conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Nacional

Isolamento na cidade de SP chega a 80% em feriado antecipado, diz prefeitura

Publicado


source
Coletiva da Prefeitura de SP
Foto: Reprodução/Internet

Coletiva da Prefeitura de SP

O feriado prolongado de dez dias na cidade de São Paulo, que terminou no último domingo (4), resultou na taxa de isolamento de 80% no município, de acordo com dados apresentados, nesta quinta-feira (8), pela prefeitura da capital paulista.

O objetivo da medida era aumentar os índices de distanciamento e reduzir a circulação de pessoas no município para combater a disseminação do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

De acordo com a gestão municipal, quatro índices foram analisados para chegar ao número do isolamento, em uma metodologia própria da gestão municipal. O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa da prefeitura de São Paulo.

O secretário de Governo, Rubens Rizek, afirma que são observadas as “catracadas” nos ônibus, a quantidade de carros nas ruas da cidade, a estimativa de lentidão no trânsito e um apanhado da emissão de notas fiscais de diversos serviço na capital paulista. 

Você viu?

Ainda de acordo com Rizek, o isolamento social antes de o estado entrar na fase vermelha do Plano São Paulo, no dia 6 de março, era de 40% e evoluiu para 60%. Durante o período do feriadão, ele afirma que a taxa chegou ao nível “extremamente satisfatório” de 80%.

“Estávamos com isolamento não suficiente na cidade, na ordem de 40%, aquém do que as equipes recomendam. Isso, antes das medidas restritivas do governador João Doria. Quando a fase emergencial é implementada, o isolamento sobe para 60%, mas quando o prefeito agrega medidas na semana passada, o índice fica absolutamente satisfatório e chegamos a um indicador de mobilidade e isolamento em 80%”, afirmou Rizek.

Isolamento na capital paulista
Foto: Reprodução/Prefeitura de SP

Isolamento na capital paulista

Apesar de considerar os números “um sucesso”, a metodologia é muito diferente dos índices contabilizados pelo sistema de monitoramento do governo estadual.

De acordo com o índice estadual, na cidade de São Paulo, nos dias em que foram antecipados os feriados, a taxa de isolamento não mudou, na comparação com a semana anterior aos feriados, e variou entre 43% e 47%.

Comentários Facebook

Nacional

Sábado de sol e sem previsão de chuva em São Paulo

Publicado

por


source
Previsão do tempo para o fim de semana em São Paulo não indica chuvas
Pixabay/Creative Commons

Previsão do tempo para o fim de semana em São Paulo não indica chuvas

Sol e poucas nuvens durante todo o dia marcam a previsão do tempo deste sábado (10), na capital paulista. A temperatura permanecerá quente ao longo da tarde. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) divulgou que a mínima será de 16ºC e a máxima de 29ºC.

Não há previsão de chuva para o fim de semana em São Paulo. O sábado deve começar mais frio, podendo atingir os 16ºC, e a temperatura tende a aumentar ao longo do dia. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 30% e 85%.

Continue lendo

Nacional

Homem que ofendeu motoboy com falas racistas volta a discriminar negros; assista

Publicado

por


source
Homem voltou a ofender negros e nordestinos em Campinas
Reprodução

Homem voltou a ofender negros e nordestinos em Campinas

O mesmo homem que ofendeu um motoboy com falas racistas em um condomínio de alto padrão em Valinhos, no interior de São Paulo, no ano passado voltou a xingar e discriminar negros e nordestinos. Imagens feitas por volta das 13h desta sexta-feira (9) mostram Mateus Abreu Almeida Prado Couto à frente de um mercado xingando pessoas que estavam no lado de dentro.

No vídeo, Couto caminha na calçada e chama as pessoas para fora do estabelecimento, que fica no bairro Barão Geraldo, em Campinas. Enquanto Couto fala, é possível ouvir alguém dizer “racismo” ao fundo. Ao ouvir a acusação, o agressor afirma que é “racismo mesmo, ô seu preto”. A seguir ele é questionado se é italianos e ele responde que é “nórdico”.

Veja o momento dos xingamentos:

Uma das pessoas local diz que vai chamar a polícia e Couto a desafia para que faça isso. “Manda a PM aqui, que eu mato a PM”. Enquanto é filmado, o contabilista também fala que foi roubado. “Tá roubando meu dinheiro, seu lixo.”

Você viu?

Em outro momento, Couto esfrega a mão no antebraço, fazendo referência à cor de pele e diz: “chega aí, seu bosta, seu gordinho otário. Você não é italiano, você é sub-raça. Chama sua polícia aí, traz a Federal, seu preto filho da p***”.

Em um episódio em julho do ano passado, Couto também foi flagrado praticando racismo. Ele ofendeu o motoboy Matheus Pires Barbosa, que havia ido até o condomínio onde Couto morava para fazer uma entrega.

Ao fazer a entrega, Couto chamou Mateus de lixo e apontou para a sua pele clara. Uma testemunha registrou a cena e, nas imagens, é possível assistir a sessão de xingamentos.

“Seu lixo. Você tem inveja disso aqui”, afirmou o agressor ao apontar para a cor de seu braço e indicar sua pele branca para o entregador negro. “Quanto deve ganhar por mês, hein? Dois mil reais? Não deve ter nem onde morar”, disse.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana