conecte-se conosco


BemRural

Inscrições para a maior feira de orgânicos do mundo terminam no domingo (15)

Publicado

Termina neste domingo (15) as inscrições na chamada pública que selecionará até oito empreendimentos/cooperativas, prioritariamente da agricultura familiar brasileira, produtoras de alimentos e bebidas orgânicas, para participarem da maior feira de negócios específica do segmento de orgânicos, a Biofach 2020. O evento, que está na 31ª edição, ocorrerá entre os dias 12 e 15 de fevereiro do próximo ano, em Nuremberg, na Alemanha. 

Para participar da seleção, os interessados devem preencher o formulário de inscrição e enviar uma cópia escaneada de pelo menos um dos certificados internacionais de orgânicos válidos para a Biofach 2020 pelo email: [email protected]. O ato de inscrição não garante a participação na feira, apenas manifesta o interesse do inscrito no processo de seleção de expositores, conforme descrito nos Termos e Condições de Participação.

A organização do Pavilhão Brasil na Biofach 2020 será realizada conjuntamente pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), pela Embaixada do Brasil na Alemanha.

A seleção dos expositores levará em consideração, entre outros, os seguintes aspectos: setor de atuação e adequação dos produtos ao evento; histórico de participações em feiras internacionais na qualidade de expositor; disponibilização de produtos para amostragem e degustação; histórico de atividades voltadas à exportação; composição do portfólio para apresentação no evento; e histórico de participação em outros eventos organizados pelo Mapa em parceria com o MRE (ausências e condutas indevidas).

Leia mais:  ALGODÃO/CEPEA: Preço segue em queda; liquidez aumenta

Os produtores que forem selecionados na chamada contarão com estrutura completa de estande, incluindo recepcionistas bilíngues, catálogo do Pavilhão, cozinha coletiva equipada, mobiliário para preparação e exposição de produtos, bem como para reunião com os potenciais compradores e apoio técnico da equipe do Mapa. Cada empresa participante será responsável por suas despesas pessoais (passagens aéreas, vistos, vacinas, hospedagem e alimentação) e pelos custos com o envio de amostras.

Na feira, os participantes do Pavilhão Brasil deverão expor seus produtos, promover degustações, receber visitantes, encontrar fornecedores e compradores de seus produtos e outros parceiros comerciais, conhecer novas tecnologias e prospectar ou realizar negócios. 

“Será como uma verdadeira vitrine para os expositores brasileiros, que, além de divulgar seus produtos orgânicos e agroecológicos aos mercados externos, terão grandes oportunidades de fazer contatos comerciais, observar e aprender as tendências atuais do setor em âmbito mundial e fortalecer a rede de relacionamento com atores estratégicos”, destaca o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke. 

Paralelamente à Biofach, ocorrerá a Feira Internacional de Cuidados Pessoais Naturais e Orgânicos, a Vivaness. Em 2019, os dois eventos juntos contaram com 2.983 expositores e mais de 51 mil visitantes de 144 países.

Serviço

Período de inscrições: até 15/9/2019 
Local: Nuremberg – Alemanha
Mais informações pelo telefone: (61) 3218-3413 

> Clique aqui para conferir os Termos e Condições de Participação 


> Acesse aqui o site oficial do evento

Leia mais:  Concessão florestal ajuda a preservar e combater ilegalidade, destaca ministra

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
publicidade

BemRural

Cepea e DSM lançam aplicativo para gestão do confinamento

Publicado

por

Clique aqui e baixe o release em word. 

 

Cepea, 16/09/2019 – A partir desta segunda-feira, 16, o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, em parceria com a Tortuga (marca da DSM de suplementos nutricionais para bovinos, equinos e pequenos ruminantes) passam a disponibilizar um aplicativo direcionado a pecuaristas que realizam confinamento. 

 

Trata-se do “Mais Arroba”, uma ferramenta que ajuda pecuaristas a melhorarem a gestão da produção em sistemas confinamento – o aplicativo já está disponível para download gratuito em sistemas Android e iOS. 

 

A equipe de especialistas da área de Ruminantes da DSM atuou para o desenvolvimento das informações zootécnicas disponíveis na ferramenta e as questões financeiras (custos, rentabilidade etc.) ficaram a cargo do time do Cepea. 

 

Simulador de dados zootécnicos, custos e rentabilidade do confinamento O aplicativo “Mais Arroba” é uma ferramenta completa de simulação para todos os fatores zootécnicos e econômicos/financeiros que influenciam os resultados do confinamento. A partir de dados inseridos pelos produtores, é possível simular os ganhos produtivos dos animais, os custos fixos e variáveis do confinamento (boi magro, dieta, sanidade etc.), a rentabilidade e a taxa de retorno mensal (em Reais), entre outros fatores. “O Mais Arroba busca dar o suporte para uma melhor decisão do confinador, auxiliando com informações precisas sobre os insumos necessários para a produção e principalmente calculando a rentabilidade da atividade, por meio de simulações e gestão de preços", conta Thiago Bernardino, pesquisador do Cepea.


 

Leia mais:  Na Argentina, Fernando Schwanke reafirma importância das cooperativas

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações por meio da Comunicação Cepea: (19) 3429-8836 / 8837 e [email protected] 

Fonte: CEPEA
Comentários Facebook
Continue lendo

BemRural

Plantio da soja está liberado em MT a partir desta 2ª-feira

Publicado

por

Defesa Agrícola

Plantio da soja está liberado em MT a partir desta 2ª-feira

Vazio sanitário encerrou no domingo. Aprosoja-MT espera regularização das chuvas

16/09/2019

A partir desta segunda-feira (16), o plantio de soja em Mato Grosso está permitido. O período do vazio sanitário, iniciado em 15 de junho, encerrou no domingo. A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) reforça a informação com seus associados e espera que haja a regularização das chuvas no Estado.

De acordo com o gerente de Defesa Agrícola da Aprosoja-MT, Daniel Pasculli, o plantio não deve começar massivamente após o final do vazio Ssnitário. “O tempo ainda está seco na maioria das regiões do Estado e é preciso aguardar a regularização das chuvas”, disse.

Pasculli reforoua que os agricultores precisam se ater, no início da safra, à qualidade das sementes que estão chegando às propriedades rurais. “As condições de transporte e armazenagem das sementes na fazenda são fundamentais para manter a qualidade até a hora da semeadura”, afirma.


A Aprosoja desenvolve o programa Semente Forte, que tem o objetivo de coletar sementes, dentro das especificações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para fazer um levantamento de qualidade do insumo que está chegando na propriedade e, também, fazer uma orientação de como deve ser armazenada. O produtor rural que quiser entender mais sobre o programa pode entrar em contato com a gerência de Defesa Agrícola, pelo e-mail [email protected]

Leia mais:  Associados à Aprosoja asseguram recursos para manutenção de entidades filantrópicas

 

 

Fonte: Ascom/Aprosoja-MT

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana