conecte-se conosco


Entretenimento

Irmã de Sheron Menezzes faz topless para divulgar peça de teatro

Publicado

Nesta segunda-feira (04) Sol Menezzes, de 23 anos, irmã de Sheron Menezzes, compartilhou uma foto fazendo topless em sua conta oficial do Instagram para divulgar o espetáculo “Lívia”, no qual interpreta a personagem principal.

Leia também: Anitta compara própria barriga com a de Sheron Menezes, grávida de 5 meses


Irmã de Sheron Menezzes faz topless para divulgar peça de teatro no Rio de Janeiro
Reprodução Instagram

Irmã de Sheron Menezzes faz topless para divulgar peça de teatro no Rio de Janeiro

“Venho seminua avisar pra vocês que o espetáculo ‘Lívia’ estreia nesta sexta-feira (08), no Rio de Janeiro”, escreveu a irmã de Sheron Menezzes na legenda da imagem. Ainda na mesma postagem, a artista reforçou o convite: “Depois não vem dizer que eu não avisei”.

Leia também: Nasce Benjamin, o primeiro filho da atriz Sheron Menezzes

Com pouco tempo de sua publicação no Instagram , a foto da atriz recebeu milhares de likes e incontáveis comentários, e a tendência é que o número cresça a cada instante.

Engajados, alguns fãs e amigos comentaram positivamente a publicação. “Eita, que tiro. Merda para esse espetáculo lindo. Vou tentar ir”, disse uma seguidora desejando bons resultados. “Deus”, elogiou outro internauta. “Um mulherão desses, bicho! Louco para te ver no teatro. Arrasa”, brincou um terceiro. “Ave, que maravilhosa”, finalizou um terceiro admirador.

Mais sobre a peça de teatro


Irmã de Sheron Menezzes será protagonista em peça de curta temporada no Rio
Reprodução Instagram

Irmã de Sheron Menezzes será protagonista em peça de curta temporada no Rio

O espetáculo estrelado por Sol Menezzes conta a trajetória de uma mulher, simples e incrível, que vê seus planos serem completamente alterados pelos acontecimentos que sua vida impõe. Propondo uma reflexão sobre como os nossos relacionamentos podem modificar e redefinir a nossa vida.

Em curta temporada, a peça, que estreia nesta sexta-feira (08), ficará até o dia 17 de fevereiro em cartaz no Teatro Arena Caixa Cultural, no centro do Rio de Janeiro.

Sheron Menezzes e seus irmãos


Sheron Menezzes
Reprodução Instagram

Sheron Menezzes

Leia também: Acusada de copiar Gisele Bündchen, Sheron Menezzes revida:”Era meu trabalho”

Sol e Sheron Menezzes não são as únicas a seguir carreira artística na família. O irmão único delas, Drayson, também está no ramo do entretenimento. Além de ator, ele está na direção da peça em que Sol será protagonista.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook

Entretenimento

Acusados de golpe, Larissa Manoela e seus pais são alvos de processo milionário

Publicado

por

source

O produtor de eventos Davi Dantas está processando Larissa Manoela e os pais da atriz, Silva e Gilberto, em uma ação que ele pede indenização por perdas e danos e o valor da causa é de R$ 1,7 milhão. Na inicial do processo, Davi alega ter contratado um show de Larissa Manoela para o evento ‘Halloween no Jockey Club São Paulo’, no dia 28 de outubro de 2018, e mesmo com contrato assinado enviado e data do show já anunciada, ele afirma que o espaço cancelou a festa sem uma justificativa concreta.

Leia também: Maria Joaquina cresceu! Larissa Manoela está na Globo: “Na tela da TV”

Larissa Manoela arrow-options
Reprodução/Instagram/@larissamanoela

Larissa Manoela


Ainda de acordo com a inicial, após o cancelamento, a negociação do evento com a presença de Larissa Manoela foi mantida e apenas a data e local foram alterados. Davi cogitou fazer o ‘Halloween’ no Anhembi, um mês depois, no dia 25 de novembro, e aproveitar a estrutura de outra atração que faria show no dia anterior. Segundo Davi, como nesta data não haveria tempo hábil para conseguir um alvará para o funcionamento, ele acabou desistindo.

“Depois que não rolou o Anhembi, os pais Larissa sugeriram pra mim uma nova data quase um ano depois, pois disseram que seria o show novo que eles estavam lançando da nova turnê dela e com o repertório atualizado”, disse o produtor que afirmou também ter se encontrado pessoalmente com Larissa e os pais no escritório Lari Produções.

Leia também: Nada de rivalidade, Maisa se despede de Larissa Manoela no SBT

“Em reunião presencial junto com a Larissa, no escritório DaLari Produções, eu apresentei três novos locais e eles escolheram o Credicard Hall. Comecei as negociações com o Credicard Hall, e inicialmente não tinham datas disponíveis próximo a aquele período que queríamos. Mas acabou que consegui uma excessão e confirmei uma data para o dia 19 de outubro de 2019. Quando eu avisei ao Gilberto sobre o acerto da data, ele me disse que não queria mais prosseguir com o contrato comigo, pois a Larissa estaria compromissada com a Netflix e não teria tanto tempo como antes para fazer shows”, afirma Davi.

O produtor diz ainda que foi orientado pelo pai de Larissa a pedir o ressarcimento dos 50% do cachê da cantora que já estavam pagos, além dos valores investidos na produção e divulgação do show, que segundo ele, seria um total de R$ 300 mil. “Ele pediu que eu falasse com a Leila Lopes, da empresa Way Of Joy, que foi a produtora do escritório dele que assinou o contrato junto com ele e se apresentava como sócia da DaLari Produções. Quando mandei um e-mail para a Leila, recebi uma mensagem automática informando que ela havia sido desligada da empresa”, conta.

Leia também: Sensual, Larissa Manoela completa 19 anos e celebra: “Evoluindo”

Ainda segundo Davi, após descobrir o desligamento da produtora que assinou o contrato, ele foi orientado a procurar o advogado do escritório. “O advogado não respondia minhas mensagens e até agora não me reembolsaram tudo que investi. Pra piorar, ainda usaram a data que eu consegui como uma exceção para fazer o show da Larissa solo. Eles me aplicaram um golpe “, revela.

Procurada, a assessoria de Larissa Manoela não se manifestou sobre o assunto.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Acusados de golpe, Larissa Manoela e seus pais são alvos de processo milionário

Publicado

por

source

O produtor de eventos Davi Dantas está processando Larissa Manoela e os pais da atriz, Silva e Gilberto, em uma ação que ele pede indenização por perdas e danos e o valor da causa é de R$ 1,7 milhões. Na inicial do processo, Davi alega ter contratado um show de Larissa Manoela para o evento ‘Halloween no Jockey Club São Paulo’, no dia 28 de outubro de 2018, e mesmo com contrato assinado enviado e data do show já anunciada, ele afirma que o espaço cancelou a festa sem uma justificativa concreta.

Leia também: Maria Joaquina cresceu! Larissa Manoela está na Globo: “Na tela da TV”

Larissa Manoela arrow-options
Reprodução/Instagram/@larissamanoela

Larissa Manoela


Ainda de acordo com a inicial, após o cancelamento, a negociação do evento com a presença de Larissa Manoela foi mantida e apenas a data e local foram alterados. Davi cogitou fazer o ‘Halloween’ no Anhembi, um mês depois, no dia 25 de novembro, e aproveitar a estrutura de outra atração que faria show no dia anterior. Segundo Davi, como nesta data não haveria tempo hábil para conseguir um alvará para o funcionamento, ele acabou desistindo.

“Depois que não rolou o Anhembi, os pais Larissa sugeriram pra mim uma nova data quase um ano depois, pois disseram que seria o show novo que eles estavam lançando da nova turnê dela e com o repertório atualizado”, disse o produtor que afirmou também ter se encontrado pessoalmente com Larissa e os pais no escritório Lari Produções.

Leia também: Nada de rivalidade, Maisa se despede de Larissa Manoela no SBT

“Em reunião presencial junto com a Larissa, no escritório DaLari Produções, eu apresentei três novos locais e eles escolheram o Credicard Hall. Comecei as negociações com o Credicard Hall, e inicialmente não tinham datas disponíveis próximo a aquele período que queríamos. Mas acabou que consegui uma excessão e confirmei uma data para o dia 19 de outubro de 2019. Quando eu avisei ao Gilberto sobre o acerto da data, ele me disse que não queria mais prosseguir com o contrato comigo, pois a Larissa estaria compromissada com a Netflix e não teria tanto tempo como antes para fazer shows”, afirma Davi.

O produtor diz ainda que foi orientado pelo pai de Larissa a pedir o ressarcimento dos 50% do cachê da cantora que já estavam pagos, além dos valores investidos na produção e divulgação do show, que segundo ele, seria um total de R$ 300 mil. “Ele pediu que eu falasse com a Leila Lopes, da empresa Way Of Joy, que foi a produtora do escritório dele que assinou o contrato junto com ele e se apresentava como sócia da DaLari Produções. Quando mandei um e-mail para a Leila, recebi uma mensagem automática informando que ela havia sido desligada da empresa”, conta.

Leia também: Sensual, Larissa Manoela completa 19 anos e celebra: “Evoluindo”

Ainda segundo Davi, após descobrir o desligamento da produtora que assinou o contrato, ele foi orientado a procurar o advogado do escritório. “O advogado não respondia minhas mensagens e até agora não me reembolsaram tudo que investi. Pra piorar, ainda usaram a data que eu consegui como uma exceção para fazer o show da Larissa solo. Eles me aplicaram um golpe”, revela.

Procurada, a assessoria de Larissa Manoela não se manifestou sobre o assunto.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana