conecte-se conosco


Esportes

Murray é eliminado na estreia do Australian Open, mas não crava aposentadoria

Publicado


Andy Murray se emocionou durante a partida
Reprodução / Australian Open
Andy Murray se emocionou durante a partida

Em clima de despedida das quadras, o tenista Andy Murray pode ter disputado a última partida de sua carreira nesta segunda-feira (14). O britâncio enfrentou o espanhol Roberto Bautista Agut e perdeu por 3 sets a 2, parciais de 6/4, 6/4, 6/7, 6/7 e 6/2, se despedindo do Australian Open em sua estreia.

Leia também: Aos 23 anos, Kyrgios diz que se aposenta do tênis se vencer o Australian Open

Recentemente, Andy Murray
surpreendeu a todos e anunciou sua aposentadoria
do tênis em 2019 por conta das fortes dores no quadril. A intenção do atleta é se despedir em Wimbledon, mas ele não sabe se terá condições de chegar lá.

“Eu dei tudo o que eu poderia. Não tenho mais nada a dizer, a não ser agradecer à minha família, aos meus amigos. Eu não sei, talvez eu os veja novamente. Se eu tiver de voltar, vou precisar passar por uma grande cirurgia, então não sei. Vou fazer sempre de tudo pela minha carreira”, disse o tenista após ser eliminado do Australian Open
.

Leia também: Novak Djokovic vence eleição de melhor esportista europeu de 2018. Veja o Top 20

Em 2018, devido à cirurgia no quadril, Murray disputou apenas 12 partidas. O atleta fio operado pelo cirurgião australiano John O’Donnell, que não foi otimista em relação a uma recuperação total. O tenista será submetido a uma cirurgia mais complicada, mas com o objetivo apenas de melhorar sua qualidade de vida.

Leia mais:  Pepe deixa o Besiktas e paga salários de funcionários do clube, diz jornal

Leia também: Rafael Nadal doa um milhão de euros para vítimas de enchentes em Mallorca


A carreira de Andy Murray
, que tem apenas 31 anos, foi recheada de títulos importantes, como Wimbledon em 2013 e 2016, o US Open de 2012 e os dois ouros olímpicos, em 2012 e 2016. Nesta segunda-feira, o tenista foi ovacionado pelo público e se emocionou.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Joel, o Cruel, é cortado da seleção de Camarões por risco de morte súbita

Publicado

por

Lance

Joel em ação pelo Cruzeiro
Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
O atacante Joel, o Cruel, que teve passagem pelo Cruzeiro, foi cortado da seleção de Camarões por risco de morte súbita.

O atacante Joel, da seleção de Camarões , e ainda com vínculo com o Cruzeiro, foi cortado do time camaronês que disputará a Copa Africana de Seleções devido a um problema cardíaco que poderia levar a um mal súbito com possibilidade de morte.

Leia também: Sede do Cruzeiro é pichada com ameaças de morte ao presidente e vice do clube

Joel teve diagnosticada uma anomalia na artéria coronária, segundo publicou a Federação Camaronensa de Futebol (Fecafoot) em comunicado. O médico da seleção, William Ngatchou, disse que havia risco de morte súbita do jogador em campo se Joel fosse para os jogos.

No comunicado, os dirigentes da federação revelaram que o corte de Joel foi recebido com tristeza pelos colegas de time e que vai tentar inscrever outro atleta para jogar a competição.

Conhecido dos brasileiros

Joel
Lightpress
Joel sendo apresentado pelo Cruzeiro.

Joel ficou conhecido no Brasil quando foi contratado pelo Cruzeiro junto ao Londrina em 2015, com quem ainda tem vínculo e está emprestado ao Marítimo, de Portugal até o final deste mês. O atacante também defendeu em nosso futebol Santos, Botafogo, Coritiba e Avaí, mas sem grande sucesso.


A Raposa é dona de 50% dos direitos econômicos de Joel , enquanto a outra metade é dividida entre o Londrina e Londrina e investidores.No clube mineiro, ele fez 24 jogos e marcou apenas três gols.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Leia mais:  Pepe deixa o Besiktas e paga salários de funcionários do clube, diz jornal
Continue lendo

Esportes

Bayern monta lista de reforços para a próxima temporada, diz jornal

Publicado

por

Lance

Jogadores do Bayern comemorando
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Segundo jornal, o Bayern montou uma lista com quatro reforços para a próxima temporada.

Sem Robben e Ribéry, o Bayern de Munique precisa ir ao mercado de transferências para reforçar o sistema ofensivo, e de acordo com informações do diário alemão ‘Bild’, os Bávaros não estão para brincadeira e já montaram uma lista de jogadores que interessam.

Leia também: Thomas Muller, do Bayern de Munique, recebe proposta milionária da China

Após receber uma recusa de Leroy Sané, o Bayern definiu quatro bons nomes para reforçar o ataque: Timo Werner, Yannick Ferreira-Carrasco, Julian Draxler e Callum Hudson-Odoi.

Timo Werner
Divulgação
O atacante Timo Werner é um dos alvos do Bayern para a próxima temporada.

De acordo com o jornal, Werner é o jogador que parece estar mais próximo de acertar com o Bayern. Seu contrato com o Red Bull Leipzig está em seu último ano e não há qualquer movimentação para a renovação do vínculo, deixando o jogador com liberdade para negociar com os Bávaros.

No futebol chinês, Yannick Carrasco veste a camisa do Dalian Yifang e tem sido especulado em outros clubes do futebol europeu, como Arsenal, que em certo momento ficou próximo de fechar com o belga, no entanto, a negociação não evoluiu.

Leia também: Borussia Dortmund anuncia o retorno do zagueiro Mats Hummels


Os últimos dois nomes da lista são vistos como negociações improváveis, mas que o  Bayern ainda observa com bons olhos. Julian Draxler, atualmente no PSG, declarou que não pensa em deixar o clube, e Hudson-Odoi deve permanecer no Chelsea, já que os Blues perderam Eden Hazard para o Real Madrid. 

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Leia mais:  Finais da NBA: sem Durant, mas com Curry, Warriors enfrentam o Raptors de Kawhi
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana