conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Polícia Civil prende em flagrante pai que matou bebê asfixiado

Publicado

Um pai suspeito de matar o próprio filho de apenas um ano e oito meses no município de Primavera do Leste (485 km de Tangará da Serra) foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na segunda-feira, 20, poucas horas após a criança dar entrada na UPA do município, onde foi constatada sua morte.

As investigações iniciaram ainda durante a manhã quando a Polícia Civil foi acionada da morte da criança. Segundo informações da equipe médica da UPA, os pais chegaram com o menino na unidade por volta das 06h50, sem sinais de agressões aparentes sendo a morte da criança constatada durante o atendimento.

Os pais foram conduzidos pela Polícia Militar à delegacia para prestar esclarecimentos. Diante dos fatos, a equipe da Delegacia de Delitos Gerais e Divisão de Homicídios de Primavera do Leste iniciou os trabalhos para apuração dos fatos, indo até a residência do casal, onde ocorreram os fatos.

Em conversa com o pai do menino, o suspeito apresentou a versão dizendo que por volta das 03h30 deu mamadeira para o filho e em seguida o colocou em um berço improvisado ao lado da cama do casal. Ele então cobriu a criança e deixou seu aparelho celular carregando em uma tomada ao lado do berço.

Quando o casal acordou cedo para levar o menino para creche, perceberam que o filho havia enrolado o carregador do celular no pescoço, momento em que o suspeito teria desenrolado o fio, e verificado que a boca da criança estava roxa, sem respiração e sem pulso, e começou o processo de reanimação do filho, que em seguida foi encaminhado para UPA.

Diante do cenário apresentado, o delegado Allan Vitor de Souza Mata acionou a equipe da Politec, que fez a análise preliminar do corpo da vítima, constatando que havia sinais de lesão na parte interna dos lábios, demonstrando que alguém teria feito força para tapar a boca da criança.

Em conversa com a equipe médica da Politec de Rondonópolis, que realizou a necrópsia, foi relatado que a vítima apresentava sinais de asfixia por obstrução das vias aéreas e lesões na parte interna da cabeça e hemorragia no cérebro, que podem ter sido provocadas por instrumento contundente ou movimentação retida drasticamente da cabeça da vítima.

A mãe da criança também foi ouvida e disse que não percebeu nada, mas relatou ter visto o marido na sala, alimentando a criança durante a madrugada e ainda o momento em que ele colocou o filho no berço e deitou para dormir.

Com base no apresentado, o delegado Allan Vitor, deu voz de prisão ao suspeito sendo o flagrante lavrado pelo delegado plantonista, Honório Gonçalves dos Anjos Neto.

“Os vestígios encontrados derrubaram a versão apresentada pelo suspeito, sendo realizada a sua prisão em flagrante pelo crime de homicídio qualificado” disse o delegado Allan.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana