conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Economia

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 7 milhões

Publicado


source
Mega-Sena
Agência Brasil

Mega-Sena

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 2.431 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (24) no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

De acordo com a estimativa da Caixa, o prêmio acumulado para o próximo sorteio, no sábado (27), é de R$ 7 milhões.

As dezenas sorteadas foram: 08 – 11 – 22 – 25 – 26 – 36.

Leia Também

A quina registrou 46 apostas ganhadoras. Cada uma vai pagar R$ 35.595,61. A quadra teve 2.988 apostas vencedoras. Cada apostador receberá R$ 782,84.

As apostas para o concurso 2.432 podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Comentários Facebook

Economia

Governistas querem pagar Auxílio Brasil fora do teto em dezembro

Publicado

por


source
Jair Bolsonaro pode enviar proposta para abrir crédito especial para bancar Auxílio Brasil
Isac Nóbrega/ PR

Jair Bolsonaro pode enviar proposta para abrir crédito especial para bancar Auxílio Brasil

Enquanto a PEC dos Precatórios ainda é protagonista nas discussões no Congresso Nacional, a ala política governista tenta encontrar alternativas para bancar as parcelas de R$ 400 do Auxílio Brasil ainda em dezembro. A sugestão, agora, é solicitar um crédito especial ao Congresso Nacional para bancar o programa social fora do teto de gastos, enquanto não há definição sobre a proposta que parcela dívidas judiciais.

Segundo o jornalista Valdo Cruz, da GloboNews , o presidente Jair Bolsonaro determinou o pagamento integral das parcelas em dezembro. No entanto, a ideia ficaria inviável sem a aprovação da PEC dos Precatórios.

A ala governista sugere a abertura de crédito especial para bancar o benefício em dezembro e contar, com a PEC dos Precatórios para janeiro. A ideia também visa liberar parte dos gastos na regra do teto do Orçamento de 2022 para financiar a campanha eleitoral e outros gastos necessários.

O texto está travado na Câmara dos Deputados, após ter passado com tranquilidade pelo Senado. Mas as alterações feitas por senadores estão deixando ainda mais polêmicas.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), defende a divisão da promulgação da PEC dos Precatórios, medida rechaçada por senadores. Lira pretende promulgar apenas o que aprovado por ambas as Casas e deixar as partes alteradas no texto para a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e a Comissão Especial analisassem o caso.

Continue lendo

Economia

Bolsonaro diz que governo é “devedor de favores” aos empresários

Publicado

por


source
Presidente Jair Bolsonaro (PL)
Reprodução

Presidente Jair Bolsonaro (PL)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira (7), em um evento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), que o governo federal é “devedor de favores” aos empresários brasileiros.

“Como é duro ser patrão no Brasil, eu sei disso. O salário é pouco para quem recebe e muito para quem paga. O que nós procuramos fazer desde o início do governo, com nossos ministros? Facilitar a vida de vocês. Vocês não devem nenhum favor a nós. Nós é que somos devedores de favores a vocês, quem emprega são vocês”, disse ele, se dirigindo à plateia de empresários.

Bolsonaro afirmou que o governo só gera emprego através de concursos públicos ou de cargos em comissões. “Quem cria a massa de empregados que gera riqueza no Brasil são vocês. Nossa obrigação é ajudar vocês e não atrapalhar”, concluiu.

O presidente ainda comentou que não permite “ativismo em cima da legislação trabalhista” no Tribunal Superior do Trabalho, justificando suas nomeações. “Alguém quer um ativismo em cima da sua legislação trabalhista? Olha o perfil das pessoas que eu, em lista tríplice, encaminhei para o Tribunal Superior do Trabalho. Será que se fosse outra pessoa, de outro perfil, como estaria o TST? Propenso a que lado? Ou isento”, declarou.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana