conecte-se conosco


Mato Grosso

Museu de Arte Sacra de Mato Grosso e Nova Acrópole realizam Café Filosófico sobre Arquitetura Sagrada

Publicado

“Arquitetura Sagrada: A busca pelo eterno – sob a ótica da Filosofia à Maneira Clássica”. Este é o tema do workshop que ocorre no sábado (17.08), Dia Nacional do Patrimônio Histórico, no Museu de Arte Sacra de Mato Grosso – MASMT, em parceria com a Nova Acrópole Cuiabá.

O evento, com entrada franca, é voltado para quem deseja conhecer um pouco mais sobre o simbolismo e a finalidade da arquitetura sagrada, ou mesmo, saber o significado dos elementos que compõe igrejas e catedrais. Link para inscrições aqui!

A programação será dividida em duas partes. Das 14h às 15h30 haverá a palestra do professor de filosofia da Nova Acrópole Cuiabá, Rafael Ferreira, estudioso da simbologia teológica que ministra aulas nas áreas de simbologia, mitologia, arte e ciência.

“Os construtores de catedrais não estavam construindo apenas uma edificação e sim verdadeiras obras de arte que tinham um sentido religioso, artístico e político. Além disso, essas grandes estruturas serviam para que as pessoas pudessem se inspirar e elevar a consciência”, adianta o professor Rafael Ferreira.

Na sequência, está reservada a oficina prática com o artista plástico Carlos Pina. Os estudantes farão desenhos à mão livre dos símbolos e da estrutura da Igreja do Bom Despacho. A inscrição para oficina será realizada antes da palestra, sendo limitada a 20 pessoas.

Café Filosófico

Com encontros recorrentes desde o ano de 2015, o Café Filosófico ocorre no Museu de Arte Sacra de Mato Grosso e é livre para todas as idades. De acordo com Viviene Lozi, diretora do Museu, trata-se de uma ação desenvolvida para a socialização.

Leia mais:  Região sudoeste de MT terá semana com manhãs de sol e tardes com pancadas

“Todos podem participar, independentemente de sua bagagem filosófica. O evento visa proporcionar um momento para que a comunidade científica e a sociedade civil possam discutir ideias do universo filosófico, político, social, religioso, cultural e artístico, dentre outros temas”, diz Lozi.  

A diretora ressalta ainda que a retomada do encontro consta no plano educativo do programa “Museu para Todos”. “Esta data em que se comemora o Dia Nacional do Patrimônio Histórico é celebrada pelas instituições museológicas em que reafirmamos o nosso processo de trabalho em virtude da preservação e conservação do patrimônio cultural”, explica.  

O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso é um dos muitos aparelhos da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e fica aberto à visitação de quarta-feira à domingo, sempre das 9h às 19h.

O Museu dispõe de exposições, visitas mediadas, palestras e oficinas. “Proporcionando à sociedade uma abordagem dialógica que reafirma o valor inestimável, a importância histórica e cultural, além da durabilidade representativa simbólica/material que os museus têm na nossa região”, conclui Viviene Lozi.

Serviço

Tema: Workshop “Arquitetura Sagrada: A busca pelo eterno”

Quando: Sábado, 17 de agosto a partir das 14h

Onde: Museu de Arte Sacra de Mato Grosso

Inscrições: https://bit.ly/31nnwv3


O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso fica na Praça do Seminário, na Rua Clóvis Hugney, 239, bairro Dom Aquino. Aberto à visitação de quarta-feira a domingo, das 9h às 17h. Outras informações: (65) 3646-9101.

Leia mais:  Seleção é aberta para contratar 182 estagiários em Tangará da Serra

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Educação

ENEM 2019: MT não teve nenhuma nota máxima na redação; em 2018 uma tangaraense garantiu nota mil

Publicado

As notas individuais do Enem 2019 foram divulgadas na última sexta-feira (17) pelo Inep e podem ser acessadas na Página do Participante e pelo aplicativo do Enem, por meio do número de CPF cadastrado e da senha. Quem não lembra da senha para acessar os dados pode recuperá-la ou mesmo resetá-la e fazer uma nova.

Nenhum candidato que prestou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Mato Grosso tirou nota mil na redação, segundo informação divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) nesta sexta-feira (17). No Centro-Oeste, é o único estado onde ninguém obteve nota máxima. No Enem 2018, uma aluna conseguiu nota mil em redação. Gabriela Fonseca, de Tangará da Serra,  fez um texto inspirado nos versos da música ‘Admirável Gado Novo’, do cantor Zé Ramalho.

Gabriela Fonseca Arenhart, de 21 anos, tirou nota mil em redação no Enem 2018 — Foto: TVCA/ Reprodução

Em Goiás, quatro alunos tiraram nota mil; no Distrito Federal, dois, e em Mato Grosso do Sul, um. Ao todo, 53 redações de 15 estados e Distrito Federal receberam nota máxima. Destas, 32 foram escritas por mulheres. As médias gerais foram 523,1 para matemática e suas tecnologias; 520,9 para linguagens, códigos e suas tecnologias; 508 para ciências humanas e suas tecnologias; e 477,8 para ciências da natureza e suas tecnologias.

Leia mais:  Escola de Governo inicia nova turma de curso sobre termo de referência

Quanto à redação, 53 participantes obtiveram a nota máxima (1.000) e 143.736 zeraram. Os maiores percentuais de motivos para nota zero foram: redações em branco (56.945), fuga do tema (40.624) e cópia do texto motivador (23.265). Para os treineiros, que são os que não concluíram o ensino médio, a média ficou em 592,9. Estes poderão ter acesso às notas em março, assim como ao espelho da redação. Dos 5.095.308 de inscritos, 1.160.151 não compareceram às provas, o que correspondente a 22,77% dos inscritos. Destes, 67,28% tiveram direito à isenção da taxa de inscrição.

O presidente do Inep disse ainda que o aumento nos recursos de acessibilidade se refletiu no desempenho dos participantes. Ao todo, foram disponibilizados 53.552 recursos de acessibilidade, como videoprova em Libras, tradutor-intérprete de Libras, sala de fácil acesso, prova ampliada (com letras maiores), prova em braile, auxílio para transcrição e leitura, e o uso de aparelho auditivo ou de implante coclear.”No caso dos participantes surdos quando a gente colocou mais recursos para eles fazerem as provas houve um aumento substancial no desempenho dos surdos”, disse Lopes. Enem digital O ministério vai realizar, em 2020, uma versão digital do Enem.

A aplicação do exame será opcional e a estimativa inicial é de 50 mil participantes, podendo chegar aos 100 mil. As provas ocorrerão nos dias 11 e 18 de outubro, antes do Enem tradicional, marcadas para os dias 1º e 8 de novembro. A implantação do Enem Digital será progressiva, com previsão de consolidação em 2026. “O aluno vai optar entre uma das versões do Enem. A orientação do jurídico [do Inep] é que a escolha seja por ordem de inscrição. O exame vai ser aplicado em 15 capitais, o candidato vai selecionar a cidade e vai pedir a inscrição, se tiver a vaga ele se inscreve, se não tiver ele será direcionado para fazer a inscrição no Enem tradicional”, informou Lopes.


Com informações AgênciaBrasil/G1MT

Leia mais:  Seplag cria regras para compra de computadores

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende dupla suspeita de vender drogas na entrada de cemitério em São José dos Quatro Marcos

Publicado

Policiais do Grupo de Apoio (GAp) do 17º Batalhão de Polícia Militar prenderam na noite de terça-feira (21), dois homens, de 24 e 38 anos, que vendiam droga na porta do cemitério no Bairro São0 Francisco em São José dos Quatro Marcos.

A PM local havia recebido denúncia apontando o nome de um homem, que já teria sido preso algumas vezes e teria voltado a atuar naquela região. Ao averiguar a denúncia, a equipe flagrou o suspeito indicado e um segundo envolvido, um homem de 38 anos que também tem antecedentes criminais, inclusive por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e receptação de produtos roubados.


Os dois foram presos e com eles apreendidas porções grandes de pasta base de cocaína e cocaína em pó. Os dois foram conduzidos à delegacia de Mirassol D’Oeste.

Comentários Facebook
Leia mais:  Detran-MT orienta ciclistas para a prática do trânsito com segurança
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana