conecte-se conosco


BemRural

Inscrições para a maior feira de orgânicos do mundo terminam no domingo (15)

Publicado

Termina neste domingo (15) as inscrições na chamada pública que selecionará até oito empreendimentos/cooperativas, prioritariamente da agricultura familiar brasileira, produtoras de alimentos e bebidas orgânicas, para participarem da maior feira de negócios específica do segmento de orgânicos, a Biofach 2020. O evento, que está na 31ª edição, ocorrerá entre os dias 12 e 15 de fevereiro do próximo ano, em Nuremberg, na Alemanha. 

Para participar da seleção, os interessados devem preencher o formulário de inscrição e enviar uma cópia escaneada de pelo menos um dos certificados internacionais de orgânicos válidos para a Biofach 2020 pelo email: [email protected]. O ato de inscrição não garante a participação na feira, apenas manifesta o interesse do inscrito no processo de seleção de expositores, conforme descrito nos Termos e Condições de Participação.

A organização do Pavilhão Brasil na Biofach 2020 será realizada conjuntamente pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), pela Embaixada do Brasil na Alemanha.

A seleção dos expositores levará em consideração, entre outros, os seguintes aspectos: setor de atuação e adequação dos produtos ao evento; histórico de participações em feiras internacionais na qualidade de expositor; disponibilização de produtos para amostragem e degustação; histórico de atividades voltadas à exportação; composição do portfólio para apresentação no evento; e histórico de participação em outros eventos organizados pelo Mapa em parceria com o MRE (ausências e condutas indevidas).

Leia mais:  Mapa e IICA apresentam estudo sobre potencial para florestas plantadas no DF e mais 32 municípios

Os produtores que forem selecionados na chamada contarão com estrutura completa de estande, incluindo recepcionistas bilíngues, catálogo do Pavilhão, cozinha coletiva equipada, mobiliário para preparação e exposição de produtos, bem como para reunião com os potenciais compradores e apoio técnico da equipe do Mapa. Cada empresa participante será responsável por suas despesas pessoais (passagens aéreas, vistos, vacinas, hospedagem e alimentação) e pelos custos com o envio de amostras.

Na feira, os participantes do Pavilhão Brasil deverão expor seus produtos, promover degustações, receber visitantes, encontrar fornecedores e compradores de seus produtos e outros parceiros comerciais, conhecer novas tecnologias e prospectar ou realizar negócios. 

“Será como uma verdadeira vitrine para os expositores brasileiros, que, além de divulgar seus produtos orgânicos e agroecológicos aos mercados externos, terão grandes oportunidades de fazer contatos comerciais, observar e aprender as tendências atuais do setor em âmbito mundial e fortalecer a rede de relacionamento com atores estratégicos”, destaca o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke. 

Paralelamente à Biofach, ocorrerá a Feira Internacional de Cuidados Pessoais Naturais e Orgânicos, a Vivaness. Em 2019, os dois eventos juntos contaram com 2.983 expositores e mais de 51 mil visitantes de 144 países.

Serviço

Período de inscrições: até 15/9/2019 
Local: Nuremberg – Alemanha
Mais informações pelo telefone: (61) 3218-3413 

> Clique aqui para conferir os Termos e Condições de Participação 


> Acesse aqui o site oficial do evento

Leia mais:  Ministério da Agricultura faz operação para fiscalizar pescados em supermercados

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook

BemRural

Ministério divulga resultados de mais 11 lotes de cervejas Backer contaminadas

Publicado

por

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) identificou a presença do contaminante dietilenoglicol em mais 11 lotes de cervejas Backer. Agora são dez produtos da Cervejaria Backer contendo as substâncias tóxicas. São eles: Belorizontina, Capixaba, Capitão Senra, Pele Vermelha, Fargo 46, Backer Pilsen, Brown, Backer D2, Corleone e Backer Trigo. Até o momento, as análises realizadas pelos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária constataram 32 lotes contaminados.

Diante do risco iminente à saúde pública, o Mapa definiu em reunião com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a interdição das marcas de cerveja Backer com data de validade igual ou posterior a agosto de 2020. E acertou com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom) do Ministério da Justiça e Segurança Pública a realização dos procedimentos de intimação da empresa para recall dos produtos em que já foi constatada a contaminação, bem como dos produtos que ainda não tiveram a idoneidade e segurança para o consumo comprovadas para o consumidor. A medida é preventiva e vale para todo o Brasil.


O Ministério segue atuando nas apurações administrativas para identificar as circunstâncias em que os fatos ocorreram e tomando as medidas necessárias para mitigar o risco apresentado pelas cervejas contaminadas. Ressaltamos que a empresa permanecerá fechada até que existam condições seguras de operação. Reafirmamos que os produtos somente serão liberados para comercialização mediante análise e aprovação do Mapa.

 

Leia mais:  Ministério da Agricultura faz operação para fiscalizar pescados em supermercados

 

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Continue lendo

BemRural

Brasil e Alemanha firmam acordo de cooperação técnica no setor agrícola

Publicado

por

Os governos do Brasil e da Alemanha assinaram neste sábado (18) memorando de entendimento para Diálogo Agropolítico Alemão-Brasileiro. O acordo foi firmado entre as ministras Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Julia Klöckner (Alimentação e Agricultura da Alemanha), em Berlim.

O acordo prevê cooperação técnica, intercâmbio de informações (seminários, feiras, cursos), visitas técnicas e publicação de material conjunto em diversos setores da agricultura, como bioeconomia, gestão sustentável (solo e água), cadeias agroalimentares sustentáveis, financiamento rural, política agrícola e conectividade. Um grupo, formado por representantes dos dois países e de setores do agro brasileiro e alemão, irão traçar um plano de trabalho e coordenar a execução. O acordo tem duração de três anos, podendo ser prorrogado. 

A assinatura ocorreu após reunião de ministros da Agricultura que participam do Fórum Global da Alimentação e da Agricultura (GFFA), com a participação de mais de 200 ministros e secretários de todo o mundo. No encontro, Tereza Cristina reforçou que apenas 2,3% do território são usados para produção agrícola e 10,5% para pecuária, ou seja, mais de 85% do bioma estão preservados. Ela destacou que o Brasil irá difundir o modelo de sistema de plantio direto, que passou a ser bastante usado no país nas últimas décadas, por propiciar a produção com menor impacto no solo e maior rentabilidade ao produtor. 

Com o fim dos compromissos na Alemanha, a ministra segue para a Índia onde terá uma agenda com seus colegas locais antes de integrar-se à comitiva do presidente Jair Bolsonaro. Antes, Tereza Cristina faz uma parada na Itália, para um encontro bilateral no Ministério da Agricultura local.

Leia mais:  TRIGO/CEPEA: Diferença entre os preços no PR e no RS diminui

Em Berlim, nessa sexta-feira (17), Tereza Cristina teve reuniões bilaterais com Argentina, Holanda, Organização Mundial do Comércio (OMC) e com o diretor-geral da FAO, Dongyu Qu.


Informações à imprensa[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana