peças pequenas. Caso contrário, o ambiente poderá ficar visualmente confuso e poluído.

Altura correta

“Outra questão que deve ser considerada é a altura do revestimento. Para banheiros , não é obrigatório ‘azulejar’ todas as paredes até o teto. Você pode revesti-las até uma altura de 1,50 m para atender às determinações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Já a parte superior da parede pode receber apenas pintura, o que reduz o custo total”, orienta Lígia.

Você viu?

No entanto, para quem pensa em utilizar o material na área de serviço, a dica é assentar o azulejo apenas na parede atrás do tanque.

Pastilhas para complementar

Caso você queira revestir as paredes até meia altura (1,50 m), o acabamento pode ficar por conta de uma faixa de pastilhas ou faixa cerâmica. O resultado é uma decoração muito mais charmosa e focada nos detalhes.

Sem desperdícios

Após definir qual a área receberá o azulejo, calcule a quantidade que será aplicada em cada parede. Dessa maneira, você evita comprar material em excesso ou em pouca quantidade e reduz o risco de não encontrar mais o modelo desejado.

Preço

O valor do material irá variar de acordo com o tamanho, marca e qualidade escolhidos. Para economizar e passar longe de grandes reformas , uma ideia é a pintura sobre azulejos, em que é possível ocultar por completo o revestimento atual ou apenas mudar a tonalidade da parede. Fica a dica!

Consultoria: Lígia Franco, arquiteta da Doutor Resolve | Edição: Milena Garcia e Renata Rocha

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana