conecte-se conosco


Mato Grosso

Jucemat instala chat para agilizar atendimento ao cidadão

Publicado

Quatrocentos e vinte pessoas são atendidas por dia no chat da página da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat). A ferramenta está à disposição da população há 20 dias e desde então, os clientes estão atendidos de forma instantânea quando possuem alguma dúvida sobre os serviços da autarquia, bem como abertura, alteração de informações e baixa de empresas.

Conforme os dados de produtividade, 8.407 empreendedores e contadores tiveram suas dúvidas sanadas desde 15 de janeiro. O secretário-geral da Jucemat, Julio Müller, explica que todos os dias cinco servidores ficam em frente aos computadores em função do chat. Antes, eles atuavam no atendimento presencial, que foi praticamente extinto no começo do ano, quando o programa Junta Digital passou a funcionar e aboliu os processos físicos, migrando tudo para o site.

O grupo consegue atender mais de uma pessoa ao mesmo tempo, sendo que as principais dúvidas se dividem em três categoria: as informações gerais, que mostram a localização de informações já disponíveis no site; as exigências, que tratam de detalhes sobre a solução de pendências processuais; e a rede simples, responsável por atuar nos defeitos do sistema.

Müller explica que as pessoas perguntam de tudo. “Os questionamentos vão desde quanto custa uma certidão até como proceder em um processo de espólio”.

Com a implantação da ferramenta, o número de reclamações na ouvidoria reduziu exponencialmente, avalia o secretário. A maioria das queixas estava relacionada a demora ou ausência de esclarecimentos, o que não acontece mais porque o sistema permite acompanhar o chamad,o da abertura à conclusão. “O impasse do atendimento não era causado pelo servidor e sim pela estrutura arcaica do nosso sistema de telefonia. Agora, as pessoas quase não ligam mais, preferem o chat”.

Leia mais:  Criminosos furtam mais de mil litros de diesel e peças de colheitadeira em fazenda de Nortelândia

Junta Digital

A ferramenta foi adotada para agregar ao processo de transição da Junta para a era digital, finalizada no ano passado. Entre os ganhos com a modernização estão a agilidade e barateamento dos processos.

Os empresários deixaram de peregrinar entre os órgãos públicos para conseguir a inserção no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), essencial para o empreendedor pleitear financiamentos, acesso a programas governamentais e até mesmo fazer as compras de insumos.

Vale lembrar que todos os órgãos envolvidos na abertura de uma empresa passaram a integrar o sistema e atualmente todos os procedimentos realizados via site duram em média 2h30. Quando os serviços dependiam de processos físicos, a média era 24 dias ou 576 horas.

Atendimento


Durante o horário comercial, os atendimentos são instantâneos, mas fora do período, bem como finais de semana, as dúvidas geram um e-mail, que é encaminhado aos atendentes e respondido no próximo expediente.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Alunos demonstram potencial em Olímpiada Nacional de Ciências

Publicado

por

A Escola Estadual 12 de Abril, localizada no município de Tabaporã (a 643 quilômetros ao médio-norte de Cuiabá), realizou a 1ª etapa da Olímpiada Nacional de Ciências (ONC) para 36 alunos do ensino médio. Os estudantes responderam a 15 questões objetivas de física, química, biologia e astronomia. A prova ocorreu na sexta-feira (16.08), nas dependências da escola.

A estudante Hilary Maria relata que teve uma experiência positiva nessa primeira fase da ONC e agora está na expectativa de realizar a segunda etapa. “Foi uma experiência incrível porque proporcionou várias oportunidades. Se eu for para a próxima etapa, que é a estadual, ficaria muito feliz”, frisa.

Para a aluna Maria Luiza, passar da segunda para a terceira fase nacional será uma grande conquista, pois os vencedores ganharão, não só medalhas ou bolsa de estudo, mas grande visibilidade. “É uma oportunidade de crescermos no conhecimento em ciências”, ressalta.

Segundo a professora de física Ângela Gargioni, responsável pela organização da ONC na escola, os alunos classificados para a segunda fase deverão ser avaliados com questões subjetivas e experiências dos estudantes.  O resultado dos aprovados para a segunda fase será divulgado no dia 30 de agosto, mas a expectativa é que todos participem.

“Na segunda etapa, os alunos apresentam um trabalho prático, poderão demonstrar o potencial que identificamos dentro da ONC e que tenham perfil na área de ciências. Foi uma surpresa positiva nessa primeira participação dos nossos alunos porque estudamos de forma intensiva. Como professora de física, me sinto lisonjeada pelo empenho de nossos alunos”, comemora.

Leia mais:  Policiais civis da DRE doam sangue para ajudar MT-Hemocentro

ONC

A ONC é uma promoção do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e constitui um programa das Sociedade Brasileira de Física (SBF), Associação Brasileira de Química (ABQ) e Instituto Butantã, responsáveis por sua execução.

O foco da ONC é despertar e estimular o interesse pelo estudo das ciências naturais, física, química, biologia e astronomia. A competição é dividida em três etapas.

O estabelecimento de ensino que participar da 1ª fase terá automaticamente inscritos para a 2ª fase todos os estudantes que atingirem o número mínimo de acertos estipulado pela Comissão da ONC.

As provas da 2ª fase serão aplicadas em um sábado, nas subcoordenações estaduais definidas por cada comissão estadual, na data determinada no calendário da ONC, aprovado e publicado na página de divulgação digital da ONC de cada ano. A premiação dos alunos compreenderá dois níveis: estadual e nacional. A ONC concederá até 5.000 medalhas divididas em três categorias: ouro, prata, bronze.


Além disso, todos os que receberem medalhas e menção honrosa receberão seus certificados impressos. O número de medalhas em cada categoria dependerá do desempenho dos estudantes em cada série/ano.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Pessoa com deficiência e bullying foram temas de palestras para comunidade escolar

Publicado

por

A Escola Estadual Alfredo Treuherz, localizada na região de Nova Fronteira, em Tabaporã (643 quilômetros a Médio-Norte da Capital), foi palco de uma palestra sobre a Inclusão da Pessoa com Deficiência e Bullying. O encontro possibilitou a interação dos participantes que tiraram as dúvidas sobre o assunto. A palestra ocorreu na última sexta-feira (16.08) e teve participação dos alunos da escola e da comunidade escolar.

Segundo a diretora Claudia Reffatti Grassi, o tema foi escolhido pois a escola atende a alunos com algum tipo de deficiência. Com a ajuda da mãe de uma aluna especial, conseguiram levar Tais Augusta de Paula, da Casa Civil de Mato Grosso, e Luiz Carlos Grassi, do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência (Conede) para falar sobre o assunto.

“A palestra foi muito importante, tendo em vista que enfrentamos desafios no dia a dia escolar e precisamos estar capacitados para atender aos alunos da melhor maneira possível. A comunidade escolar, que participou em peso, gostou muito da maneira como foi abordado o tema em questão”, ressalta.


A EE Alfredo Treuherz atende 207 alunos matriculados nos ensinos fundamental e médio.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Criminosos furtam mais de mil litros de diesel e peças de colheitadeira em fazenda de Nortelândia
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana