Connect with us

  • banner_Lorenzetti_1250x250

BemRural

HF BRASIL/CEPEA: Passados 15 anos, ação coletiva se fortalece, mas setor precisa se unir mais

Publicado em

Clique aqui e baixe o release completo em word!

 

Cepea, 12/09/2018 – Em 2003, a Hortifruti Brasil, publicação do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, abordou pela primeira vez o tema de ações coletivas. Na época, a equipe buscou entender como o setor hortifrutícola estava organizado. Foi verificado que poucas eram as instituições atuantes e consolidadas e que havia necessidade de fortalecimento dessas organizações – o que aconteceu apenas para as mais estruturadas, que tinham maior participação e interesse dos integrantes.

 

Passados 15 anos, o assunto volta neste mês à revista e o que se observa é que esse segmento, em geral, ainda precisa se integrar mais, mesmo com o fortalecimento de muitas ações regionais nesse período.

 

Pesquisa realizada pela Hortifruti Brasil em 2018 mostra que 61% dos leitores se mostram organizados de forma coletiva no setor, enquanto que, em agosto de 2003, 59% declaravam fazer parte de alguma organização. No geral, a maior diferença entre o século passado em termos de organização e o início deste é que o modelo passou a ser descentralizado e, portanto, regionalizado e focado nos interesses dos produtores e exportadores locais. Contudo, benefícios mais amplos no Brasil, como pesquisa, crédito e industrialização, acabam perdendo força com a regionalização das organizações.

 

Nota-se que o setor de frutas e hortaliças ainda carece de um poder centralizador efetivo para facilitar a coordenação entre as organizações regionais de produtores/comerciantes e representar os interesses econômicos perante ao governo nacional. E um dos princípios expostos na matéria para se ter uma organização bem-sucedida é ampliar a representatividade por meio de agrupamento das ações coletivas – ou seja, as de menor porte podem se unir a outras para viabilizar projetos de maior escala.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Outras informações sobre o mercado de hortifrúti aqui e por meio da Comunicação do Cepea, com a pesquisadora Margarete Boteon: (19) 3429 8836 / 8837 e [email protected]

BemRural

Após “luta” de 1h30, jaú de 150 kg é pescado e solto novamente no rio em Tangará

Published

on

Foto: G1

Uma “luta” travada entre pescador e peixe levou cerca de uma hora e meia. Mas não era qualquer peixe. O animal em questão trata-se de um jaú que pesa cerca de 150 quilos. Essa história, que não é conversa de pescador, aconteceu em Tangará da Serra no rio Sepotuba e foi destaque no noticiário de Mato Grosso.

O empresário Lucas Torrente e seus amigos é que pescaram o jaú de 150 kg. Entre fisgar o bicho e levá-lo ate um barranco, se passaram uma hora e meia. Depois de toda essa peleia, o peixão foi solto e voltou para as águas do Sepotuba.

De acordo com o biólogo da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Valdo Troy, em entrevista concedida ao portal G1, um peixe deste peso é uma exceção e tem um papel essencial, que é controlar a população de peixes.

“Seria humanamente impossível brigar sozinho com um peixe daquele tamanho. Foi essencial a experiência junto com meus parceiros, porque o jaú é um peixe muito forte”, disse Lucas, que fisgou o bicho, ao portal. “Ele passava tranquilamente uns 150 kg. Se a gente submetesse ele a uma balança, poderia machucá-lo. Então, nós o soltamos e a dúvida ficou”, completou.

Continue Reading

BemRural

FRANGO/CEPEA: Demanda externa cresce; preços sobem no Brasil

Published

on


Cepea, 08/04/2022 – A maior demanda internacional pela carne de frango motivou altas nos preços domésticos da proteína, segundo informações do Cepea. Com menor disponibilidade interna de muitos produtos, como peito e filé, vendedores seguem elevando as cotações, buscando garantir a margem frente ao custo de produção ainda alto. Além das exportações, o período de início de mês, com o recebimento do salário por parte da população, também favoreceu as altas nos preços. De acordo com dados da Secex, 385 mil toneladas de carne de frango foram exportadas em março, quantidade 13,3% acima da observada em fevereiro e ainda 4,8% maior que a exportada em março/21. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Continue Reading

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana