conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mato Grosso

João Miguel e Maria Cecília foram os nomes mais registrados no ano passado em Mato Grosso

Publicado

Dados dos cartórios de Registro Civil de Mato Grosso, destacam 20 nomes entre masculinos e femininos mais escolhidos pelos pais em 2018, com destaque à quantidade de nomes compostos, que representam 28,3% do total de nomes escolhidos pelos pais brasileiros.

Os campeões do ano passado foram; João Miguel com 431 registros e Enzo Gabriel, com 332 registros. Em âmbito nacional, Enzo Gabriel  também foi o nome masculino mais registrado, com 18.156 registros; enquanto Maria Eduarda, com 15.760 registros, liderou o ranking feminino. As preferências nacionais de 2018,  mudaram em comparação a 2017, em que ocupavam o topo da lista o nome Miguel, agora na segunda colocação e Alice, agora na 3º colocação entre os nomes femininos.

O relatório  usou a Central Nacional de Informações do Registro Civil como base, identificou ainda a existência de 348.861 nomes diferentes, alguns deles com ampla variação de grafia, além dos tradicionais nomes diferentes escolhidos pelos pais.  O estudo identificou ainda a existência de 3.027 variações compostas para o nome Maria, 2.320 para Pedro, 1.564 para Ana, 1.488 para Enzo e 1.260 para João.

Foram reunidos dados de todos os 7.732 Cartórios de Registro Civil dos 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal, que formaram uma base de mais de 2 milhões e 760 mil registros realizados até o dia 18 de dezembro, disponível a toda a sociedade através do Portal da Transparência no endereço www.registrocivil.org.br.

 

Confira a lista de nomes mais registrados:

**10 nomes mais frequentes no Brasil

Enzo Gabriel – 18.156

Miguel – 17.699

Arthur – 17.119

João Miguel – 16.049

Maria Eduarda – 15.760

Maria Clara – 14.170

Heitor – 14.025

Pedro Henrique – 13.672

Alice – 12.482

Ana Clara – 11.059

**10 nomes mais frequentes em Mato Grosso

João Miguel – 431

Enzo Gabriel – 332

Miguel – 329

Arthur – 281

Maria Eduarda – 262

Pedro Henrique – 252

Maria Clara – 236

Heitor – 228

Ana Júlia – 224

João Pedro – 205

**10 nomes masculinos mais frequentes em Mato Grosso

João Miguel – 431

Enzo Gabriel – 332

Miguel – 329

Arthur – 281

Pedro Henrique – 252

Heitor – 228

João Pedro – 205

Davi – 167

Gabriel – 161

João Lucas – 147

**10 nomes femininos mais frequentes em Mato Grosso

Maria Eduarda – 262

Maria Clara – 236

Ana Júlia – 224

Ana Clara – 204

Helena – 197

Maria Júlia – 189

Alice – 178

Valentina – 160

Maria Alice – 136

Maria Helena – 134

Comentários Facebook

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Cidades

Mato Grosso tem a 4ª gasolina mais barata do país

Publicado

Mato Grosso tem o 4° preço mais barato do litro da gasolina no país, com R$ 6,99. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta terça-feira, 21.

O estado ficou em 16° lugar no ranking comparativo de maiores valores registrados do preço do combustível.

O valor em Mato Grosso está abaixo do preço médio do litro da gasolina no país, que ficou em R$ 7,232 na última semana. Os dados são referentes aos dias 12 a 18 de junho.

O preço médio mais alto foi verificado na Bahia (R$ 8,037). O maior valor cobrado foi encontrado foi no Rio de Janeiro (R$ 8,990). Já o menor foi registrado em um posto de São Paulo (R$ 6,170).

Em Mato Grosso, o preço mínimo registrado foi R$ 6,30 o litro. Como foi feita entre os dias 12 e 18 de junho, a pesquisa da ANP ainda não reflete totalmente o último reajuste anunciado pela Petrobras nas suas refinarias.

G1/MT

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana