conecte-se conosco


Culinária

NA BRASA: festival terá 18 estações de carnes no formato open food e open bar em Tangará

Publicado

O dia 21 de setembro promete ser animado em Tangará da Serra. O Morimoto Eventos vai receber o 1º Festival ‘Na Brasa’, uma reunião de 18 mestres churrasqueiros, para sete horas de comida e bebida em consumo liberados.

Serão 18 estações de churrasco e 1.500 quilos de carnes entre variedades bovina, suína, carneiro, peixe, linguiça e varal de aves. Uma integração entre as práticas mais tradicionais e as novidades da gastronomia em volta do fogo, uma infinidade de opções entre técnicas e cortes, dedicada aos apreciadores de um bom churrasco.


O maior festival de churrasco da cidade será open bar e open food, com muita música, cortes de carnes especiais e atrações artísticas. Idealizado pela agência de publicidade Boom Comunicação e o restaurante gourmet Tatu a Lenha, o evento promete agitar Tangará da Serra. A venda de ingressos em lote promocional começa a ser liberada ainda neste mês, e serão comercializados pela internet.

 

 

 

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Celular com rastreador ajuda identificar casal com vários produtos furtados de transportadora

Culinária

Menu-degustação com o chef Marcelo Cotrim promete uma experiência gastronômica inesquecível no Tatu a Lenha, neste sábado (30)

Publicado

Experiência sensorial! O restaurante gourmet Tatu a Lenha, recebe uma das estrelas da gastronomia Mato-grossense neste sábado (30) às 20h00, para um menu-degustação em Tangará da Serra.

Será uma oportunidade única para conhecer o trabalho autoral do chef Marcelo Cotrim, que vai apresentar no evento, toda a expressão da técnica, pesquisa e criatividade, composta por uma grande variedade de ingredientes e com tudo que um menu-degustação tem direito: couvert; entrada; prato frio, prato principal e sobremesa. O público poderá saborear um cardápio regional, que é a assinatura dele, inclusive, o famoso bolo da dona Eulália, figura cuiabana premiada, a manteiga de cambaru, uma castanha do cerrado, farofa de peixe, pequi, canjinjin e maxixe.


Marcelo Cotrim, de 35 anos é um dos participantes do primeiro reality de gastronomia da Globo. O “Mestre do Sabor”, promete despertar diversas sensações à mesa com um menu- degustação, recheado de surpresas e pratos autorais, para uma experiência gastronômica inesquecível. Para mais informações, entre em contato pelo Fone: (65) 9949-2300, falar com Tatu.

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Nutróloga do Mato Grosso Saúde orienta sobre práticas saudáveis
Continue lendo

BemRural

Valorização do dólar faz preço da carne disparar e picanha chega a R$ 52 em MT

Publicado

O churrasco de final de ano vai ficar mais caro. A carne bovina está 18,6% mais cara este mês se comparada com igual mês do ano passado em Mato Grosso. O preço médio do quilo tem custado R$ 25,9, enquanto que em Novembro de 2018 estava a R$ 21,8.


O preço médio do quilo tem custado R$ 25,9, enquanto que em 2018 estava a R$ 21,8

A maior elevação de preço ocorreu nos cortes nobres como a picanha, que ficou 39,1% mais cara passando de R$ 37,5/kg e chegando a R$ 52,3/kg. Os dados são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

A capa de filé ficou 28,5% mais cara este mês em relação a um ano, passando de R$ 14,3 para R$ 18,4/kg. Em seguida, a fraldinha foi o terceiro corte com maior elevação de preço no período, ficando 20,7% mais cara e sendo vendida pelo preço médio de R$ 23,4/kg.

Até cortes mais baratos, como a costela, está 19% mais caro, passando de R$ 12/kg a R$ 14/kg no período analisado.

O economista Amado de Oliveira, que é consultor da Acrimat, explica que diversos fatores influenciam o aumento do preço da carne. Umas das variáveis preponderantes é a valorização do dólar frente ao real, que tem impulsionado mais exportação da carne em busca de mais lucros.

Amado também cita o aumento do custo de produção da carne bovina influenciada por elevação no custo de insumos, medicamentos, e da energia elétrica  – que afeta diretamente as indústrias frigoríficas.

Leia mais:  Secretaria reforça ações de segurança no Vale do Araguaia

“Apesar de parecer um aumento no preço da carne, para o criador está sendo momento de recuperação de valor, já que nos últimos 10 anos, o preço da carne cresceu metade da inflação acumulada no período”.

 

FONTE: RD News

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana