conecte-se conosco


Cidades

Homem sequestra jovem por 3 meses e acaba preso em MT

Publicado

Policiais militares de Juscimeira (157 km de Cuiabá) prenderam J.P.L. (55 anos) na madrugada desta segunda-feira (02.12), suspeito de sequestrar e manter em cárcere privado uma adolescente de 16 anos. A jovem estava desaparecida desde o mês de Agosto.

 

A Polícia Militar foi acionada por uma testemunha, que relatou ter visto a jovem em uma casa, no Distrito de São Lourenço. Os policiais foram ao local indicado e encontraram o suspeito, que confessou ter sequestrado a jovem no dia 30 de Agosto, porém, a garota tinha fugido pouco antes da chegada dos militares.

Ainda de acordo com o relato do homem, a jovem foi forçada por ele a ingerir bebidas alcoólicas, durante o período em que esteve em cárcere. Ele ainda contou que sabia que a família da adolescente a procurava.

Ao fazer a vistoria na casa do homem, os policiais encontraram roupas da adolescente, tinta de cabelo, três cartas escritas pela jovem, dinheiro, folhas de cheque e quatro aparelhos celulares, além de uma fita crepe larga e uma espingarda de calibre 22, sem numeração.

A menina foi acolhida pela tia e conselheiros tutelares e o suspeito foi levado para a delegacia para as devidas providências.

FONTE: Folhamax

Comentários Facebook

Cidades

Nasf cria projeto para cuidar dos servidores da saúde

Publicado

por


.

Os servidores da saúde municipal de Sinop estão sendo assistidos pela equipe do Núcleo Ampliado da Saúde da Família e Atenção Básica (NASF/AB) – gerido pelo Instituto Social Saúde Resgate à Vida (ISSRV) – por meio do projeto Cuidando de quem Cuida. Os profissionais estão recebendo atendimento individual psicológico e participam de grupos de pilates, auriculoterapia, arteterapia, roda de terapia integrativa e, ainda, desenvolvem trabalhos com hortaliças e jardinagem.

Conforme a assistente social Lidionete Pedrina Borges de Sales, o intuito do projeto é fortalecer o emocional e ampliar o bem estar dos servidores que atuam na linha de frente do combate à Covid-19. “Todo o trabalho iniciou após ouvir os anseios deles e assim estamos dando sequência neste projeto, sempre abrindo espaço para que todos os envolvidos possam participar trazendo sugestões e somando no crescimento desta ação”, explica Lidionete.

Os atendimentos são realizados na Academia da Saúde. O local também é aberto para que os grupos realizem atividades físicas, obedecendo todas as medidas de prevenção ao contágio por coronavírus.

As Unidades Básicas de Saúde também são parceiras do projeto. No posto Primaveiras está sendo desenvolvida uma horta de ervas medicinais. “O trabalho com a terra tem muitos benefícios à saúde, relaxa, é uma fonte de energia e alegria”, acredita a assistente.

O primeiro encontro de roda terapia foi realizado para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da unidade Violetas. Além da assistência social, a equipe multidisciplinar é formada por profissionais de educação física, fisioterapia, psicologia, nutrição, educação social e física.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

Saúde vacina caminhoneiros contra H1N1 nesta quinta (28)

Publicado

por


.

Pela quinta vez durante a Campanha de Vacinação contra Influenza deste ano, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Rondonópolis vai realizar a distribuição das doses para os caminhoneiros. A partir das 8 horas desta quinta-feira (28), a Pasta vai estar no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-364, saída para Cuiabá. A aplicação da vacina vai ocorrer até acabarem as doses.

“Este ano, promovemos várias ações para vacinação contra H1N1 voltadas aos caminhoneiros em virtude deles fazerem parte de um público-alvo itinerante. Então, repetindo o evento em datas diferentes damos a oportunidade deles se vacinarem, já que, se em uma dessas ocasiões o profissional não estiver na cidade, pode estar em outra”, esclarece a gerente do Departamento de Saúde Coletiva da SMS, Gilceny Machado.

Está prevista para amanhã a distribuição de 150 doses. Além da imunização, a Pasta também estará realizando testes rápidos de sífilis, HIV e hepatite.

“Já temos vários casos de motoristas com coronavírus”, lembra Gilceny, que explica: “Essa vacina não combate a Covid-19. Porém, como os sintomas das duas doenças são semelhantes, ao se vacinar, o indivíduo se protege contra o vírus Influenza e, com isso, elimina o diagnóstico de H1N1 caso apresente os sinais dessas doenças”.

Trabalhando com esse esquema de exclusão da Influenza e como a imunização acontece após duas semanas de tomada a vacina, com essa mobilização, a Saúde, além de facilitar a identificação da Covid-19 no paciente, também ajuda a reduzir a aglomeração nos postos de saúde.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana