conecte-se conosco


Mulher

Mulher precisa retirar implante de silicone do bumbum após desastre em plástica

Publicado

source

Jabrena, de Georgia, Estados Unidos, fez uma cirurgia plástica para colocar silicone no bumbum. Porém, o resultado não foi nada igual ao que ela estava esperando, pois os implantes não foram bem encaixados e viraram, deixando o bumbum dela deformado.

Leia também: “Cirurgia plástica é melhor que sexo”, diz mulher viciada em procedimentos

Jabrena se olhando no espelho arrow-options
Reprodução/Youtube/E!
Jabrena passou por uma cirurgia plástica malsucedida, na qual os implantes de silicone não foram bem colocados

Participante do programa “Botched”, do canal E! , Jabrena conta que decidiu colocar os implantes de silicone depois de sofrer bullying por causa de sua aparência. “Duas semanas após a plástica , o inchaço começou a ir para baixo e dava para ver que o implante estava meio de lado. Era como uma cratera. Cerca de um mês e meio depois, o implante virou”, diz.

Segundo ela, implantes costumam virar “quatro ou cinco vezes por semana”. “É desconfortável e dolorido”, afirma. Mesmo sentindo dor após a plástica malsucedida, o cirurgião que realizou o procedimento afirmou que só “consertaria” o erro pelo valor de  4 mil dólares (R$ 16,8 mil). 

Jabrena se olhando no espelho arrow-options
Reprodução/Youtube/E!
Os médicos afirmaram que os implantes de silicone não foram bem colocados e, por causa disso, ficavam virando

“Eu só quero um bumbum fofo, bonito e não essa coisa que eu tenho agora”, comenta Jabrena aos médicos do programa “Botched”,  Terry Dubrow e Paul Nassif, que confirmaram que houve erro na colocação dos implantes de silicone 

Leia mais:  Mulher com câncer decide não fazer quimioterapia e escreve obituário emocionante

Para corrigir a cirurgia, eles sugeriram remover os implantes e, depois, fazer enxertos de gordura no bumbum da norte-americana, combinando este procedimento com um lifting de bumbum. A solução também foi uma forma de evitar que ela ficasse com excesso de pele flácida, já que a pele havia esticado para comportar os implantes de 600cc.

Veja foto do antes (com implante) e depois (sem implante):

bumbum de Jabrena antes e depois arrow-options
Reprodução/Youtube/E!
Os médicos removeram os implantes do bumbum de Jabrena e injetaram gordura para corrigir erro anterior

Leia também: “O silicone vai rasgar a pele e cair”, diz mulher após erro em cirurgia plástica


“Antes da minha cirurgia eu tinha um bumbum flácido e implantes que ficavam virando. Agora, graças aos médicos, eu finalmente estou livre e posso ter o bumbum lindo que sempre quis”, comenta Jabrena após o procedimento de correção.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook

Mulher

Como fazer a criança deixar a chupeta? Especialista ensina 5 dicas

Publicado

por

source

Para muitas crianças, a chupeta é um acessório que tranquiliza e contribui na hora do sono. Apesar de ajudar em alguns aspectos, as consequências do hábito não são nem um pouco positivas. Segundo a fonoaudióloga Ana Lúcia Duran, ele pode prejudicar o desenvolvimento das estruturas da face e da fala.

bebê com chupeta arrow-options
shutterstock
Tirar a chupeta antes dos três anos é fundamental para que o hábito não atrapalhe o desenvolvimento da criança

Leia também: Chupeta x dedo: o que os especialistas dizem

A especialista explica que o ideal é suspender o uso da chupeta e da mamadeira a partir do um ano e meio até os três anos , quando o acessório passa a ser muito prejudicial.

Nem sempre é fácil fazer isso, já que a tarefa exige paciência e cuidado, afinal, a criança está apegada ao acessório. Para ajudar os pais na missão de fazer a criança deixar a chupeta , a fonoaudióloga ensina cinco dias simples, mas muito importantes. Confira:

Como ajudar meu filho a deixar a chupeta? 

1. Diminua o tempo de uso aos poucos

Ana Lúcia fala que o melhor a fazer é diminuir o tempo de uso da chupeta aos poucos. Assim, o processo será menos traumático para as crianças . “Uma vez que eles se acostumaram com os bicos para se acalmarem quando eram bebês, é importante que se sintam protegidos e não sintam esse momento como algo ruim e que desencadeie insegurança e sentimento de abandono”, comenta. 

Leia mais:  Modelo com vitiligo dá lição de autoestima: “Não estou sofrendo”

2. Tire a chupeta quando pegarem no sono

Assim que a criança adormecer, os pais devem retirar a chupeta da boca. A especialista explica que isso ajuda os pequenos não se sentirem tão dependentes do acessório.

3. Ensine a tirar a chupeta para falar

Ensine ao seu filho que para ele falar é preciso tirar a chupeta e deixar a boca livre. “No momento em que ainda estão desenvolvendo a fala, eles sentem necessidade de serem entendidos, então vale explicar que os adultos só compreendem as frases quando são ditas livres dos bicos de chupetas e mamadeiras na boca”, ensina a fonoaudióloga.

4. Troque o foco

Construa um ambiente em que os pequenos tenham outras distrações e estímulos, como brincar de um jogo novo e desafiador. Isso os ajuda a aprender sobre novas formas de lidar com as situações sem precisar recorrer aos bicos quando se deparam com uma frustração.

Leia também: Ajude seu filho a parar de chupar o dedo


5. Aposte no paladar

Use o paladar como um aliado para a criança deixar a chupeta . Ana Lúcia comenta que como ainda estão construindo o paladar, vale usar a tática do ‘gosto ruim’. Para isso, a especialista sugere lambuzar o bico da chupeta com algo que a criança não goste de comer.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

10 minutinhos! Aprenda rotina de beleza express para cuidar da pele

Publicado

por

source

Cuidar da pele do rosto exige muita dedicação: demaquilante, sabonete de limpeza, esfoliante, tônico, sérum, creme anti-idade, creme para área dos olhos, anti-idade, fotoprotetor… Ufa! Mas será que tudo isso é necessário ou dá para economizar tempo (e dinheiro) com os produtos? 

mulher com máscara facial e segurando um relógio arrow-options
shutterstock
É possível, sim, diminuir o tempo que você dedica para cuidar da pele, sem, necessariamente, deixar de lado nenhum cuidado

A dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), diz que, na realidade, dá sim para cuidar da pele em poucos minutos por dia – e não, não é preciso seguir dez passos de cuidados, como a rotina de beleza das coreanas

Segundo ela, é importante ter uma ideia do que é primordial para a saúde e beleza da sua pele, lembrando da pirâmide de tratamento, cuja base é a limpeza, hidratação e a fotoproteção. Os cosméticos multifuncionais também podem facilitar muito a rotina skincare. 

Que tal ligar o cronômetro e aprender como cuidar da pele de manhã e à noite, mas em menos tempo do que você imagina? Confira as dicas.

Leia também: 5 exageros nos cuidados com a pele que podem arruinar a sua beleza

Pela Manhã

mulher lavando o rosto arrow-options
shutterstock
A rotina de cuidados com a pele pela manhã pode levar cerca de dez minutos se você focar nos quatro pontos importantes

“A ordem é limpar, tonificar, hidratar e fotoproteger. Usar produtos multifuncionais e aqueles com secagem rápida podem colaborar para que essa rotina seja eficiente e feita em menos de 10 minutos”, diz o dermatologista Jardis Volpe, também membro da SBD. São cinco passos: 

Leia mais:  Mulher engravida detrigêmeos no primeiro encontro mesmo usando anticoncepcional

1. Limpar (1 minuto e meio)

Claudia indica aplicar o sabonete, gel ou loção de limpeza na pele do rosto e fazer movimentos circulares com as pontas dos dedos, massageando todas as áreas, principalmente a zona T, que é a região mais oleosa. “Cuidado com o sabão na região da linha dos cílios para evitar qualquer problema. Deixar esse produtos por cerca de um minuto e depois retirá-lo com água”, explica.

Também escolha um produto adequado para o seu tipo de pele. No geral, é indicada a emulsão de limpeza com extratos calmantes para peles secas e, no caso das oleosas, o sabonete líquido com ácido salicílico pode ser usado.

2. Tonificar (2 minutos)

“O tônico devem ser aplicado com algodão por toda a extensão do rosto e pescoço. Ele equilibra o pH, pode ter característica hidratante, controladora da oleosidade e calmante, dependendo do ativo da formulação”, diz Jardis. Espere a pele secar e parta para a próxima etapa.

3. Hidratação (3 minutos)

Três minutos pode até parecer muito tempo para aplicar uma pequena quatidade de creme na pele, mas é o tempo certo para combinar uma hidratação com um efeito anti-idade a partir de séruns com ativos concentrados. “É importante reforçar o sistema antioxidante com o uso de Vitamina C estabilizada, Vitamina E, Alistin, OTZ 10 e ácido ferúlico”, explica a profissional. 

No caso do hidratante, aplicado depois que a pele secar, é importante ficar de olho na textura: “Peles mais secas se beneficiam de cremes mais pesados enquanto peles mais oleosas devem investir em gel e loções ‘oil-free’”, completa Jardis. 

Leia mais:  Com a chegada do verão, veja como economizarágua ao lavar a louça

4. Área dos olhos (1 minuto)

A área dos olhos merece tratamento especial por ter a pele mais fina e sensível, o que prevene a formação de linhas e sulcos. “As fórmulas devem ser suaves, mas concentradas em ativos que garantam a firmeza e elasticidade da pele”, afirma o dermatologista.

5. Fotoproteção (2 minutos)

Assim que a pele absorver o hidratante e não estiver “melada”, é hora de proteger. “Essa é uma das etapas mais importantes. Esse filtro deve ser passado, de preferência, 30 minutos antes de sair de casa e sofrer a exposição direta e as recomendações é passar o filtro solar até que essa camada cubra toda a área e eu sinta que existe uma cobertura homogênea”, diz a médica.

Depois dessa etapa, está liberado aplicar maquiagem, se você costuma usá-la. 

Leia também: 3 cuidados com a pele que são essenciais para quem usa muita maquiagem

À noite

mulher limpando o rosto arrow-options
shutterstock
Os cuidados antes de dormir também são importantes para que a sua pele fique bem limpa e relaxada depois de um dia ativo

Ao fim do dia, você pode cuidar da pele , repetindo a rotina de limpeza que fez de manhã, no banho. Jardis recomenda usar também, duas vezes por semana, um esfoliante que vai adicionar mais dois minutos nos seus cuidados diários, mas garante uma textura mais suave e também facilita a absorção dos ativos de tratamento que vem a seguir.


Após sair do chuveiro e secar a pele na toalha, aproveite os primeiros minutos, em que os poros estão mais abertos, para hidratar todo o corpo com loções cremosas e ricas em óleos vegetais. Você deve gastar cerca de cinco minutos entre tonificação e hidratação, e ainda pode usar um creme noturno recomendado pelo seu demarmatologista. Pronto! Fácil, né? 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana