conecte-se conosco


Mulher

Lavar o cabelo todo dia é prejudicial? Saiba quais cuidados ter com os fios

Publicado

Pessoas que transpiram em excesso no  couro cabeludo
e ficam com os fios sujos com frequência entram em um conflito baseado na crença popular de que lavar o cabelo todo dia pode ser ruim para a saúde capilar – e, muitas vezes, por conta disso, deixam de lavá-lo.


Muita gente acredita que lavar o cabelo todo dia é ruim – mas, desde que haja necessidade, não há nenhum problema
shutterstock
Muita gente acredita que lavar o cabelo todo dia é ruim – mas, desde que haja necessidade, não há nenhum problema

Para desmistificar esse conceito de que lavar o cabelo todo dia
é ruim, a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que, desde haja necessidade, não há nenhum problema, “principalmente para quem tem fios oleosos, trabalha em contato com poluentes ou ambientes de exposição ambiental contínua, ou pratica atividade física constante”. 

A profissional ainda ressalta que é importante utilizar produtos de qualidade e intercalar a rotina com fórmulas mais neutras e itens compostos à base de extratos vegetais
. Afinal, com cuidados básicos no dia a dia, é possível deixar as madeixas sempre lindas e brilhantes com tratamentos simples que podem ser feitos, inclusive, em casa. 

Para quem tem fios
mais longos, a dica é usar bons condicionadores, reparadores de pontas e loções do tipo leave in
e sérum. Eles ajudam a evitar as agressões do dia a dia e a desidratação. “Muitas vezes, a falta da lavagem mais contínua nestes casos predispõe à dermatite seborreica com prurido (coceira), descamação e queda capilar”, detalha a médica. 

Leia mais:  Como usar bolsa de palha em looks urbanos

Por outro lado, há quem acredite que lavar duas vezes, diariamente, é uma alternativa para eliminar ainda mais as impurezas, mas isso não é recomendável.

Como lavar o cabelo todo dia sem erros


Você pode lavar o cabelo todo dia, mas deve seguir alguns passos para evitar danos aos fios
shutterstock
Você pode lavar o cabelo todo dia, mas deve seguir alguns passos para evitar danos aos fios

No processo de lavagem é fundamental não utilizar água quente, pois ela estimula a oleosidade e resseca os cabelos.

“É importante aplicar o xampu apenas uma vez e o condicionador somente no comprimento dos fios, para evitar que haja ressecamento das hastes capilares. Os produtos de coloração transparente, menos viscosos, com extratos vegetais, são os mais adequados”, afirma a dermatologista. 

Durante a lavagem, a pessoa precisa ter cuidado para não deixar restos de produtos no cabelo e, dessa forma, deixá-lo sem movimento. Portanto, a dica é enxaguar bem. Em seguida, antes de secar com o secador, deve-se aplicar um protetor térmico. A secagem é obrigatória antes de dormir. Isso porque deitar com os fios molhados é prejudicial à saúde capilar. 

Dicas de ouro para ter os cabelos sempre bonitos


Agora que você já sabe que pode lavar o cabelo todo dia, confira algumas dicas para mantê-lo forte, saudável e bonito
shutterstock
Agora que você já sabe que pode lavar o cabelo todo dia, confira algumas dicas para mantê-lo forte, saudável e bonito

Lavar o cabelo da forma adequada é importante, mas não é apenas isso que garante fios saudáveis e brilhosos. Alguns cuidados extras são necessários já que, como explica a especialista em estética e dermocosmetologia Domenique Ferreira, as madeixas
passam por uma série de agressões, como produtos químicos e poluição. 

Leia mais:  Saúde agradece: veja áreas que não podem ser esquecidas na hora de limpar a casa

Dessa forma, ter um tempo para hidratá-las é muito importante. “Encontre uma máscara que serve para manter o seu cabelo nutrido e hidratado, que seja condizente com o seu tipo. Você não pode esquecer-se de usar um sérum para evitar danos e o surgimento de pontas duplas”, ressalta Domenique. 


Além disso, quando possível, tente dar uma pausa nos aparelhos que secam
, além das chapinhas. Afinal, o uso contínuo destes equipamentos causa danos – só não se esqueça de não dormir com os fios e couro cabeludo molhados. Deixe, de tempos e tempos, as madeixas secarem naturalmente, seja se você é adepto de lavar o cabelo todo dia
ou menos vezes por semana. 

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Eu estava desesperada, diz jovem que foi “sugar baby” para pagar sua faculdade

Publicado

por

A história de Jessica Hyer não é exatamente incomum. Aos 19 anos, a jovem britânica se viu endividada enquanto cursava Inglês e Dramaturgia na Universidade de Manchester, na Inglaterra. Sem apoio financeiro da família, visto que ela saiu de casa três anos antes e vinha se sustentando sozinha desde então, ela viu a solução para os seus problemas em um anúncio.

Leia também: Presentes caros, viagens, mimos e até sexo… Como é o relacionamento sugar?

sugar baby
Reprodução/Facebook/Jessica Hyer
Jessica Hyer diz que passou a trabalhar como “sugar baby” por não ter dinheiro

A propaganda no Facebook direcionava para um site no qual homens, geralmente mais velhos, “patrocinavam” mulheres mais jovens, uma relação entre “sugar daddy” e ” sugar baby “. “Eles fazem você pensar que esses homens são mentores, que eles vão te ajudar na carreira, que não te veem de maneira sexual, quando, na realidade, sexo é o objetivo final”, desabafa Jessica em entrevista ao site Manchester Evening News.

Jessica conta que uma das poucas experiências “glamurosas” que teve como “sugar baby” foi quando um cliente a buscou de Lamborghini e lhe deu uma quantia em dinheiro vivo que ela nunca havia visto na vida. No início, ela diz que eram apenas encontros, pelos quais ela recebia de 70 a 150 libras (R$ 340 a R$ 728, segundo a conversão do BC) mas conforme sua situação financeira se deteriorava, passou a topar mais riscos: “Eu estava desesperada”.

Leia mais:  Saiba como renovar a sua casaapostando em novos móveis

Leia também: “Amor à primeira vista”, diz jovem de 23 anos casada com homem de 65 anos

“Alguns dos meus amigos pensavam que [ser ‘sugar baby’] era divertido e glamuroso, mas só porque eu não contava para ninguém como realmente era, a maioria das mulheres não conta”, relata a britânica, hoje com 24 anos.

sugar baby Jessica Hyer
Reprodução/Facebook/Jessica Hyer
Sexo é o objetivo, diz Jessica sobre encontros

Embora chegasse a receber cerca de 600 libras (cerca de R$ 2,9 mil) em uma noite em raras ocasiões e o dinheiro a sustentasse, Hyer diz que receber dinheiro em troca de sexo a isolou e a fez sentir que não havia apoio para “pessoas como ela”. 

“Não estou dizendo que todos os homens não são legais, mas, na minha experiência, a grande maioria deles não te trata como se você fosse um humano. Um ‘ sugar daddy ‘ disse uma vez para mim: ‘Eu geralmente vou atrás de meninas menos atraentes porque elas são menos confiantes’”, explica Jessica.

Leia também: Jovem de 21 anos sobre vida sexual com noivo de 74: “Não precisa de Viagra”


Em quatro anos como “sugar baby”, a jovem estima que saiu com cerca de 50 homens. Hoje, recuperada com ajuda de terapia e de seu parceiro, Jessica afirma que quer ajudar mulheres e homens que têm dificuldades de deixar esta vida para trás.

Leia mais:  Consumir até 25 xícaras de café por dia não faz mal; diz estudo

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Escola causa polêmica com premiação para “melhor menino” e “melhor menina”

Publicado

por

Assim como a escola que deu o troféu de “menino mais irritante” a uma criança autista , a Hugh Christie School, na Inglaterra, também causou polêmica com uma premiação. A tia de um aluno da instituição ficou indignada com um prêmio criado para homenagear o “melhor menino” e a “melhor menina” do colégio.

premiação de escola causa polêmica
Reprodução/Twitter/@lucyshall
Lucy Hall, tia de um estudante da escola, compartilhou o formulário na internet e revelou as categorias do prêmio


Lucy Hall compartilhou no Twitter uma foto do formulário que os alunos foram convidados a preencherem. Nele, a escola explica que se trata da cerimônia de premiação para marcar o final do ano letivo.

Os troféus que a escola se propôs a distribuir causaram revolta por não estarem ligados, de nenhuma maneira, aos estudos. As categorias que os adolescentes deveriam votar são direcionadas ao comportamento e características físicas de seus colegas. ” Melhor menino “, “melhor menina”, “hábito mais irritante”, “melhor casal” e “maior ego” integram a lista.

Leia também: Irmãs são expulsas de escola dos Estados Unidos porque a mãe “vive em pecado”

A tia do estudante afirmou que ficou “chocada” ao ver o documento. “A escola é difícil o suficiente quando você tem 14 anos para criar prêmios sobre o melhor garoto e garota”, escreve Lucy. “Hugh Christie School, por que você deixaria isso acontecer? Os pais estão chocados com isso”, questiona ela.

Leia mais:  Consumir até 25 xícaras de café por dia não faz mal; diz estudo

A postagem teve mais de 40 retuítes e passou de 160 curtidas, e contou com respostas indignadas dos internautas sobre os troféus que a Hugh Christie School queria distribuir. “Isso é nojento. Absolutamente nenhuma dessas categorias celebra atributos positivos. É 2019!! Como isso está acontecendo?”, pergunta um.

“Isso é bullying sancionado pela escola. Horrível quando temos uma enorme crise na saúde mental dos adolescentes. É perfeitamente possível fazer isso sem envergonhar e julgar”, afirma outra.

A resposta da escola

A Hugh Christie School viu a publicação de Lucy Hall e pediu desculpas por “qualquer ofensa causada” aos pais e estudantes. “Informaremos os alunos para desconsiderar o formulário. O pessoal responsável foi avisado. Concordamos totalmente que isso era inadequado e pedimos desculpas”, relata a escola.

Leia também: Professora obriga menina a trocar de roupa por achar vestido “inadequado”


A instituição também afirmou que essa premiação “vai totalmente contra o espírito da escola” e declarou que abriu uma investigação interna para saber os motivos que levaram o colaborador a produzir o documento.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana