conecte-se conosco


Mundo Pet

Homem acorda com filhote de gato dormindo na sua barriga

Publicado

Era um dia comum para Ali Safa, um australiano da cidade de Canberra. Ele planejava curtir o dia em casa, jogando videogame e dormindo. Mas foi surpreendido quando saiu no jardim para aproveitar o sol, acabou cochilando e, ao acordar, um filhote de gato
estava dormindo em sua barriga, ronronando. 

Quando viu o  filhote de gato
, ele levou um susto. Primeiro, achou que fosse um rato. O australiano compartilhou a saga do novo pet no site Reddit. “Eu nunca tive um animal de estimação e sempre fui muito solitário, não tenho muitos amigos também”, contou ao The Dodo. “Ouvir ela ronronando foi a coisa mais fofa que eu já presenciei.”


Ali Safa acordou com o filhote de gato dormindo em sua barriga
Reddit
Ali Safa acordou com o filhote de gato dormindo em sua barriga

Safa disse que existem muitos gatos de rua em seu bairro, mas que essa gatinha em específico foi especial. Ele acredita que ela, de certa forma, o escolheu. “Eu não me importei se ela tinha pulgas ou algo do tipo, porque se ela tivesse, eu provavelmente já estaria com elas também”, disse. 

Quando acordou, a  gatinha
logo começou a miar. Segundo Ali, ela estava com fome, e ele não viu problemas em dividir alguns pedaços de frango que sua mãe havia feito para o almoço. “Logo que ela saiu do sofá e foi para o chão, não parou de me olhar e miar.”

Leia mais:  Cachorro mordendo muito? Adestrador dá dicas de como resolver o problema

Claro que depois de comer, ela precisava de um banho. Foi isso que o australiano fez: levou a gata para casa e começou a limpá-la. Depois de 10 minutos, percebeu que as manchas cinzas não eram sujeira, e sim a pelagem dela. A filhote foi tão boazinha durante a limpeza que Ali começou a pensar em adotá-la.

Ele até compartilhou um vídeo após o banho de sua nova pet:

My very first pet! Im so damn happy!!! I apologize for the sound in the background its a water pump lol ?
from r/aww

“Não existe nenhuma regra contra animais na minha casa, e ela pareceu que precisava de uma família. Então pensei ‘dane-se, vou ficar com ela’”, contou. Ele até pensou no nome perfeito para a gata: Angel. 

Depois de toda essa aventura, o próximo passo era leva Angel para o veterinário. A consulta revelou que ela era perfeitamente saudável, e que Ali poderia ficar com ela sem problemas. Na volta, uma rápida parada no supermercado garantiu que a filhotinha tivesse brinquedos, comida e uma caminha em seu novo lar.

Leia também: Vitiligo em animais é possível; Saiba como identificar a doença


No fim, Ali Safa ganhou uma companheirinha para a vida. Ele diz que a 
filhote de gato
é muito ativa, adora ficar perto dele e brincar. “Ela não para de pular em cima de mim até eu dar atenção para ela.”

Comentários Facebook

Mato Grosso

Primeiro banco de sangue animal cadastra doadores caninos e felinos em MT

Publicado

O primeiro banco de sangue animal do estado deve entrar em funcionamento total, a partir da próxima semana. Até lá, doadores estão sendo cadastrados. Inicialmente, são necessários 150 caninos e 30 felinos.

Bichinhos que já fizeram doação de sangue no hemocentro animal — Foto: Estela Harter/Arquivo pessoal

Os animais doadores terão a saúde constantemente monitorada pelos tutores. Eles farão exames hematológicos e físicos de triagem antes de cada doação. O doador cadastrado recebe uma carteira e participa de um “clube de vantagens” e terá acesso a benefícios.

De acordo com Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso (CRMV), nos últimos anos, ocorreu um aumento na disponibilidade e frequência da transfusão de sangue em animais, no estado. Diante dessa necessidade, duas veterinárias se uniram e abriram o primeiro hemocentro veterinário.

Segundo a médica veterinária, Estela Harter, a transfusão é uma técnica importante na cura de doenças, mas ainda falta muita informação. Ela explica que, de forma geral, a transfusão é simples, porém, como qualquer outro tratamento, pode haver intercorrências. “Entretanto, é uma alternativa com a qual o estado não contava”, comentou ela.

A transfusão é indicada para pacientes em diferentes condições de saúde, como anemia, hemorragia, coagulopatia e hipoproteinemia. As doações de sangue vão contribuir para a cura de pacientes que apresentarem essas doenças.

Fonte:G1MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Quer viajar com seu gato? Saiba comodeixá-lo numa boa na caixa de transporte
Continue lendo

Ação Social

Executivo rejeita, mas vereadores tornam Lei, multa por maus-tratos e abandono de animais em Tangará

Publicado

Acaba de ser promulgada pelo Legislativo, a Lei Municipal nº 5.237,  pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Ronaldo Quintão (PP), que estabelece penalidades administrativas para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, abandono, ferir ou mutilar animais, impondo multas aos infratores em Tangará da Serra.

Em 10 de setembro de 2019 o vereador Wilson Verta (PSDB ) protocolou o Projeto de Lei 17/2019, instituindo penalidades administrativas para aqueles que praticarem maus-tratos contra cães e gatos. Aprovado por unanimidade em duas votações, no dia 03 de outubro, a Câmara Municipal encaminhou ao Poder Executivo a proposta para sanção, porém, foi vetada pelo prefeito Fábio Martins Junqueira. Ato rejeitado pelos vereadores que promulgaram em 28 de novembro, tornado a Lei 5.237/2019 válida no município.

Animal em situação de abandono resgatado pelo Projeto Abana.

Segundo levantamento do Instituto Pet Brasil, mais de 170 mil animais estão sob os cuidados de 370 ONGs e grupos que atuam na área de proteção animal em todo o Brasil. O Instituto fez uma estimativa do número de animais em condição de vulnerabilidade, e detectou que 3,9 milhões, ou 5% da população total de pets no Brasil, que é de cerca de 140 milhões, vivem nas ruas.

Em Tangará da Serra, o Projeto Abana é um dos grupos que acolhem animais abandonados no município. Conforme a protetora Kelly Becker, que realiza o trabalho de resgate há seis , todos os dias são recebidas denúncias de cães e gatos em condição de risco. Recentemente o grupo acolheu uma cadela abandonada, além de um gato e um cachorro de uma casa, onde sofriam maus-tratos, e de tão anêmicos e desnutridos, precisaram de transfusão de sangue, ficando internados por duas vezes.

Leia mais:  Cachorro mordendo muito? Adestrador dá dicas de como resolver o problema

“Tanto eles, quanto ela, estavam cobertos de pulga, carrapatos, vermes. Absolutamente todos os dias recebemos denuncias de maus-tratos, tem dias que até mais de uma. Enquanto a Semmea a Policia não cumprirem o seu papel constitucional e legal, não haverá lei que resolva o problema, pois, para a multa ser aplicada a denuncia tem que ser averiguada e isso não acontece”, conclui.


Animais resgatados receberam tratamento, foram vermifugados, vacinados, e estão prontos para a adoção.

 

De acordo com a nova Lei, após a confirmação da gravidade, o infrator ou responsável pelos animais estará sujeito à multa que segue, Unidades de Padrão Fiscal do Município (UPM) de 0,5 (meio) a 10 (dez) –podendo variar entre R$42,21 a R$422,07 . A punição poderá ser dobrada em caso de reincidência e os valores arrecadados serão recolhidos ao Fundo Municipal do Meio Ambiente, para aplicação em programas, ONGs, projetos e ações ambientais voltados à defesa e proteção dos animais. A fiscalização do cumprimento desta lei e a autuação dos infratores ficarão a cargo da Coordenação do Meio Ambiente do município e seus agentes, a qual poderá recorrer à Guarda Civil Municipal para a realização de ações conjuntas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana