conecte-se conosco


Entretenimento

Jake Trevisan almeja conquistar a folia de 2019 com sua nova canção, Pacabá

Publicado

Nome popular no Carnaval 2009, graças a explosão do hit Pó Pará Com Pó
, a cantora gospel Jake Trevisan quer ganhar a folia de 2019 com seu novo trabalho, Pacabá
, lançado na última sexta-feira (08). A canção aborda um assunto sério – a depressão. Para a coluna, a cantora garantiu que a ideia da música é “fazer uma reflexão sobre o assunto, e dar esperança às famílias e as pessoas que sofrem desse mal”.



Jake Trevisan é um forte nome do carnaval
Divulgação
Jake Trevisan é um forte nome do carnaval

Leia também:  Ator da Record TV, Eduardo Pelizzari, se prepara para “Jezabel”

A novidade de Jake Trevisan
veio recheada de boas expectativas sobre a recepção das pessoas, além de ter como objetivo alcançar diferentes públicos. De acordo com ela, os elogios da sua iniciativa se fazem presentes, principalmente, pela coragem de abordar um assunto tão sério por meio da arte.

Mesmo investindo na folia, a intérprete de 
Pacabá

 garantiu que a alegria do carnaval
é apenas uma de suas características, mas que vai continuar fazendo músicas para todos os momentos do ano. Questionada sobre a mescla de folia com religião, a artista falou com convicção que recebe tanto o apoio da igreja quanto do público, principalmente por abordar sobre um problema que está presente no cotidiano de muita gente, inclusive de celebridades e nomes religiosos como Padre Marcelo Rossi e Padre Fábio de Melo.

Espero tua (re)volta no Festival de Berlim


Montador Yuri Amaral, diretora Eliza Capai e a protagonista Marcela Jesus, do filme
Max Kullmann
Montador Yuri Amaral, diretora Eliza Capai e a protagonista Marcela Jesus, do filme “Espero tua (re)volta”

O longa-metragem “Espero tua (re)volta”, dirigido por Eliza Capai, teve uma recepção calorosa e foi aplaudido de pé na première do Festival de Berlim, na exibição do último sábado (9). O filme fala sobre lutas estudantis.

Leia mais:  De galã a medonho! Os diferentes visuais de Coringa no audiovisual

“Nossa tensão e ansiedade se dissolveram quando vimos todas aquelas pessoas se levantando e aplaudindo o filme por uma eternidade. Na sessão seguinte, o mesmo se repetiu. Os dois debates que aconteceram após o filme foram muito profundos e mostraram como as pessoas estavam curiosas sobre a situação política do Brasil. O debate extrapolou o filme e falou sobre toda essa complexidade que vivemos agora. Foi muito especial”, conta a diretora Eliza Capai.

Leia também: Longe demais? “Future Man” retorna ainda mais maluca em um futuro sem filtro

Bia Arantes se prepara para encarnar nova personagem


O antes (à esquerda) e depois (à direita) de Bia Arantes, para interpretar Valéria, sua nova personagem
Divulgação
O antes (à esquerda) e depois (à direita) de Bia Arantes, para interpretar Valéria, sua nova personagem

A atriz Bia Arantes mudou o seu visual para vivenciar sua mais nova personagem, Valéria, que entra no ar na próxima novela das seis da Globo, “Órfãos da Terra”. Antes desse papel, Bia interpretou a bruxa Brice em “Deus Salve o Rei” e chegou, inclusive, a participar do quadro “Dança dos Famosos”, que acontece dentro do “Domingão do Faustão”.

BAFTA aquece público para o Oscar 2019


Bradley Cooper levou o prêmio BAFTA de Melhor Canção Original, por
Reprodução/Instagram
Bradley Cooper levou o prêmio BAFTA de Melhor Canção Original, por “Nasce Uma Estrela”

O prêmio BAFTA (British Academy of Film and Television Arts) aconteceu no último domingo (10). Diversos filmes e atores foram premiados na ocasião, o que funcionou como uma espécie de aquecimento à cerimônia do Oscar 2019, que está por vir. “A Favorita” foi um grande destaque da noite, arrematando seis prêmios. Os vencedores foram:

  • Melhor Filme: “Roma”
  • Melhor Filme Britânico: “A Favorita”
  • Melhor Filme em Língua Estrangeira: “Roma”
  • Melhor Documentário: “Free Solo”
  • Melhor Animação: “Homem-Aranha no Aranhaverso”
  • Melhor Diretor: Alfonso Cuarón (“Roma”)
  • Melhor Roteiro Original: “A Favorita”
  • Melhor Roteiro Adaptado: “Infiltrado na Klan”
  • Melhor Atriz: Olívia Colman (“A Favorita”)
  • Melhor Ator: Rami Malek (“Bohemian Rhapsody”)
  • Melhor Atriz Coadjuvante: Rachel Weisz (“A Favorita”)
  • Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali (“Green Book – O Guia”)
  • Melhor Trilha Sonora: “Nasce Uma Estrela”
  • Melhor Fotografia: “Roma”
  • Melhor edição: “Vice”
  • Melhor design de produção: “A Favorita”
  • Melhor Figurino: “A Favorita”
  • Melhor Cabelo e Maquiagem: “A Favorita”
  • Melhor Som: “Bohemian Rhapsody”
  • Melhores Efeitos Visuais: “Pantera Negra”
  • Ator ou atriz revelação em 2019 (escolha popular): Letitia Wright
Leia mais:  Famosos parabenizam Sabrina Sato após o nascimento de Zoe

Jake Trevisan fala sobre reconhecimento feminino


Cantora gospel, Jake Trevisan fala sobre a mulher e a igreja católica
Divulgação
Cantora gospel, Jake Trevisan fala sobre a mulher e a igreja católica

Leia também: Má sorte? Tony Ramos emenda papeis ruins na Globo

Católica, Jake Trevisan
quer lutar pelo reconhecimento feminino na religião. “Existe o poder na imagem do homem, mas precisa de mulher para representar as causas, não só a instituição. Como mulher busco esse espaço. A igreja católica não é formada somente pelos padres, mas são eles que aparecem mais”, explicou a cantora, 
que complementou dizendo: “Eu quero ocupar esse espaço da mulher cantora, mãe, esposa e missionária. Eu busco por isso, ainda mais nesse momento de empoderamento feminino”.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Episódio de “Game of Thrones” vaza antes da hora na Alemanha

Publicado

por

O segundo capítulo da temporada final da série “Game of Thrones” vai ao ar hoje (21) à noite na HBO. No entanto, segundo relatos de fãs no Twitter, o episódio foi divulgado antes da hora na Alemanha.


Leia também: Ator de “Game of Thrones” deixa escapar possível spoiler sobre o Rei da Noite


game of thrones
Divulgação
Segundo episódio da oitava e última temporada de “Game of Thrones” foi divulgado antes da hora na Alemanha

O episódio de “ Game of Thrones
” foi divulgado em contas da Amazon Prime Video da Alemanha. Após o vazamento, fãs da série estão comentando o capítulo nas redes sociais, contando spoilers e divulgando links para download antes da exibição na HBO.

Até o momento, representantes da HBO
e da Amazon Prime Video não se manifestação a respeito do vazamento e não se sabe o motivo da divulgação antes da hora. Porém, fãs confirmam que o episódio foi de fato vazado.

Leia também: Criador de “Game of Thrones” é hospitalizado após brincadeira com Jason Momoa

Este não é o primeiro vazamento da última temporada da série
. Na semana passada, o primeiro episódio já estava disponível na DirecTV quatro horas antes do lançamento oficial.

O segundo episódio da oitava e última temporada de “ Game of Thrones
” será transmitido hoje, domingo, pela HBO às 22h.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Leia mais:  Famosos parabenizam Sabrina Sato após o nascimento de Zoe
Continue lendo

Entretenimento

Sunday Service: a “missa de Páscoa” de Kanye West no Coachella

Publicado

por

O mistério que intrigava os fãs de Kanye West desde o início do ano, quando Kim Kardashian começou a postar vídeos de uma espécie de pregação musical que o polêmico e talentoso rapper promovia na mansão do casal, chegou ao fim neste domingo com a apresentação de Sunday Service.


Leia também: Incêndio no Coachella assusta público, mas festival não é interrompido


Kanye West em Sunday Service
Reprodução/Instagram/@kentnish
O tão esperado Sunday Service foi o espetáculo do rapper Kanye West no festival de música Coachella

O espetáculo Sunday Service
teve sua primeira apresentação pública na manhã de Páscoa numa colina na área de camping do festival Coachella , com transmissão mundial ao vivo pelo YouTube — muito comentada, aliás, pelo uso de uma espécie de câmera olho de peixe, em que o espectador parecia estar assistindo pelo buraco da fechadura.

Desde às 9h (no horário local, 13h em Brasília), as redes sociais ficaram tomadas de mensagens ansiosas e intrigadas. Aos poucos, os muitos músicos e cantores do coral que acompanham Kanye na empreitada religiosa — no Brasil, comparada à “fase racional” de Tim Maia — marchavam em formação para a tal colina, numa espécie de ritual, com vestes em que se liam mensagens como “Espírito Santo” (vendidas a módicos U$ 225 dólares na loja do festival).

Detalhes do Sunday Service


Kanye West em Sunday Service
Reprodução/Twitter
O espetáculo do rapper no Coachella 2019 durou cerca de duas horas e foi uma espécie de “pregação”

A apresentação em si só foi começar com quase meia hora de atraso, com longas e imersivas jams instrumentais do ótimo grupo — predominantemente negro — que Kanye arrebanhou, interpretando canções de Kool & The Gang (“Summer madness”), Stevie Wonder (“Do I do”) e The Gap Band (“Outstanding”) com clima jazzy, centradas no piano, na percussão e nos sopros.

Leia mais:  Giovanna Antonelli exibe corpão durante dia de praia em Miami

Na prática, Kanye & companhia promoveram uma grande pregação musical, com uma série de discursos e manifestações religiosas, baseada nas tantas canções com referências gospel que lançou em sua carreira — “Father strecht my hands pt. 1”, “Jesus walks” — e fazendo “versões para igreja” de outras, como “Fade”, “Power”, “All falls down” e “Otis.

Por diversas vezes, como nas sequências “Ha ya” e “Lift him up” e “Follow me” e “Fade”, a entrada de synths e samples dava ao culto orgânico tons de house music e eletrônica — afinal, por que não? É uma missa pós-moderna.

Kanye aproveitou para apresentar duas músicas novas, “We have everything we need” e “Water”, que devem fazer parte do disco resultante (“Yandhi”?) dessa fase ainda mais espiritural do rapper que já tinha lançado, em 2013, o álbum “Yeezus”.

O repertório de cerca de duas horas também contou com hinos gospel, como “Brighter day” (Kirk Franklin), “This is the day” (Fred Hammond) e “Oh Lord, how excellent” (Richard Smallwood), além de versões de “As” (Stevie Wonder) e “Back to life” (Soul II Soul).

Leia também: Beyoncé lança álbum e documentário sobre apresentação no Coachella 2018

Para os descrentes que achavam que o tal “Sunday Service” seria mais uma egotrip de um artista conhecida pela egolatria, Kanye provou que o conceito está muito mais para comunhão do que para o umbigo. Com seu cabelo pintado de roxo, ele quase não cantou, dando espaço para parceiros como a cantora Teyana Taylor (“Never would have made it”) e Chance the Rapper (“Ultralight beam”) brilharem.

Leia mais:  Enaltecendo a cultura periférica, Favela Sounds traz atrações do País inteiro

A função de Kanye era muito mais a de uma espécie de mestre de cerimônia, ajudando a reger a banda e o coral, e incentivando a vibração dos músicos, que por vezes se infiltraram no meio do público. Kanye chegou a visivelmente se emocionar na apresentação, que contou ainda com a presença de  Kim Kardashian
e da pequena North West, de cinco anos.

Mesmo não sendo headliner (boatos dão conta de que o festival não conseguiu bancar a produção megalomaníaca pedida pelo artista), Kanye West
causou o grande rebuliço do Coachella 2019
, com sua missa/ritual pascal “Sunday Service” e a participação surpresa, na véspera, do show do parceiro Kid Cudi, com quem lançou o disco “Kids see ghosts” no ano passado.

Em tempos em que religião e juventude parecem se afastar cada dia mais, Kanye conseguiu por duas horas fazer os jovens do pagão Coachella (e tantos outros que assistiam em casa) ouvirem e cantarem a palavra em Sunday Service
. Não é pouco.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana