conecte-se conosco


Sem categoria

Morre Agenor José Nogueira, eterno “Papai Noel” de Tangará da Serra

Publicado

Morreu na manhã desta terça-feira (19) aos 68 anos, o pioneiro Agenor José Nogueira, conhecido como Shalon ou Papai Noel de Tangará da Serra, pois ele foi por muitos anos o Bom Velhinho oficial,  responsável por levar a alegria para crianças e adultos nos festejos natalinos.

Agenor estava internado desde o final do mês de agosto, quando, em Curitiba-PR, passou por uma cirurgia no coração. Ele ficou 30 dias no Paraná e no dia 29 de setembro foi transferido para UPA de Tangará da Serra, porém, no dia 30 de setembro foi encaminhado para UTI, onde estava até a manhã desta terça. “Hoje iniciamos o dia com um sentimento amargo, um aperto no coração. Faleceu o pioneiro Agenor José Nogueira. Faleceu o amigo Shalon. Me recordo que em 2014 o homenageamos com a entrega da Comenda da Ordem do Brasão. A maior honraria da nossa cidade, entregue a um homem que dedicou parte da sua vida a Tangará da Serra”, lamentou o prefeito de Tangará da Serra, Fábio Junqueira, ao recordar sua dedicação como ‘nosso Papai Noel’. “Construiu com seu jeito carinhoso, amoroso, o personagem que encantava as crianças durante a tradicional chegada do Bom Velinho nos eventos que a prefeitura promove ano a ano. Que Deus de ao grande homem Shalon um bom descanso”.

Seu corpo será velado na Capela Ecumênica Valdemar José da Cruz, a partir das 11h30 e o sepultamento está marcado para esta quarta-feira, 20. Agenor era casado com Maria Auxiliadora e deixa filhos e netos.


 

Leia mais:  Com mandado de prisão em aberto, homem é preso no bairro Vila Nazaré

 

 

Fonte:DiáriodaSerra

Comentários Facebook

Cidade

Contra extinção de 34 cidades em MT, prefeitos participam de protesto em Brasília

Publicado

Prefeitos de cidades mato-grossenses que correm risco de extinção irão participar, na terça-feira (3), de uma mobilização nacional em Brasília, a partir das 9h. No total, 34 municípios poderão ser incorporados a cidades vizinhas em Mato Grosso. A ação é uma iniciativa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

O presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios, Neurilan Fraga,  defendeu o ato e ampla participação. “Será um dos eventos municipalistas mais importantes do ano. Vamos juntos lutar para garantir o direito de 34 municípios de Mato Grosso e de outras regiões do país continuarem existindo, além de cobrar o atendimento de outras pautas importantes”, disse Fraga.

A mobilização também vai pressionar parlamentares para a aprovação de pautas prioritárias que tramitam no Congresso Nacional, como a do 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de Setembro, a inclusão de municípios na Reforma da Previdência, a execução direta de emendas, o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e a Nova Lei de Licitações.

Em vídeo dirigido aos gestores municipais, o presidente da CNM, Glademir Aroldi, reforçou a importância da convocação. “Vamos lutar contra a extinção de 1.252 Municípios do nosso país”, disse.

Medida

A medida consta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 188/2019, conhecida como PEC do Pacto Federativo, apresentada no início do mês. Entre outros pontos, o texto prevê que a localidade que não atingir, em 2023, limite de 10% dos impostos sobre suas receitas totais e que tenham população de até 5 mil habitantes será extinta.


FONTE:Olhar Direto

Leia mais:  Justiça declara greve ilegal e dá 72 horas para servidores voltarem às salas de aulas em Mato Grosso

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Criança agredida pelo namorado da mãe em Juína, morre após dias internado em Várzea Grande

Publicado

Uma criança de dois anos morreu na noite deste domingo (01) após cerca de 10 dias internado no hospital em Várzea Grande.

A criança morreu neste domingo (1º) após dias internado na UTI em Várzea Grande.

Segundo informações, o crime aconteceu no dia 17 de novembro. Igor Campos de Almeida, de 18 anos teve a prisão decretada após ter agredido a chutes e socos, um menino de 2 anos.  Com diversos hematomas pelo corpo, na cabeça e braços, deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento  (UPA) em estado grave. A mãe da criança havia dito na ocasião, que o filho teria sofrido uma queda, no entanto um laudo médico, confrontou a versão da mãe e do padrasto, que acabou confessando ter agredido o menino.

Igor é apontado como autor das agressões que resultou na morte da criança.

Devido ao quadro clínico grave, o menino foi transferido para a UTI pediátrica em Várzea Grande, e após cerca de 10 dias internado, não resistiu aos ferimentos e teve morte cerebral confirmada. Igor mantinha um relacionamento, eles se conheceram por rede social e haviam iniciado o relacionamento havia pouco mais de um mês. De acordo com as investigações da Polícia Civil, a mãe do garoto não estava em casa, quando Igor espancou a criança. Igor, foi indiciado por homicídio qualificado.

O garoto deverá ser enterrado em Campo Novo do Parecis, a maioria dos familiares moram.


 

Leia mais:  Derrotado e citado em delação, Wagner Ramos diz que lutará pela inocência

 

 

 

 

 

*Da Redação com informações JuínaNews

 

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana