conecte-se conosco


Polícia

Nova Ubiratã terá novo prédio para delegacia da Polícia Civil

Publicado

Raquel Teixeira/PJC-MT

A diretoria da Polícia Judiciária Civil visitou nesta terça-feira (08.10) o novo prédio que abrigará a Delegacia Municipal de Nova Ubiratã (502 km ao Norte de Cuiabá) e reforçou parceria com a Prefeitura do município no combate à criminalidade na região. A prefeitura e o Ministério Público Estadual são parceiros na construção da nova unidade – o município fez a doação do terreno e a celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta do MPE possibilitou a destinação de recursos de ação penal, no valor de R$ 633 mil para a obra.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravechia de Resende e os diretores Juliano Carvalho (Inteligência), Jesset Arilson Munhoes (Corregedor-geral) e o assessor jurídico, delegado Joaquim Leitão Junior se reuniram com a vice-prefeita Eliani Roman Ross e depois visitaram as novas instalações da delegacia municipal, cuja entrega está prevista pra dois meses.

O projeto arquitetônico foi elaborado pela equipe de Gerência de Obras da Diretoria de Execução Estratégica da PJC, de acordo com a padronização estrutural e de cores adotada pela instituição. As tratativas finais para início da obra foram tomadas em julho de 2017.

“As parcerias são fundamentais para que possamos melhorar nossa estrutura e dar um atendimento de melhor qualidade à população, assim como nossos policiais terem um espaço digno para executar suas atividades. E o apoio dos municípios, dos conselhos de segurança e de instituições como o Ministério Público tem feito a diferença para que a Polícia Civil conquiste e consiga manter sua estrutura em funcionamento, como aqui em Nova Ubiratã”, destacou o delegado-geral.

Leia mais:  Polícia Civil prende três pessoas e fecha comércio de drogas em Várzea Grande

A nova delegacia tem 418,68 metros quadrados, com 20 salas distribuídas entre recepção, alojamentos, gabinetes de delegados, cartórios, salas de custódia e de reconhecimento, além de salas cofres.

Atualmente, o município conta com quatro policiais, sendo três investigadores e uma escrivã.

“Tecnicamente a segurança pública é uma responsabilidade do Estado. Por outro lado, entendemos que é praticamente impossível que o governo consiga acompanhar o desenvolvimento das cidades da região Norte, como no caso de Nova Ubiratã que apresentou crescimento bem acima da média estadual e nacional. Sendo assim, nos vemos na obrigação de ajudar os órgãos de segurança pública e dessa forma contribuir com o bem-estar da sociedade”, observa a vice-prefeita.

De acordo com a vice-prefeita Eliani Ross, a administração Municipal, em conjunto com o Conselho Municipal de Segurança Pública pretende abrir vagas para estagiários que atuarão na área administrativa da delegacia, possibilitando que os policiais se dediquem à atividade-fim.

Também participaram da visita e reunião o secretário municipal de Meio Ambiente, Arnon Soares Vandes e os delegados de Sorriso, André Ribeiro e Nilson Farias de Oliveira.

TAC

O Termo de Ajustamento de Conduta celebrado em uma ação penal pela Promotoria de Justiça de Nova Ubiratã destinou recursos para efetivação da obra, mais a instalação de câmeras de segurança na cidade e sistema de monitoramento de segurança orgânica na unidade policial.

Leia mais:  Polícia Civil localiza corpo de professora desaparecida em Nova Mutum

A nova delegacia dará suporte operacional de qualidade aos profissionais, uma vez que o prédio antigo apresenta insalubridade, tanto no atendimento à população quando aos policiais que ali trabalham diariamente.“A cidade está em expansão e o prédio novo tem agora condições de atender dignamente a Polícia Civil atender a demanda”, finalizou o delegado-geral Mário Dermeval.


O município tem 11.982 habitantes, conforme estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e é uma região produtora de grãos.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Trabalho integrado reduz ocorrências de roubo a banco em 50%

Publicado

por

De janeiro a setembro deste ano houve uma queda de 50% nas ocorrências de roubos e furtos a banco em todo Estado. De acordo com dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), foram 70 ocorrências de roubos em 2019 contra 141 em 2018.

O resultado positivo é reflexo do trabalho de inteligência e da integração entre as polícias Militar e Judiciária Civil, que têm intensificado as ações de prevenção e combate à pratica criminosa nos 141 municípios.

A estatística que obteve a maior redução foi o furto tentado, que neste ano registrou 38 ocorrências, contra 79 de 2018, ou menos da metade. Em relação ao furto consumado, foram 28 casos este ano e 54 no ano passado – 26 ocorrências a menos.

Os dados da Sesp também informam o modo de ação dos criminosos. Em 34 das 70 ocorrências registradas neste ano, ou 49%, os assaltantes tentaram entrar nas agências quebrando as paredes. Em 29 ocorrências, ou 41%, a ação criminosa ocorreu direto nos caixas eletrônicos. Os 10% restantes são de casos em que os criminosos entraram na agência de outras maneiras.

Os dados traçam ainda o dia da semana com a maior incidência do crime e o horário. As madrugadas registraram 47 ocorrências e os dias de maior incidência são os domingos, segundas e quartas-feiras. Foram registradas ocorrências de roubos ou furtos a banco em 25 cidades. Cuiabá é a cidade com mais ocorrências, 36, seguida por Várzea Grande, com seis.

Leia mais:  Homem suspeito de matar trabalhador rural em Juara é preso

O delegado titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Flávio Stringueta, destacou que tem intensificado as investigações e o trabalho integrado junto a Polícia Federal para coibir a prática de furtos a estabelecimentos bancários.

“Podemos associar a redução com o trabalho investigativo e de campo entre as equipes do GCCO e os agentes federais”.

Ele acrescentou ainda que a queda dos números pode estar relacionada a migração para outro crime: o roubo e furto de defensivos agrícolas.

O comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis destacou o trabalho de planejamento desenvolvido juntos aos Comandos Regionais em todo Estado. Frisou ainda as unidades especializadas como Rotam, Bope, Força Tática, além do policiamento que desenvolve diariamente as ações ostensivas nas áreas onde estão as agências bancarias.

“Trabalhamos com medidas operacionais com objetivo de equacionar e unir força. Vamos continuar no mesmo ritmo até o final do ano”.


O coronel frisou ainda as rondas ostensivas. “Parte das ocorrências foram tentativas de roubos ofuscadas pela atuação da polícia. Analisamos os locais onde acontecem os casos e intensificamos as abordagens e policiamentos. Desta maneira, conseguimos direcionar os nossos policiais de forma mais técnica para o trabalho”, concluiu.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende integrante de facção responsável por fomentar tráfico no distrito da Guia

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um integrante de facção criminosa, responsável pela distribuição de drogas e recolhimento do dinheiro proveniente do comércio ilícito, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (14.10), no distrito de Nossa Senhora da Guia, município de Cuiabá. A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente (DRE), com apoio do canil do Serviço de Operações Penitenciárias Especializadas (SOE).

O trabalho integrado aconteceu no final da tarde, para cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, contra o alvo já conhecido da polícia, Adilson Ferreira dos Santos, 34, autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Com ele, foram apreendidas várias porções de pasta base, uma porção de cocaína, mais de R$ 800 em dinheiro, além de outros objetos utilizados para a traficância.

Durante diligências, foi apurado que a casa do suspeito, localizada ao lado de uma unidade do Programa Siminina, no distrito de Nossa Senhora da Guia, funcionava uma boca de fumo. De acordo com as investigações, Adilson tinha funções específicas dentro da organização criminosa e usava um veículo para fazer a entrega de drogas a mando dos líderes. Ele ainda seria responsável por recolher o dinheiro oriundo do tráfico nos pontos de venda, e por reabastecer os comércios ilícitos.

Com base nos indícios, a DRE representou pelo pedido de busca e apreensão, expedido pelo juiz da 13ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá. Com a ordem judicial, os policiais civis em parceira com agentes do SOE acompanhados com cão farejador, foram até o referido endereço, onde foram encontradas várias porções de pasta base, uma porção de cocaína, mais de R$ 800 em dinheiro, além de outros objetos. 


Diante do flagrante, o suspeito foi conduzido para DRE junto ao material apreendido, interrogado e autuado por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi apresentado para audiência de custódia ficando à disposição da Justiça.

Leia mais:  Polícia Civil realiza 1º Curso de Atirador de Precisão para policiais do GOE

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana