conecte-se conosco


Curiosidades

Ilha grega oferece salário em campanha para atrair moradores

Publicado

Uma ilha na Grécia lançou campanha para povoar o local com o apoio e o patrocínio da Igreja Ortodoxa da Grécia. Pra isso, oferece um salário para quem quiser se mudar para a ilha Anticítera, ou AntiKythira Island.

O projeto procura atrair famílias numerosas que estejam dispostas a transformar suas vidas e se mudar para esse lugar paradisíaco. Em troca, os afortunados serão recompensados com uma casa, terra para cultivar alimentos ou montar um negócio, mais um salário mensal equivalente a 2.100 reais durante os primeiros três anos de residência. A Ilha Anticítera, fica no Mar Egeu, cercada de águas azul-turquesa, escondida no Mediterrâneo, com cerca de 20 km² de natureza. Lá, existe apenas uma cidade, chamada Potamos.

Perdidos no tempo

Parece um lugar perdido no tempo, mas essa pequena ilha chamou a atenção no início do século XX, quando, em um local próximo de seu litoral, foi encontrado um dispositivo com mais de 2.000 anos, que hoje é considerado o primeiro computador da história: a máquina de Anticítera. Com o tempo, a ilha caiu no esquecimento, mas hoje há a esperança de recuperar os dias de glória, com um aumento do número de habitantes.

Porém, as autoridades locais encontraram uma solução para o escasso número de habitantes da ilha, local que hoje conta com apenas 20 moradores. Esse número é resultado tanto da diminuição da taxa de natalidade, como da migração de adultos para várias cidades em busca de melhores oportunidades econômicas. Portanto, o projeto é voltado principalmente para famílias com crianças.

Leia mais:  Policiais salvam bebê de 21 dias que estava engasgado com leite materno em MT

O governo dará preferência aos cidadãos gregos, embora pessoas de qualquer nacionalidade possam ser escolhidas. As primeiras famílias já se mudaram para Anticítera e, graças às crianças que vieram com elas, foi reaberta a escola local, que estava fechada há mais de 24 anos. A Ilha fica a duas horas de barco, na ilha de Creta, ou a quatro horas, em Lacônia, na Grécia continental. Andreas Charchalakis, o presidente do conselho local, diz que eles estão procurando ativamente por pessoas que estejam dispostas a trabalhar como pescadores, fazendeiros, construtores ou padeiros. “São profissões que podem garantir uma renda decente para quem vem à nossa ilha”, afirma.

Mais informações sobre a campanha e como participar no site da ilha. Em detalhes, o plano e os esclarecimentos sobre o programa de assentamentos moderados estão descritos no anúncio da municipalidade de Kythera, emitido em 5 de julho de 2019.


Fonte:Incrível ClubLos Angeles Times

Comentários Facebook

Curiosidades

Tremor de terra de magnitude 3 na escala Richter assusta moradores em MT

Publicado

Barão de Melgaço, registrou um tremor de terra de magnitude 3,1 na escala Richter na manhã desta segunda-feira (20), conforme informações do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (Obsis/UnB).

O tremor teria durado menos de 5 segundos, mas foi o suficiente para assustar os moradores. Conforme o superintendente da Defesa Civil estadual, tenente-coronel Marcelo Reveles, uma equipe foi encaminhada para Barão de Melgaço para avaliar o caso. Segundo o prefeito Elvio Queiroz (PSC), o tremor não causou estragos no município. Esta não é a primeira vez que a terra treme em Barão. Em 2018, de acordo com o Obsis o abalo foi de magnitude 3,1 na escala Richter.

Conforme o Obsis, na sexta-feira (17) houve um tremor de magnitude 2,5 na escala Richter em Porto dos Gaúchos.  Não há registros de danos materiais ou feridos em nenhum dos casos.

Fonte:G1

Comentários Facebook
Leia mais:  Sucuri de cinco metros é capturada após matar cachorro em Mato Grosso
Continue lendo

Curiosidades

Consumidora diz ter encontrado baratas dentro de lata de refrigerante em Tangará da Serra; Vídeo

Publicado

Uma moradora de Tangará da Serra, alega ter encontrado quatro baratas dentro de uma lata de 350ml do refrigerante Coca-Cola no último domingo (03).


A consumidora, Ana Rafaela Oliveira Pinho, percebeu que algo estava errado quando virou a latinha no copo e o líquido saiu com dificuldade. Pouco depois, ao esvaziar a lata, notou que haviam baratas, ela filmou a lata para registrar o ocorrido e optou em divulgar nas redes sociais para alertar sobre o incidente. “Eu acabei de abrir essa latinha de Coca-Cola e na hora que eu virei, no meu copo, olha o que que tinha dentro, um monte de baratas. Tô com muito nojo. É muita barata, um monte de barata”, adverte. Inconformada, a jovem fez o teste com outra lata que havia comprado em estabelecimento na Avenida Brasil, e não encontrou nada.

Em incidentes parecidos, a companhia tem se justificado por meio de nota, que são feitas diversas inspeções, automatizadas e por funcionários, durante as etapas de fabricação. “A empresa reforça que todos os processos de fabricação de seus produtos, desde a recepção da matéria-prima e embalagens até a sua disponibilização aos pontos de venda, seguem os mais rigorosos procedimentos, garantindo assim, que estes cheguem às mãos do consumidor dentro dos mais altos padrões de excelência e qualidade”, informa.


A consumidora preferiu não acionar o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Coca-Cola, e não pretende entrar com pedido de indenização na Justiça. Até a publicação desta reportagem, a Assessoria de Comunicação do fabricante, havia se comunicou com o portal, porém, não apresentou justificativa sobre o caso específico.

Leia mais:  Jangada bate recorde de maior pastel do Brasil; quase 2 metros e 15 quilos

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana