conecte-se conosco


Saúde

Mulher de 49 anos conta como um corte de papel quase causou sua morte

Publicado

Pode parecer exagero, mas a havaiana Heather Harbottle possui uma história grave envolvendo um corte de papel de dedo. De acordo com ela, o ferimento foi porta de entrada para um parasita que levou à sepse, doença grave que causa morte dos tecidos. 

Leia mais: “Diziam que eram gêmeos”, diz mulher que retirou tumor de meio metro do ovário

mão arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Heather precisou de quase dois meses no hospital após um corte de papel

Ao portal DailyMail, Heather diz acreditar que o ferimento aconteceu com uma caixa de papelão, durante sua mudança para uma nova casa. “Acordei depois de uma noite difícil com a mão doendo muito. Meu dedo mindinho estava inchado e eu cheguei a considerar uma fratura, até reparar que havia um corte de papel ”, conta ela.

Leia mais: Mulher que achava que estava de ressaca quase morre de sepse; entenda a doença

Naquela mesma noite, ela diz que começou a sentir febre e perceber a lesão se espalhar. Ela conta que procurou o hospital após dois dias de intensa dor e febre. Lá, a mulher de 49 anos foi diagnosticada com fasciíte necrosante, uma doença bacteriana pode destruir pele, músculos e nervos

mulher arrow-options
Reprodução/Daily Mail

Heather após a recuperação

Além da perda dos tecidos, a doença se espalhou rápido pelo corpo da mulher, o que fez com que seu sistema imunológico atacasse o próprio corpo, causando uma falência nos rins.

A doença fez com que Heather precisasse passar 65 dias no hospital, com sessões dolorosas de raspagem e medicação por antibióticos. De acordo com os médicos, ela chegou muito perto de precisar amputar a mão.

Entenda a sepse

Conhecida como “assassina silenciosa”, a doença ataca quando uma infecção desencadeia uma resposta imunológica violenta na qual o corpo ataca seus próprios órgãos. A doença é a principal causa de mortes evitáveis ​​no Reino Unido, matando pelo menos 44 mil por ano.

Se for diagnosticada precocemente, a infecção pode ser controlada por antibióticos antes que o organismo pare de funcionar – levando à morte em questão de minutos. No entanto,  os primeiros sintomas da sepse podem ser facilmente confundidos com condições mais leves, o que significa que pode ser difícil de diagnosticar.

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook

Saúde

Mais 4 países confirmam casos de coronavírus

Publicado

por

Em nova atualização sobre o avanço da doença causada por coronavírus no mundo, mais quatro países em três continentes tiveram seus primeiros casos confirmados na sexta-feira (28):  Azerbaijão, Bielorrússia, País de Gales e Nova Zelândia.

Leia mais: Vacina contra a gripe pode prevenir o coronavírus? tire suas dúvidas

vírus arrow-options
Reprodução

Casos confirmados de coronavírus chegam a mais 4 países

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2,8 mil mortos e mais de 82 mil pessoas infectadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios desde a descoberta da doença. Das pessoas infectadas, mais de 33 mil se recuperaram.

Leia mais: “Curandeiros” online cobram para proteger pessoas do coronavírus

No Brasil, o primeiro caso foi confirmado na quarta-feira (26) e, até o momento, 133 suspeitas são investigadas. De acordo com o Ministério da Saúde, o estado do paciente – que segue isolado em sua residência – é estável e sem sintomas graves

Avanço do novo coronavírus

A contaminação pelo novo coronavírus começou em dezembro em Wuhan, na China, contaminou mais de 78,6 mil pessoas naquele país, das quais 2,7 mil morreram. Entretanto, a preocupação atual da OMS é “o que se passa no resto do mundo”, com mais de 3.470 casos em 48 países.

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Em 24 horas, 9 países registram primeiro caso do novo coronavírus

Publicado

por

O novo coronavírus segue se espalhando pelo mundo, e, nas últimas 24 horas, nove países registraram os primeiros casos de contaminação pela doença, entre eles o Brasil

Leia também: Vacina contra a gripe pode prevenir o coronavírus? Tire suas dúvidas

Os demais países que confirmaram casos de infecção pelo novo coronavírus são: Dinamarca, Estônia, Geórgia, Grécia, Macedônia do Norte, Noruega, Paquistão e Romênia. 


De acordo com o diretor-geral da OMS Tedros Adhanom Ghebreyesus em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (27), a epidemia pelo Covid-19 está em um ponto decisivo. 

“Se agirem de forma agressiva agora, podem conter o vírus. O meu conselho é agir rapidamente”, afirmou o diretor. “As epidemias no Irã, na Itália e na Coreia do Sul mostram do que este vírus é capaz”, disse, frisando que estes países enfrentam focos de  pneumonia viral .

Entretanto, alguns locais mostraram conseguir controlar o avanço da doença. “Vários países não assinalam casos há mais de duas semanas”, como a Bélgica, o Camboja, a Índia, a Rússia e o Vietnã, como também afirmou o diretor. 

Avanço do novo coronavírus

A contaminação pelo novo coronavírus começou em dezembro em Wuhan, na China, contaminou mais de 78,6 mil pessoas naquele país, das quais 2,7 mil morreram. Entretanto, a preocupação atual da OMS é “o que se passa no resto do mundo”, com mais de 3.470 casos em 44 países.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2,8 mil mortos e mais de 82 mil pessoas infectadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios desde a descoberta da doença. Das pessoas infectadas, mais de 33 mil se recuperaram.

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana