conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Economia

Governo vê ‘zero chances’ de nova greve de caminhoneiros nesta semana

Publicado


source
Ministro da Infraestrutura acredita que ato será político
Agência Brasil

Ministro da Infraestrutura acredita que ato será político

A greve dos caminhoneiros , marcada para o próximo domingo (25), não está entre as maiores preocupações do Palácio do Planalto neste momento. Pelo contrário, a equipe do presidente Jair Bolsonaro acredita que não haverá adesão da grande massa da categoria e não reconhece a manifestação. 

Nos bastidores, há informações de que o Ministério da Infraestrutura cruzou ligações de caminhoneiros com partidos de oposição do presidente Jair Bolsonaro. Em nota ao UOL , a pasta chefiada de Tarcísio de Freitas informou que o Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) , um dos organizadores da paralisação, “não é entidade de classe representativa para falar em nome do setor do transporte rodoviário de cargas autônomo”.

A greve foi convocada ainda no mês passado por líderes que promoveram a paralisação da categoria em 2018. Os caminhoneiros se opõem ao aumento no preço dos combustíveis e reclamam da falta de atenção do governo federal em programas. 

O presidente do CNTRC, Plínio Dias, acredita que a adesão pode crescer na segunda-feira e nos dias subsequentes. Ao todo, ele afirma ter enviado 387 ofícios ao governo com as demandas da categoria.

Uma delas é o pedido de fim para a Política de Paridade Internacional da Petrobras, que regula o preço do combustível de acordo com o mercado mundial. Outro é o fim da isenção do PIS/Cofins sobre o diesel .

Líder do movimento grevista da categoria em 2018, Wallace Landim afirmou que a categoria poderia entrar em greve. “Chorão”, como é conhecido, Landim acusou o governo federal de se promover com as demandas da categoria. Segundo Landim, a promessa de linha de crédito para caminhoneiros por meio do BNDES não foi cumprida. 

“Outra coisa que me deixou muito chateado é aquela [linha de crédito] de R$ 500 milhões para manutenção da categoria, que foi proposta para nós. Não conheço nenhum caminhoneiro que pegou. A vigência terminou agora. Eu pedi, mandei ofício para Ministério da Economia e nem sequer me retornou. Conversamos com vários setores financeiros, esse plano nunca existiu. Estão fazendo marketing em cima da categoria”, ressaltou na época. 

Comentários Facebook

Economia

Vale registra lucro R$ 38 bi segue a ação mais recomendada da Bolsa

Publicado

por


source
Vale (VALE3) atinge lucro líquido de quase US$ 7,6 bi e reforça seu posto de ação mais recomendada da Bolsa
Sophia Bernardes

Vale (VALE3) atinge lucro líquido de quase US$ 7,6 bi e reforça seu posto de ação mais recomendada da Bolsa

A mineradora Vale (VALE3) registrou um lucro líquido de US$7,586 bilhões no segundo trimestre de 2021. Desse modo, a empresa obteve uma alta de 658% em comparação com o mesmo período no ano passado, quando lucrou US$ 995 milhões, de acordo com relatório divulgado pela mineradora esta quarta-feira (28).

No entanto, os resultados de 2020 vieram em um momento em que a Vale enfrentava os efeitos da queda da barragem em Brumadinho, no estado de Minas Gerais.

A mineradora obteve um lucro extraordinário nesse período mesmo com a tragédia. Por conseguinte, o bom desempenho da companhia no último segundo trimestre se justifica pelo forte aumento no custo do minério de ferro.

Você viu?

Acréscimo no 2T21 da Vale (VALE3)

De acordo com a Vale, no intervalo de um ano, o custo médio mais que dobrou, avançando para US$ 182,8 por tonelada. Visto que, o cenário de aumento nos preços cooperou para um avanço de 117% na receita da mineradora, indo para R$ 87,85 bilhões.

Leia a matéria completa no  site do 1Bilhão. 

Continue lendo

Economia

Dívida pública aumenta 3,07% em junho e chega a R$ 5,33 trilhões

Publicado

por


source
Dívida pública aumenta 3,07% em junho, chegando a quase R$ 5,5 trilhões
Fernanda Capelli

Dívida pública aumenta 3,07% em junho, chegando a quase R$ 5,5 trilhões

Na última quarta-feira (28) a Secretaria do Tesouro Nacional informou que a dívida pública do Brasil, que inclui os débitos do governo no Brasil e no exterior, aumentou em 3,07% no mês de junho. Portanto, atualmente a dívida está avaliada em R$ 5,33 trilhões.

O débito público é emitido pelo Tesouro Nacional com o objetivo de financiar o déficit orçamentário do governo federal. Dessa forma, a dívida se apresenta como um empréstimo, feita para pagar despesas que excedem a arrecadação do país com impostos e tributos.

Problemas com o orçamento

Junto com a atualização da dívida pública, a equipe econômica tenta buscar soluções para o déficit financeiro de 2022 , avaliado em R$ 170,5 bilhões.

De acordo com a equipe econômica, o objetivo é reduzir esse orçamento entre R$ 60 bilhões e R$ 70 bilhões, com melhorias na arrecadação tributária e um freio no ímpeto do Congresso de ampliar o rol de bondades para evitar a perda de receita.

Leia a matéria completa no  site do 1Bilhão.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana