conecte-se conosco


Ação Social

Internado com leucemia, PM de Tangará precisa de doação de sangue

Publicado

O soldado Dirceu Batista Gomes Filho, que atua na Força Tática pelo 7º Comando Regional de Tangará da Serra precisa de doação de sangue. Ele está internado em um hospital de Cuiabá, após ter sido diagnosticado com Leucemia Linfoide Aguda (LLA), tipo B.

De acordo com a família, o tipo sanguíneo de Batista é o AB+, que pode receber doação de todos os grupos(A+, B+, O+, AB+, A-, B-, O- e AB).  Devido ao tratamento, o militar está recebendo transfusão de plaquetas e plasma de 12 em 12 horas e, como o corpo não tem reagido, deve iniciar nos próximos dias a quimioterapia, e por essa razão, necessita de mais doação de sangue e plaquetas.

Para ser um doador e ajudar o soldado Batista, o interessando deve se deslocar até o Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemosan). O banco de sangue que fica em Cuiabá, está localizado em anexo ao Hospital Santa Helena, na Rua Maria do Carmo Rego, nº 23, no Bairro Santa Helena. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 07h00 às 17h00. Para mais informações, entre em contato pelo Fone: (65) 3621-6667.

***Da Redação com informações Tangará em Foco

Comentários Facebook

Ação Social

Paróquia Santa Terezinha adia o 3º Festival de Prêmios

Publicado

Considerando o momento delicado que estamos vivendo devido à epidemia do Corona Vírus e todas as medidas adotadas pelas autoridades civis para conter o avanço da mesma, venho por meio deste, comunicar o adiamento do sorteio do 3º Festival de Prêmios da Paróquia Santa Terezinha, marcado para dia 5 de abril de 2020.

Conforme o padre Ronaldo Vicente, a nova data do sorteio será ainda definida em reunião do Conselho Administrativo e comunicada a todos com a devida antecedência. “Agradeço imensamente a compreensão e rogo sobre todos a benção de Deus e a intercessão de Santa Terezinha”, destaca o pároco.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ação Social

Pastoral da Sobriedade: grupo oferece um caminho de crescimento humano e espiritual em Tangará da Serra

Publicado

A Pastoral da Sobriedade é a ação concreta da Igreja na prevenção e recuperação da dependência química. Os agentes trabalham em parceria em favor do resgate da dignidade, da auto-estima de cada dependente químico e de seus familiares, através da pedagogia de Jesus-Libertador, para reinserir os excluídos, propondo uma mudança de vida através da conversão.

Em Tangará da Serra, o grupo de auto ajuda, recebe todas as pessoas que estejam em período de fragilidade físico/emocional desencadeada pela dependência. Os membros da Pastoral da Sobriedade, trabalham por meio da ‘Terapia do Amor’  todo e qualquer tipo de dependência, propondo mudanças comportamentais e valorizando o sujeito, enquanto membro da comunidade.

“Todos nós somos dependentes de algo em nossas vidas! Podemos ser dependentes emocionais de alguém, dependentes de dinheiro, dependentes de trabalho, dependentes de pornografia, álcool, drogas, celular, medicamentos, enfim, quando falamos  de viver em sobriedade, ser sóbrio é sermos vigilantes em nossas atitudes é vigiar o nosso agir o nosso pensar e o nosso falar. Sermos pessoas honestas com nós mesmos, trabalhar defeitos de caráter como a mentira, a arrogância, prepotência. O inimigo sempre está a espreita aguardando uma brecha para entrar em nossas vidas, sua missão é destruir, enganar, roubar, matar. Para ele não importa se vai ferir, se pessoas vão entrar em depressão ou se tornar um dependente químico, tudo que consiga fazer de mau, estará bom”, descreve a coordenadora Reilly Melo.

Diante de um dilema da sociedade, no momento em que ele se apresenta, o grupo busca respostas para uma problemática social. São vivenciados 12 passos, a cada encontro é aprimorado um tema, seguindo a palavra de Deus, propondo a reflexão e o controle emocional. “O primeiro passo é admitir que sozinho não conseguimos, e que precisamos de ajuda, admitir que somos impotentes que estamos fracos na fé, e que precisamos nos fortalecer na presença de Deus para continuar nossa caminhada espiritual. Temos a presença do sacerdote, Frei Gilcel que é nosso orientador espiritual. Após a leitura da palavra, temos o momento de partilha, onde os participantes podem expor suas dores, o seu problema. Então com a vivência das reuniões as pessoas vão aprendendo a conviver com seus problemas a se fortalecerem na fé”, destaca Reilly.

O agente da pastoral da Sobriedade está aberto ao diálogo, disponível para o serviço e em sobriedade. Em Tangará da Serra, a Pastoral da Sobriedade, funciona no auditório da Igreja Matriz. Os encontros acontecem as terças-feiras, às 19h30. Mais informações pelo Fone: (65) 9.8435-8742.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana