conecte-se conosco


Carros e Motos

Honda Pop 110i 2019 chega por R$ 5.790 com os freios combinados

Publicado


Honda Pop 110i: A motocicleta mais básica que o cliente pode comprar (entre outras Cubs)
Divulgação

Honda Pop 110i: A motocicleta mais básica que o cliente pode comprar (entre outras Cubs)

A linha 2019 da Honda Pop 110i começa a ser vendida em todo o Brasil. O preço subiu para R$ 5.790, após um aumento de R$ 200. Apesar disso, a moto segue a mais em conta da fabricante japonesa, que adicionou sistema de frenagem combinada (CBS) de série. Outra novidade é a nova textura do banco e a adição da cor vermelha às demais, que inclui a tonalidade preta. Quanto a ele, não é apenas a cor que se destaca nesse banco, mas sim a sua textura de colmeia. 

LEIA MAIS: Serpenteando por aí com a Honda Pop 110i. Confira as impressões da avaliação

Os freios agora distribuem automaticamente a frenagem entre as rodas dianteiras e traseiras, o que aumenta a estabilidade. O item passou a ser obrigatório em todas as motos novas que chegarem ao Brasil, tanto importadas quanto fabricadas aqui. As motos mais potentes devem adicionar, ainda, os freios ABS. Apesar disso, a Honda Pop 110i ainda utiliza freios a tambor tanto na frente quanto atrás.

LEIA MAIS: Veja quais são as cubs e os scooteres mais vendidos do Brasil

Mecânica da Honda Pop 110i


Honda Pop 110i tem motor pensado para ser o mais simples e robusto, para oferecer o melhor custo-benefício
Divulgação

Honda Pop 110i tem motor pensado para ser o mais simples e robusto, para oferecer o melhor custo-benefício

A mecânica da Pop 110i 2019 segue com a mesma transmissão manual de 4 marchas e motorização monocilíndrica, de 109,12 cm³, quatro tempos e refrigeração a ar. Gera 7,9 cv e 0,90 kgfm, a partir de um sistema de injeção eletrônica que gerencia apenas gasolina. Com o farol fixado no quadro, envolto pela carenagem, e com os amortecedores dianteiros presos apenas na mesa inferior, a moto consegue ser extremamente leve: 79 kg. O painel de instrumentos, totalmente mecânico, é básico, com velocímetro analógico e com a chave de ignição ao lado. Não tem hodômetro parcial, de acordo com a fabricante. 

Leia mais:  VW Passat GLS: versão rara recebe motor 1.8 do esportivo GTS

LEIA MAIS: Honda PCX 2018 é o scooter preferido nas cidades. Confira a avaliação

A Honda Pop 110i praticamente não tem concorrentes quando é analisada pela robustez ou pelo seu preço. Ou até pelas possibilidades extras, como, por exemplo, levar toda a família agrupada no enorme banco. Claro, a legislação de trânsito não permite mais que dois ocupantes em uma motocicleta, mas não deixa de ter essa capacidade.

LEIA MAIS: Honda Biz agora chega com novos freios combinados e promete oferecer mais segurança

Ao contrário do que o visual dela pode sugerir, já que tem ares mais modernos, suas origens são de longa data. Tal como a Honda Biz , a Honda Pop 110i é uma Cub, categoria originada na Super Cub 100, lançada em 1958 e considerada uma das motos mais duráveis já produzida. A diferença fundamental entre um cub e um scooter é que o cub tem corrente, coroa e pinhão, enquanto o scooter tem a transmissão do tipo CVT acoplada diretamente na roda traseira.

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Honda lança linha 2019 do scooter PCX a partir de R$ 11.620

Publicado

por


Honda PCX 2019 tem estilo arrojado e recebe uma série de novos ajustes na suspensão e freios
Divulgação

Honda PCX 2019 tem estilo arrojado e recebe uma série de novos ajustes na suspensão e freios

A Honda lança a linha 2019 do scooter PCX 150 com uma série de novidades. O modelo vem com motor monocilíndrico, de 4 tempos, com injeção eletrônica, com sistema de refrigeração a água e que funciona com câmbio automático do tipo CVT. De acordo com a fabricante os preços sugeridos do Honda PCX 2019 partem de R$ 11.620 e chegam a R$ 12.990.

LEIA MAIS: Honda Elite 125 chega às lojas por R$ 8.250, no lugar da Lead

Entre os destaques do scooter Honda PCX 150 estão os dispositivos que favorecem a economia de combustível. Um deles, desliga o motor  em situações de breve parada, promovendo partida instantânea assim que ocorrer o acionamento do acelerador. Outro recurso reduz automaticamente a rotação do motor quando detectada aceleração constante em terreno plano, colocando a transmissão CVT em uma espécie de modo “overdrive”.

Além disso, outros destaques ficam por conta do farol de LED com iluminação diurna e do sistema  Smart Key, que permite destravar guidão, abertura do assento e a tampa do bocal de combustível com chave presencial. Nas versões Sport e DLX, a PCX agora conta com a tecnologia de freio antitravamento ABS que atua evitando o bloqueio da roda dianteira ao acionar o manete de freio do lado direito.

Outra novidade é que o freio traseiro ganha acionamento hidráulico. Em conjunto com ABS no freio dianteiro e de disco na traseira o scooter Honda PCX passa a ter frenagem mais precisa e potente. Bom também é que foi mantido o sistema CBS e o painel de instrumentos é inédito, totalmente digital. com tela de LCD que inclui computador de bordo, hodômetro e relógio.

Leia mais:  Veja 5 carros clássicos de jogadores de futebol

LEIA MAIS: Honda Biz 125:  modelo é prático e com preço que cabe no bolso

Mudanças no assento e na suspensão deixaram o Honda PCX mais confortável. E o aumento da capacidade do compartimento onde fica guardado o capacete em cerca de 1 litro fez o espaço chegar a 28 litros, o maior da categoria. Ponto positivo também para a economia de combustível. De acordo com o o Instituto de Pesquisas Mauá, com consumo urbano médio do PCX é de  de 47,5 km/l.

Honda PCX fica mais estável


Honda PCX 2019 passa a ter pneus mais largos, o que favorece a estabilidade no dia a dia em diversas situações
Divulgação

Honda PCX 2019 passa a ter pneus mais largos, o que favorece a estabilidade no dia a dia em diversas situações

Os novos ajustes no Honda PCX também a modificação dos pontos de ancoragem dos amortecedores ao chassi e balança de suspensão, o que resultou em um ângulo de funcionamento que privilegiou o conforto sem perda de eficiência ou do curso livre da suspensão traseira.

A PCX 150 2019 também recebe novos pneus, agora mais largos tanto na dianteira como na traseira. As medidas passaram a ser 100/80-14 na dianteira e 120/70-14 na traseira (anteriormente 90/90-14 e 100/90-14), complementada por rodas com novo design, mais robustas, agora com oito raios em substituição às rodas anteriores de cinco raios.

LEIA MAIS: Dafra Citycom chega à linha 2019, agora com freios ABS

Com a chegada de pneus maiores no Honda PCX 150 da linha 2019, não foi só a resistência à eventuais impactos com imperfeições da pavimentação que melhorou: também a estabilidade se beneficiou da alteração nos pneus em razão da maior área de contato com o solo.

Leia mais:  Relembre 5 hatches que fracassaram no Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Flagra! Nova geração do VW Golf é vista sem camuflagem na Alemanha

Publicado

por


VW Golf: a silhueta preserva muitas características do modelo atual. Faróis ganham novo desenho exclusivo
Reprodução/Instagram

VW Golf: a silhueta preserva muitas características do modelo atual. Faróis ganham novo desenho exclusivo

É publicada no Instagram a curiosa foto de um VW Golf da nova geração sem qualquer camuflagem enquanto o motorista aguardava seu pedido no drive-thru do McDonalds. As primeiras unidades do hatch mais vendido da Europa estão previstas para deixarem a fábrica de Wolfsburg, na Alemanha, em meados do ano. Até o momento, detalhes e fotos oficiais ainda não foram divulgadas.

LEIA MAIS: Flagra! Novo Chevrolet Prisma é visto camuflado em novos testes

De acordo com Ralf Brandstätter, membro do conselho da Volkswagen, o lançamento da próxima geração do VW Golf é visto como um dos mais importantes na virada da década, junto da nova família elétrica I.D. Podemos esperar novas funções de automação e muita conectividade e segurança. Nas palavras do próprio executivo, “um carro 100% online”.

LEIA MAIS: Vazam imagens da próxima geração do Chevrolet Tracker

A base continua sendo a MQB do modelo contemporâneo, mas motorizações deverão ser atualizadas, conforme publicado pelo site português Razão Automotiva, que teve acesso ao briefing que a Volkswagen passou para seus fornecedores na Europa. Apesar das novas leis sobre emissões no velho continente, a oitava geração do Golf ainda contará com uma versão diesel. Ela será mais amigável ao meio ambiente que o modelo atual.

Leia mais:  GM relança o sedã Monza, mas apenas na China e com certo apelo esportivo

A traseira do VW Golf chama atenção pela semelhança com outros modelos da marca, como o SUV Tiguan Allspace
Reprodução/Instagram

A traseira do VW Golf chama atenção pela semelhança com outros modelos da marca, como o SUV Tiguan Allspace

Sobre veículos híbridos e elétricos, a marca também deverá aderir a algumas mudanças em sua linha. Ainda der acordo com o site português, o e-Golf deverá ser descontinuado na virada da geração, ficando restrito ao modelo híbrido GTE. Vale lembrar que a VW terá um novo hatchback totalmente elétrico ao fim do ano, como uma das atrações para o Salão de Frankfurt (Alemanha). Com o e-Golf em linha, um modelo poderia canibalizar o outro.

Surpreendentemente, o briefing passado aos fornecedores europeus também sugere que o Golf GTI deverá ter algum nível de eletrificação. Há a possibilidade do modelo receber um novo compressor de acionamento elétrico, capaz de ativar a turbina sem esperar pelos gases de escape. Se o rumor for confirmado, a potência deverá subir dos atuais 230 cv de potência para algo na casa dos 270 cv.

VW Golf no Brasil


Novo I.D. hatchback irá substituir o VW Golf elétrico. Será lançado no fim do ano, com o possível nome
Divulgação

Novo I.D. hatchback irá substituir o VW Golf elétrico. Será lançado no fim do ano, com o possível nome “Neo”

A categoria dos hatches médios sangra em praça pública no mercado brasileiro. De acordo com o levantamento da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos) sobre o ano passado, o segmento corresponde a meros 0,6% das vendas nacionais. A Ford já confirmou que o Ford Focus será descontinuado na Argentina e o Peugeot 308 desapareceu do site da marca sem qualquer satisfação. Isso mostra que dificilmente teremos outra geração nacional do Golf no futuro.

Leia mais:  Nova geração do VW Passat americano é apresentada no Salão de Detroit 2019

LEIA MAIS: Segredo! Nova picape da GM chega em 2020 para concorrer com a Fiat Toro

O VW Golf é fabricado em São José dos Pinhais (PR), emplacando pouco mais de 3 mil unidades ao longo de 2018. A média é de 250 unidades vendidas por mês. Mesmo com a baixa nas concessionárias, a Volkswagen prometeu trazer o Golf GTE para o Brasil como o primeiro passo em sua etapa de eletrificação. Resta saber se a marca irá optar pela próxima geração ou trará unidades do MK7.

Fotos: Instragram

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana