conecte-se conosco


Mulher

Informação e ressarcimento ao SUS poderão coibir violência doméstica

Publicado

O crescimento dos números da violência doméstica está provocando o aumento do rigor contra os agressores.

A frequência de casos de violência doméstica e feminicídio fez a Câmara Municipal de Tangará da Serra aprovar lei que determina a afixação em estabelecimentos comerciais, ônibus coletivos e pontos de ônibus de placas com o Disque 180, número do canal de denúncias da Central de Atendimento à Mulher.


Em Tangará da Serra, três mulheres foram vítimas de feminicídio somente neste ano. Delegacia da Mulher registra queixas semanais de violência doméstica no município.

A medida visa, também, incentivar as mulheres vítimas de agressão a denunciarem os agressores.

Somente este ano, em Tangará da Serra, três mulheres foram vítimas de feminicídio. Na Delegacia Especializada da Mulher instalada na cidade, há registros semanais de violência doméstica.

De acordo com a delegada Liliane Diogo Soares, da Delegacia da Mulher, a lei é um incentivo para que as mulheres tomem conhecimento do Disque 180 e façam a denúncia. Segundo ela, recebida a denúncia, a atuação da polícia é imediata.

Ressarcimento

Na noite da última terça-feira, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que obriga agressor a ressarcir o Sistema Único de Saúde (SUS) por custos com vítimas de violência doméstica.

Pelo texto, o agressor que – por ação ou omissão – causar lesão, sofrimento físico, sexual, psicológico ou dano moral e patrimonial, fica obrigado a ressarcir todos os danos causados, inclusive ressarcir ao cofres públicos todos os custos, de acordo com a tabela SUS. As despesas envolvem os valores pagos pelo Estado no tratamento das vítimas em situação de violência doméstica e familiar.

Nos casos de violência doméstica, despesas serão cobradas do agressor conforme tabela do SUS.

Os autores do projeto são os deputados Rafael Motta (PSB-RN) e Mariana Carvalho (PSDB-RO). Os autores argumentam que a violência doméstica quase sempre demanda a atenção integral à saúde da vítima e a adoção de medidas protetivas.

Leia mais:  “Sair das redes sociais me trouxe à vida real”, diz jovem há 3 anos desconectada

Os parlamentares consideram ainda que são muitos os serviços que podem ser exigidos não só para a recuperação das lesões causadas ao corpo, mas também para o tratamento do dano psicológico e para prevenir que novas agressões e danos de maior gravidade ocorram.

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Após procedimento estético com laser, mulher fica com rosto “arranhado”

Publicado

por

Como editora de beleza do portal norte-americano “Health”, Heather Muir está acostumada a ser convidada para testar novos produtos e tratamentos. Porém, há cerca de duas semanas, ela foi fazer um procedimento estético que mudou completamente sua visão sobre a prática, já que o resultado saiu completamente diferente
do esperado.


A editora de beleza foi convidada para experimentar um procedimento estético e o resultado foi diferente do que esperava
Reprodução/Instagram/hmuir
A editora de beleza foi convidada para experimentar um procedimento estético e o resultado foi diferente do que esperava

Em relato no Instagram e em entrevista à “Health”, ela conta que recebeu o convite de uma assessora de imprensa para experimentar um procedimento estético
chamado “red carpet facial”, ou “tratamento facial para o tapete vermelho”, em português, com uma “esteticista certificada”. A prática, que envolve laser, é bastante popular nos Estados Unidos por ser mais barata do que outras e, também, por prometer uma “pele perfeita e com brilho”.  


“Como já fiz muitas outras vezes, agarrei a chance de testar um tratamento facial chique (e de graça), depois de confirmar que não deixaria nenhuma mancha ou vermelhidão no meu rosto, já que eu teria um ensaio de fotos no dia seguinte”, escreveu. A assessora a assegurou que o procedimento estético não causaria nenhum dano à pele
e que não era preciso se preocupar.

Porém, assim que o laser
foi ligado, Heather sabia que havia algo de errado. Segundo ela, o procedimento começou a ficar doloroso e, em poucos minutos, parecia que estava queimando. “Me senti desconfortável e comecei a falar isso para a esteticista. Ela me disse que eu era muito sensível”, relatou. A profissional responsável pelo tratamento também disse que a editora foi a primeira paciente a ter uma reação assim e que ficaria tudo bem.

“Quando fui ao banheiro me trocar, eu vi meu rosto — vermelho, inchado e latejando — e soube que algo estava errado. Me disseram que ‘era o procedimento estético que ela deveria promover’, beber muita água e hidratar a pele com as cápsulas de óleo que me deram”, disse.

Leia mais:  6 erros comuns ao estruturar a sala de estar e como evitá-los

Depois do acontecido, ela foi imediatamente ao consultório de sua dermatologista pessoal, que prescreveu um creme específico para feridas e queimaduras. A especialista afirmou que essas marcas que parecem arranhões, na realidade, são queimaduras químicas
 e que provavelmente não deixaria cicatrizes — mas se Heather tivesse um tom de pele mais escuro o resultado seria bem pior e as marcas seriam permanentes. 


Uma semana e meia depois de começar a usar o creme, as marcas na pele da editora de beleza começaram a melhorar. “Se você sente que algo está errado, escute sua intuição. Eu disse para a esteticista muitas vezes que estava desconfortável, mas nunca pedi para ela parar e me arrependo de não ter feito isso. Queria simplesmente ter falado: ‘obrigada pelo seu tempo, mas isso não está sendo bom para mim. Estou indo embora’.”, disse.

Editora de beleza ensina os cuidados ao apostar em um procedimento estético


Após o procedimento estético com laser deixar marcas no rosto de Heather, ela procurou ajuda de uma dermatologista
Reprodução/Instagram/hmuir
Após o procedimento estético com laser deixar marcas no rosto de Heather, ela procurou ajuda de uma dermatologista

Depois do desabafo nas redes sociais, a editora diz ter refletido sobre o acontecido e quer dar alguns conselhos sobre fazer um procedimento estético:

“1. Siga seu instinto: quando algo não aprece certo, vá embora. Simplesmente se retire da situação, não importa o quanto esse momento possa ser estranho. Queria ter feito isso.

Leia mais:  8vantagens de estudar na Universidade Nove de Julho

2. Pele se cura — rápido! Com a ajuda da minha dermatologista incrível, minha pele está parecendo quase a mesma de novo.

3. Seja grata. Um dia depois do tratamento, eu tinha um ensaio fotográfico. Eu não sou o tipo que cancela um compromisso (apesar de parecer que eu fui atacada por um gato selvagem). Sem espelhos e com um emprego que amo, consegui me divertir e fui para casa contando ao meu marido sobre como eu sou grata pela minha pele e todas suas imperfeições, sabendo que essa situação ia passar. Agradeço a todos que me ajudaram a lidar com isso no meu tempo.

Em vez de sair com uma pele brilhante, saí com uma lição aprendida. Saibam que não estou postando isso como uma vingança para ‘expor’ as pessoas, mas por compartilhar uma experiência assustadora
. Eu não estaria fazendo meu trabalho jornalístico se cobrisse apenas a parte boa do procedimento estético
“, finalizou.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Acordo pré-nupcial determina que mulher emagreça após dar à luz e gera críticas

Publicado

por

Por mais que o desejo de muitas casais seja ser “feliz para sempre”, algumas situações do dia a dia podem levar ao divórcio
. É por isso que muitas pessoas fazem um acordo pré-nupcial. Afinal, o objetivo é manter as coisas justas em caso de separação. No entanto, o documento feito por um homem, que não foi identificado, está causando polêmica por conta do seu conteúdo. 


Mulher divulga detalhes do acordo pré-nupcial feito pelo noivo e algumas cláusulas geraram críticas nas redes sociais
shutterstock
Mulher divulga detalhes do acordo pré-nupcial feito pelo noivo e algumas cláusulas geraram críticas nas redes sociais

O caso veio à tona após a noiva procurar conselhos no fórum Reddit
ao notar algumas “regras estranhas” no acordo pré-nupcial
feito pelo noivo. Uma das cláusulas informa que ela receberia “compensação” por cada filho que tiverem – ou seja, quando mais bebês nascem, mais dinheiro ela ganha. Além disso, há uma parte que diz que, se ela o trair, fica sem direito a nada. 


Apesar dessas especificações, a que mais chama atenção é a que estipula que a mulher deve perder, pelo menos, 14 kg do  peso ganho durante a gestação
em até um ano do nascimento da criança. 

Ela conta que não tem nada contra o documento, mas que, quando o leu, soube que algo não estava certo. “Meu noivo é um neurocirurgião e tem sido maravilhosamente bem-sucedido em seu campo, então quando ele me pediu o acordo
, não fiquei muito surpresa”, escreve. 

O que deixou a situação ainda mais complicada, no entanto, é que o advogado que apresentou os detalhes é o seu futuro sogro. “Eu ainda não assinei e gostaria de ter uma visão de alguém que não seja ele, pois acho que pode me enganar para o filho dele se beneficiar”, relata. 

Leia mais:  Bolsonaro tem agenda cheia de reuniões no último dia do Fórum Econômico em Davos

Cláusulas do acordo pré-nupcial repercutem na web


Depois da mulher divulgar algumas regras estabelecidas no acordo pré-nupcial, internautas comentaram a situação
shutterstock
Depois da mulher divulgar algumas regras estabelecidas no acordo pré-nupcial, internautas comentaram a situação

Nos comentários da publicação, os usuários expressam suas opiniões. Muitos salientam que é uma prática ruim para o pai de seu noivo estar representando tanto seu filho quanto sua futura nora. Outros, por sua vez, dizem que ela deveria terminar o relacionamento
. “Não se case com esse cara”, escrevem.

Além disso, algumas pessoas argumentam que um acordo pré-nupcia
l precisa proteger ambas as partes e não apenas o marido. Felizmente, as mensagens ajudaram a mulher a ver a situação com mais clareza e a considerar contratar um advogado
para negociar um acordo mais justo. “Algumas das cláusulas são muito benéficas para uma das partes”, relata.


Você assinaria esse acordo pré-nupcial?


Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana