conecte-se conosco


Política Nacional

Juíza absolve dirigentes da Universal por lavagem de dinheiro

Publicado

source
Igreja Universal arrow-options
Reprodução/Google Maps

Igreja Universal teve seus dirigentes absolvidos pro prescrição de processo

A juíza Silva Maria Rocha, da 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo, absolveu dois dirigentes da Igreja Universal do Reino de Deus em processo no qual eles eram acusados de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha. Para a magistrada, alguns crimes prescreveram e que não ficou comprovado o envolvimento dos réus nos outros delitos a eles atribuídos. Os dirigentes eram Alba Maria Silva da Costa e Paulo Roberto Conceição.

Por conta do prazo de prescrição dos processos ser reduzido pela metade para pessoas com mais de 70 anos, em outubro do ano passado, Silvia já tinha declarado extinta a punibilidade em relação ao fundador e líder da Universal, bispo Edir Macedo, e também em relação ao bispo João Batista Ramos. Ambos estavam envolvidos nesse caso.

Leia também: Igreja Universal é condenada a pagar R$ 19 mil a idosos que ‘compraram milagre’

A ação penal teve origem em investigação do Ministério Público do Estado de São Paulo, aberta em 2010, mas acabou migrando para competência da Justiça Federal. Segundo os procuradores do caso, apenas cerca de 10% do valor arrecadado com dízimo ficava na Igreja.

O equivalente a 90% da arrecadação nos templos, segundo a acusação, era enviado clandestinamente a paraísos fiscais e contas numeradas no exterior. As operações financeiras eram feitas em uma casa de câmbio em São Paulo e o dinheiro teria sido usado na compra de empresas, principalmente emissoras de rádios e TVs.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook

Política Nacional

Bolsonaro passeia de moto pelo Guarujá, em São Paulo

Publicado

por

source

O presidente Jair Bolsonaro, que passa o feriado de carnaval no Guarujá, litoral paulista, andou pelas ruas da cidade pilotando uma moto . Ele foi seguido por seguranças motorizados e circulou pela orla da cidade até parar em uma padaria, onde conversou com populares e aproveitou para comer pão de queijo e beber refrigerante. O passeio foi transmitido ao vivo em vídeos publicados na página oficial do presidente no Facebook nesta segunda-feira (24).

Leia também: Bolsonaro e Flávio dizem que já visitaram presídios várias vezes

Jair Bolsonaro arrow-options
Reprodução

Em publicação, presidente exaltou a marca alcançada nas redes sociais


Leia também: Avaliação do governo Bolsonaro se mantém estável em fevereiro, aponta pesquisa

A previsão é que Bolsonaro descanse no Guarujá até a quinta-feira (27), hospedado no Forte dos Andradas. Ele está acompanhado da filha Laura. A primeira-dama, Michelle, permaneceu em Brasília com familiares. O horário de retorno à capital federal ainda não foi informado pela assessoria presidencial.

O forte é sede da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea do Exército. O mesmo local foi utilizado pelo presidente durante o recesso de janeiro, e em outras ocasiões no ano passado, também para períodos de descanso. A unidade militar dá acesso a uma praia exclusiva.

Leia também: Bolsonaro chega ao litoral de São Paulo para passar o Carnaval

No sábaro (22), o presidente também andou pela cidade paulista, visitando estabelecimentos comerciais e cumprimentando apoiadores nas ruas.


Reforma administrativa

A expectativa, após o feriado de carnaval, é que Bolsonaro envie ao Congresso Nacional a proposta de reforma administrativa , que pretende mudar os direitos dos futuros servidores federais. A medida ainda não foi detalhada, mas os pontos adiantados pelo governo nos últimos meses incluem a revisão dos salários iniciais, a redução no número de carreiras e o aumento no prazo para o servidor atingir a estabilidade.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Avaliação do governo Bolsonaro se mantém estável em fevereiro, aponta pesquisa

Publicado

por

source
Bolsonaro arrow-options
Carolina Antunes/PR

Segundo pesquisa, avaliação do governo se manteve dentro da margem de erro

Um novo levantamento realizado pela XP Investimento em parceria com o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) mostrou que as avaliações negativas sobre o governo Bolsonaro diminuíram entre os meses de janeiro e fevereiro, mas se mantiveram dentro da margem de erro, que é de 3,2 pontos percentuais. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (24) pelo jornal O Estado de São Paulo.

Leia também: Para Damares, governo Bolsonaro herdou um páis devastado pela corrupção

Segundo a pesquisa, 36% dos entrevistados consideraram o governo de Bolsonaro como ruim ou péssimo, o que representa queda de 3% ante os 36% somados na avaliação realizada em janeiro. Já outros 34% apontaram a gestão como ótima ou boa e 29% como regular.

Outro ponto analisado pelo levantamento foi a expectativa da população quanto ao restante do mandato de Bolsonaro. Para 40%, o futuro é ótimo ou bom, enquanto 33% apontou como ruim ou péssimo. Os dados se mantiveram regulares ante aos dados da pesquisa anterior.

Congresso e Dólar

44% dos entrevistados fizeram uma avaliação ruim ou péssima do Congresso Nacional, diminuindo um ponto percentual desde a última pesquisa. Já o desempenho das opções ótimo e bom subiu de 9% para 10%, enquanto a alternativa regular somou 39%.

Leia também: Tubarão pré-histórico ataca submarino nas Bahamas, assista

Por fim, os entrevistados também foram questionados sobre a alta do dólar. Para 56%, o avanço da moeda norte-americana prejudica a vida dos brasileiros, enquanto 62% afirmou que a alta prejudica a economia do país. Entretanto, mesmo com esses valores, 47% consideram que ela está no caminho certo.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana