conecte-se conosco


BemRural

MILHO/CEPEA: Em novembro, cotações sobem mais de 14% em algumas praças

Publicado

Cepea, 2/12/2019 – A procura aquecida e a retração vendedora têm mantido os preços do milho em forte alta em todas as regiões levantadas pelo Cepea. No acumulado de novembro, os avanços nos valores superaram os 14% em algumas regiões. De acordo com colaboradores do Cepea, os preços no interior do País seguem acima dos verificados na região dos portos, o que tem feito com que os poucos vendedores ativos e detentores de lotes da segunda safra direcionem o milho ao mercado interno. Na região de Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa fechou a R$ 47,88/sc de 60 kg na sexta-feira, 29, altas de 3,1% na semana e de 14,1% no acumulado de novembro. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Comentários Facebook

BemRural

FRANGO/CEPEA: Poder de compra frente ao farelo de soja é o mais baixo em 2 anos

Publicado

por


.

Cepea, 29/05/20 – As cotações do frango vivo seguem em queda no mercado brasileiro, enquanto os preços do farelo de soja, importante insumo utilizado na atividade avícola, estão em alta. De acordo com pesquisadores do Cepea, esse cenário levou ao pior poder de compra do avicultor em dois anos. No mercado de frango vivo, a demanda final desaquecida tem pressionado os valores de toda a cadeia. Agentes da indústria apontam que os estoques de carne de frango estão em alta, o que, consequentemente, reduz a procura por novos lotes de animais. Para o farelo de soja, segundo a Equipe Grãos/Cepea, o alto valor da matéria-prima, principalmente por conta do câmbio em patamar recorde, elevou as cotações do derivado. Vale ressaltar que, frente ao milho, o poder de compra aumentou, visto que as cotações do cereal estão em queda. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

BemRural

CITROS/CEPEA: Vendas seguem lentas e preços, em queda

Publicado

por


.

Cepea, 29/05/20 – As vendas de laranja de mesa estão desaquecidas, devido ao clima mais frio em São Paulo, ao período de final do mês e à antecipação de feriados, conforme indicam pesquisadores do Cepea. Além disso, a elevada oferta de laranjas da nova temporada (2020/21) segue pressionando as cotações de todas as variedades, com absorção ainda limitada pela indústria. Assim, de segunda a quinta-feira, o preço médio da variedade pera é de R$ 24,90/cx de 40,8 kg, na árvore, 3,2% inferior à semana anterior. De acordo com produtores consultados pelo Cepea, as menores temperaturas registradas desde a semana passada devem intensificar a coloração das frutas no pé, permitindo melhor escoamento das frutas no mercado, já que é uma das exigências priorizadas neste ramo. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana