conecte-se conosco


Cidades

Obras do Centro de Eventos devem ser retomadas em Tangará da Serra

Publicado

Após três anos em construção, adequações no projeto e paralisação dos trabalhos, o Centro de Eventos de Tangará da Serra, deve ser inaugurado até março de 2020.

A unidade terá 3.727 m² de área edificada, com capacidade para comportar até oito eventos simultâneos.

Durante reunião entre o deputado estadual Saturnino Masson (PSDB) e o superintendente de Estruturação do Turismo da Sedec, Marcus Ojeda, foi apresentado ao parlamentar, o novo cronograma. O contrato firmado no valor de R$ 7.684.781,69 milhões, prevê a finalização da obra. Com projeto desenvolvido pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) em parceria com a Secretaria Municipal de Turismo (Setur), teve financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), e as obras fazem parte do programa de Desenvolvimento Sustentável de Turismo (Prodestur).

“O recurso já está disponível, como houve uma dificuldade em relação ao cronograma inicial, foi feito um aditivo de contrato entre o governo do estado e a empreiteira Geosolo, empresa executora do serviço, que nos garantiu ser possível finalizar a obra em três meses. Aguardamos agora, a autorização da Procuradoria Geral do Estado, para dar prosseguimento ao trabalho o que deve acontecer no próximo mês”, enfatiza Ojeda.

Em reunião com o deputado Saturnino Masson, o superintendente da Sedec, Marcus Ojeda destacou que as obras serão retomadas.

A unidade terá 3.727 m² de área edificada, com capacidade para comportar até oito eventos simultâneos, ilhas de WC, cozinha, varanda de serviços, depósitos, dependência administrativa, área para carga e descarga e espaço para câmara fria. Haverá também uma área externa de 9.000 metros quadrados para eventos como o Carnaval e outros de grande porte. O estacionamento contará com cerca de 450 vagas.

Com a ampliação do turismo de negócios, a tendência é que o complexo seja administrado por um ‘convention bureau’, espécie de autarquia formada por representantes do trade turístico e do poder público, que também seria responsável pela captação de eventos. Apesar de concentrado em Tangará da Serra, a estrutura servirá de centro turístico para abrigar eventos de municípios da região, e deve representar movimentação extra para a cidade, por aquecer os setores de turismo e serviços, além dos reflexos para o comércio local.

No total, serão seis centros de eventos construídos pelo Governo do Estado. Os outros cinco municípios contemplados são; Barra do Garças, Chapada dos Guimarães, Primavera do Leste, Rondonópolis e Várzea Grande.

**Por Assessoria de Imprensa

Comentários Facebook

Cidades

Palestra gratuita aborda nesta quinta (20) impermeabilização na Construção Civil em Tangará

Publicado

As normas e os sistemas de impermeabilização são tema de uma palestra gratuita que será realizada na noite desta quinta-feira (20) às 19h00 em Tangará da Serra.

Com o objetivo de ampliar conhecimentos sobre o assunto com ênfase em projetos, normalização e desempenho, uma empresa internacional do ramo da Construção Civil em parceria com uma escola de cursos profissionalizantes, promovem o evento.

A entrada é franca, porém, a indicação é de que o participante doe 1 kg de alimento não perecível que será doado à Escola Especial Raio de Sol (APAE) de Tangará da Serra. O evento será realizado Rua Benedito p. Oliveira (Rua 5) n 53, Setor N, Centro. Para maiores informações (65)33263922 (65)998168980.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidade

Saúde e outras instituições definem primeiras ações de enfrentamento aos acidentes no trânsito

Publicado

por

O Comitê Intersetorial do Programa Vida no Trânsito de Mato Grosso, criado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), realizou a primeira reunião com diversas instituições públicas e de representação social para definir o cronograma de ações. A ideia é dar início à elaboração imediata de um plano de atuação no enfrentamento de acidentes, lesões e óbitos decorrentes do trânsito.

Em todo o país, das pessoas atendidas no serviço de urgência e emergência do SUS, 60% advém de acidentes de trânsito. O custo com esses pacientes, somente nas rodovias federais do país, foi de aproximadamente R$ 12,5 bilhões em 2019.

“O Comitê atuará de forma estratégica para auxiliar os municípios e os órgãos federais para melhorar o trânsito e reduzir o índice de acidentes, lesões e óbitos em todo o Estado. Mato Grosso já esteve em quinto lugar no ranking de óbitos no trânsito e, mesmo com registros de redução desse ranking, nos últimos anos, é preciso uma atuação conjunta para prevenir aumentos e para melhorar os nossos indicadores de saúde”, informou Juliano Melo, secretário-adjunto de Vigilância em Saúde da SES.

Um outro indicador preocupante na área da saúde é o aumento de demanda por transfusão de sangue, especialmente em períodos de festividades e de feriados prolongados – a exemplo do período de carnaval, quando o MT Hemocentro precisa reforçar as suas campanhas de coleta interna e externa para manter estoque e atender às demandas.

De acordo com dados da Deletran, em 2019, houve queda no índice de óbitos, porém, este ano, o número de ocorrência voltou a aumentar. “Preparamos operações da Lei Seca para todos os dias do período de carnaval para manter a redução dos índices de acidentes de trânsito”, alertou Christian Cabral, delegado da Deletran.

Segundo informou o coordenador do Comitê, Aparecido Cavalcante, as primeiras ações definidas na reunião foram: a composição dos membros do Comitê via Decreto governamental; criação de uma Comissão permanente de coleta e análise de dados dos acidentes, que é uma exigência do Ministério da Saúde; agenda bimestral de reunião; instituição de um sistema único de registro de dados para ser referência  nacional em informação e subsidiar as políticas públicas para a redução de óbitos e lesões no trânsito.

Participaram da reunião os representantes da Deletran, do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Conselho Estadual de Trânsito, Detran, unidades da SES, Samu e os setores de Promoção da Saúde e Vigilância Epidemiológica. De acordo com o coordenador do Comitê, também serão convidados representantes da Polícia Rodoviária Federal, da Sinfra e da empresa Rota Oeste, que é a concessionária que administra as rodovias federais no Estado.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana