conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Mulher

Guia completo para plantar rosas em casa!

Publicado


source
Guia completo para plantar rosas em casa!
Reprodução: Alto Astral

Guia completo para plantar rosas em casa!

Nada como ter algumas plantinhas em casa para dar mais cor e vida ao lar, não é mesmo? Poderosas e cheias de energia, as plantas podem ser também uma boa aposta de decoração. Inclusive, com o isolamento social no último ano e a consequente presença das pessoas em casa, muita gente começou a adotar a jardinagem como passatempo – prova disso é que o termo “jardinagem” esteve entre os mais buscados no Google em 2020, de acordo com o Google Trends.

E quando o assunto são as plantinhas floridas, uma das favoritas dos “pais de plantas” é a roseira. Clássicas, elegantes e queridas, as rosas são consideradas por muitos como uma das flores mais bonitas, servindo para decorar canteiros, a mesa de jantar e até mesmo para presentear alguém especial com um lindo buquê.

Assim, se você quer ter uma roseira só para chamar de sua, o Alto Astral montou um verdadeiro guia de como plantar rosas em casa com a ajuda da marketplace de flores Giuliana Flores! Confira abaixo:

Que tal começar pelo começo?

Primeiro de tudo, para que uma roseira cresça bonita e saudável, ela deve ser plantada em um solo rico em húmus e, preferencialmente, argiloso. Além disso, antes de fazer o plantio, é preciso também criar pequenas covas com 30 cm de profundidade e não esquecer que cobrir com terra depois de colocar a sua muda de rosa no solo.

Outro ponto importante é a rega das mudas de rosa antes da floração. Isso porque o recomendado é regar o solo sempre nos horários mais quentes, como na hora do almoço, por exemplo. E atenção : é preciso aplicar fungicida quando a primeira folha nascer para garantir que a roseira fique longe de doenças e fungos.

Vale ainda:

  • Preparar o canteiro 8 dias antes de começar o plantio;
  • Usar 10 litros de terra natural ou esterco de gado para adubar o solo;
  • Completar o adubo com 100 g de farinha de ossos e misture;
  • Cavar covas com 30 ou 40 cm de profundidade para as raízes de desenvolverem;
  • Ter em mente que a adubação deve ser feita no inverno e no verão para a rosa continuar saudável;

Rega

Entre o plantio das mudas até a primeira floração, o ideal é que as rosas sejam regadas todos os dias. Após esse período, é preciso regá-las duas vezes por semana no inverno e duas vezes por semana quando o tempo estiver muito quente.

A dica aqui é observar a terra, que deve ficar um pouco seca entre uma rega e outra.

Poda

A primeira poda deve ser feita após um ano do plantio e ser repetida todos os anos. O melhor período para fazer esse procedimento é entre julho e agosto.

Você viu?

Outra dica importante: depois da primeira floração, faça uma poda de limpeza, cortando duas a três folhas abaixo do botão, sempre na diagonal.

Adubação

O recomenda é fazer de 2 a 3 adubações anuais. A primeira deve acontecer logo após a poda anual. Já a segunda, deve ser entre novembro e dezembro. E a terceira pode ser feita entre os meses de janeiro e fevereiro.

Além disso, vale lembrar que a melhor adubação é a orgânica, feita com esterco animal, composto orgânico, farinha de ossos e torta de mamona. O ideal é que o adubo seja espalhado com uma boa distância entre o caule e as raízes.

Pragas

As pragas mais comuns são pulgões, ácaros, trips, larvas e cochonilha. O controle dessas pragas é feito por inseticidas específicos, mas também pode ser usada a calda de fumo, que é caseira e menos tóxica.

Já os principais causadores de doenças graves nas roseiras são os fungos, como míldio, pinta preta, mofo-branco, Botrytis e ferrugem, que aparecem devido ao excesso de umidade. Para combatê-los, podem ser usados fungicidas específicos, preferencialmente com a orientação de um profissional.

Mas e quem mora em apartamento?

Se você vive em um apê, mas, ainda assim, quer ter uma roseira só sua, opte por um vaso! E calma: o cultivo é mais simples do que parece.

Os principais cuidados são escolher um recipiente que comporte o crescimento das raízes da roseira e aplicar adubo líquido a cada 15 dias diretamente no solo. Além disso, vale manter sua planta em um local ensolarado (pelo menos de 6 a 7 horas diárias de incidência solar direta) e bem arejado.

Por fim, lembre-se: as rosas são flores que ficam confortáveis e crescem com saúde se estiverem em um ambiente com temperaturas entre 25°C e 30°C.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

Simpatias com flores para atrair o que você deseja

Publicado

por


source
Simpatias com flores para atrair o que você deseja
Redação João Bidu

Simpatias com flores para atrair o que você deseja

As flores têm significados diferentes e podem atrair diversas vibrações que te ajudarão a realizar os seus desejos. Para usá-las a seu favor, as simpatias com flores são uma ótima opção, afinal, elas reúnem a energia mística da natureza com a fé contida nos rituais.

JÁ CONFERIU SEU HORÓSCOPO DE HOJE NO SITE DO JOÃO BIDU? VEJA AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO! 

Semana do cliente

Para te dar uma mãozinha na hora de alcançar a prosperidade, o amor, ou até ajudar uma pessoa doente, separamos 5 simpaticas cheias de poder para você fazer e utilizar a força das flores para atrair boas energias.

Simpatia para atrair dinheiro

Retire uma pétala de uma rosa amarela e guarde dentro da sua carteira. Ferva o que sobrar da flor em um litro de água. Coe, espere esfriar e, depois do seu banho diário, despeje a água da flor no seu corpo, do pescoço para baixo. Não enxague e espere seu corpo secar naturalmente. Em seguida, reze o Salmo 39, enrole a pétala da carteira com uma nota de dinheiro de qualquer valor e dê a quem necessite mais do que você. Jogue as sobras do banho em um vaso com flores e cuide da planta com carinho.

Simpatia para atrair o par perfeito

Escreva o nome dos seus pretendentes em pétalas de girassol. Coloque-as num prato e deixe por uma noite no sereno. O vento vai levar as pétalas e a que sobrar estará com o nome do seu par perfeito. Se sobrar mais de uma, deixe o prato novamente no sereno. Faça isso até sobrar apenas uma pétala no prato.

Leia Também

Simpatia para ter sorte em tudo

Compre um vaso de violeta e enterre nele duas moedas de qualquer valor. Mantenha o vaso em cima da geladeira da sua casa e, sempre que for regar a planta, reze um Pai-Nosso. Renove a terra do vaso todo ano, jogando a antiga no lixo e retirando as moedas. Lave-as bem e dê a quem precisa, colocando outras no lugar.

Simpatia para ter sucesso em qualquer profissão

Em um papel laminado dourado, desenhe uma estrela de Davi (a de seis pontas) e faça um círculo em volta. Dentro, escreva seu nome inteiro seis vezes e, em cima do seu nome, a palavra sucesso. Acenda uma vela laranja e um incenso de girassol ou de flor-de-laranjeira. Recorte o círculo e segure-o em suas duas mãos abertas. Então, diga três vezes: “Arcanjo Miguel e sua Divina Luz, vinda da Eterna Providência, Jesus, faça com que eu, (nome completo), sempre tenha sorte em minha profissão de (nome da profissão ou cargo ocupado) e que tudo no Universo conspire a meu favor. Amém e Amém”. Deixe o papel embaixo do pires ou do castiçal em que a vela e, quando ela terminar de queimar, coloque o papel em algo que esteja sempre com você – pode ser bolsa ou carteira. Termine rezando três Pai-Nossos e sete Ave-Marias. Jogue os restos da vela e do incenso no lixo e utilize o pires como de costume, depois de lavado.

Simpatia para o Bem-estar de uma pessoa doente

Ofereça flores vermelhas ao enfermo. É essencial que elas fiquem na sala, dentro de um vaso, não no quarto da pessoa doente. Quando elas murcharem, devem ser lançadas para o alto, em saudação às almas protetoras. Em seguida, recolha e despeje as flores em um jardim fora de casa.

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

6 dicas para o seu cão e gato terem uma boa relação!

Publicado

por


source
6 dicas para o seu cão e gato terem uma boa relação!
Reprodução: Alto Astral

6 dicas para o seu cão e gato terem uma boa relação!

Nem sempre é fácil escolher entre cachorros e gatos, assim há quem opte por ter os dois e criá-los juntos. No entanto, a rivalidade entre as espécies é histórica, servindo até mesmo de pano de fundo para filmes, como o longa infantil ‘Como Cães e Gatos’, de 2001.

Dessa forma, muitos pais de pets sentem certo receio na hora de introduzir um gatinho em um ambiente já dominado por um cão, e vice-versa. Afinal, tal mudança é carregada por diversas dúvidas, muito embasadas nas diferenças entre as espécies, como: será que eles podem realmente conviver juntos? Será que o processo é trabalhoso? Será que teremos muitas brigas em casa?

Assim, para entender melhor sobre o assunto e ajudar você que está passando (ou pretende passar) por essa mudança, o Alto Astral conversou com a veterinária especialista em Bem-Estar Animal Rosangela Ribeiro Gebara.

Para ela, as duas espécies podem viver juntas, sim! Além de estabelecerem laços afetivos, cães e gatos podem brincar, dormir e comer juntos.

Contudo, assim como os seres humanos, alguns cachorros e gatos, quando juntos, apenas se toleram, já que levam estilos de vida distintos e, por isso, seguem algumas regras. “Os gatos circulam no habitat gostam de dominar o ambiente, e os cães, quando invadem essa intimidade, podem irritar o gato”, explica Rosangela, que também é membro da Comissão Técnica de Bem-Estar Animal do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo

Assim, para aqueles donos de cachorros e gatos que estão com dificuldade em se adaptarem facilmente, listamos 6 dicas que podem ajudar seu cão e gato viverem em harmonia . Confira abaixo:

Leia Também

  • Apresente eles pouco a pouco, não force a amizade! Uma boa opção é começar a interação através de uma porta de vidro, por exemplo, ou seja, uma barreira que possibilite com que eles se enxerguem e se sintam acolhidos pelo tutor;
  • Sirva alimentos apetitosos aos dois, todos os dias quando eles estiverem lado a lado;
  • Se não tiver um portãozinho, mantenha o cachorro na coleira e o gato do outro lado da sala;
  • Deixe-os cheirar um ao outro com calma, falando palavras doces e num tom ameno. Sentir o cheiro um do outro é muito importante na apresentação de cães e gatos;
  • Sempre que estiverem juntos, faça muito carinho em ambos e ofereça guloseimas para ambos – eles devem associar o carinho e guloseima ao fato de estarem um com o outro;
  • Observe bem os dois animais em busca de sinais de alerta. A linguagem corporal deles diz muito também. Sinais como pelo eriçado, rosnar, latir e arranhar, dizem que é hora da distração e separação, antes que haja estresse ou brigas.

Vale ressaltar que se o seu cão ou gato for muito bravo, estressado ou até mesmo se tiver algum histórico de ataque a outros animais, vale procurar a ajuda de um profissional em comportamento animal ou adestrador experiente com esse tipo de socialização.

Todavia, a veterinária comenta que, apesar do processo não ser necessariamente fácil, vale o esforço. “São raríssimos os casos em que os animais não se acostumam de jeito nenhum, vale a pena tentar sempre com segurança. Muitas vezes os cães e gatos desenvolvem uma amizade verdadeira e fazem companhia um ao outro”, observa.

Por fim, Rosangela destaca ainda que mesmo no caso daqueles que se dão bem e conseguem ser amigos, são necessários alguns cuidados, como lembrar de deixar a comida do gato em um local alto para que somente ele tenha acesso e o cão não coma toda a ração dele, ou vice-versa, isolando a comida do cachorro. Isso porque as rações têm finalidades e índices calóricos diferentes para ambas as espécies.

Além disso, mantenha a vacinação dos seus bichinhos em dia e consulte sempre um médico veterinário.

Fonte: Rosangela Ribeiro Gebara, membro da Comissão Técnica de Bem-Estar Animal do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), é graduada em Medicina Veterinária e mestre Ciências de Animais pela Universidade de São Paulo e especialista em Bem-Estar Animal (Cambridge e-Learning Institute) e Bioética (USP). Gerencia programas da World Animal Protection com foco em animais de companhia e em situações de desastres.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana