conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Governo

Governo investe R$ 10 milhões na entrega da nova frota de viaturas ao Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso

Publicado

Durante a solenidade do maior evento do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), Dia do Patrono, realizada nesta quinta-feira (02.12), na Praça das Bandeiras, o Governo Estado entregou uma frota de 17 viaturas que foram compradas com recurso de R$ 10 milhões, do Programa Mais MT. Além da promoção de 117 militares, praças, oficiais e dois à patente de coronel, sendo uma mulher, a primeira que alcançou o mais alto posto superior do militarismo.

A coronel Luciana Brandão tem 20 anos de carreira na corporação e é comandante da Unidade Regional dos Bombeiros no munícipio de Cáceres. Agora, ela entra para história do Estado e dos Bombeiros sendo a primeira mulher com a mais alta patente.

“É uma alegria, uma honra, é o momento que a gente se sente reconhecida pelo trabalho prestado ao longo desses 20 anos e agora ser agraciada pelo governador do Estado com essa promoção ao posto de coronel, podendo ser ainda a primeira mulher bombeiro militar de Mato Grosso, estou grata por tudo”, declarou a mais nova coronel.

A cerimônia contou com a presença do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, para oficialização de entrega das viaturas – 5 unidades de resgates e 12 caminhões auto tanque – ao comandante-geral do CBMMT, coronel Alessandro Borges.

“É um orgulho muito grande estarmos aqui para realizar essas entregas e comemorar as promoções por merecimento, dedicação e comprometimento desses militares com nosso Estado de Mato Grosso. Estamos realizados a entrega dessas 17 viaturas, que fazem parte do programa Mais MT, para fortalecer o trabalho dos bombeiros nos atendimentos das diversas ocorrências da nossa sociedade”, declarou o secretário Mauro Carvalho.

São veículos novos, modernos e que garantem conforto e segurança nas missões de combate e atendimento aos pedidos de urgência e emergência, proporcionando melhor atendimento à população mato-grossense.

O comandante-geral, coronel Alessandro Borges, disse que “hoje é um dia especial, de festa para os bombeiros que recebe essa entrega realizada pelo Governo de Mato Grosso, que chega para reforçar nossa frota, dando mais eficiências aos trabalhos nas Unidades Regionais do CBM no Estado”.

Os caminhões auto tanque possuem capacidade para transportar 10 mil litros d’água e serão usados para combater aos incêndios nos três biomas de Mato Grosso. Uma parte desses veículos deve ficar em Cuiabá para atender a Região do Pantanal, outra deve ser encaminhada ao Araguaia para o Cerrado, e outra para a Amazônia. As unidades de resgates, adquiridas com recursos do Governo Federal, serão usadas para atender aos cidadãos em acidentes e outros tipos de emergências nos 141 municípios no Estado.

Dia do Patrono

A cerimônia alusiva ao Dia do Patrono é realizada anualmente pela corporação para homenagear Dom Pedro II, nascido em 02 de dezembro de 1825, regente do Brasil e criador da primeira instituição de combate a incêndios do país.

Além das entregas de viaturas, outro importante momento aguardado pelos familiares que estavam presentes na solenidade foi a promoção de 117 praças e oficiais, sendo dois coronéis, entre eles a primeira mulher do CBMMT.

A lista completa com todos os oficiais e praças promovidos será publicada no Diário Oficial do Governo de Mato Grosso.

Prestigiaram o evento, o secretário adjunto de Segurança Pública, Carlos George Davim, secretário Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda, o secretário adjunto de Esporte e Lazer, Jefferson Carvalho Neves, comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, os deputados da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, Xuxu Dal Molin, Elizeu Nascimento e Dr. Gimenzes, além de demais coronéis do CBMMT e familiares dos militares.

Carlos Celestino – Secom-MT

Comentários Facebook

Educação

Governo cita 100% da Educação vacinada e confirma volta às aulas em 3 de agosto

Publicado

Secretário de Estado de Educação, Alan Porto

O governador Mauro Mendes (DEM) e o secretário de Educação Alan Porto anunciaram, na manhã desta segunda-feira, 26, diversos investimentos para o retorno às aulas de forma híbrida no Estado a partir do próximo dia 3 de agosto. Ao todo foram gastos R$ 3,6 milhões para o retorno.

As aulas presenciais na rede estadual estão suspensas desde o dia 23 de março de 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus. “Vamos retomar as aulas no dia 3 agosto. Temos 100% das atividades econômicas funcionando em Mato Grosso e todos estamos trabalhando normalmente. Temos que manter todos os mecanismos de biossegurança e temos todas as condições de estabelecer isso nas nossas escolas”, afirmou o governador.

Segundo Alan Porto, as aulas poderão voltar de forma segura, pois 100% dos professores já foram vacinados com a primeira dose do imunizante contra a Covid-19. “Estamos levando em consideração os índices da pandemia, as medidas de segurança e a vacinação dos profissionais de Educação. Hoje, todos os profissionais já tomaram a primeira dose e a segunda deve ocorrer em agosto e setembro”, afirmou o secretário.

Segundo eles, foram investidos apenas com itens de biossegurança, como máscara facial, álcool em gel e materiais de limpeza e sanitização, o montante de R$ 3,6 milhões. Desde modo, serão distribuídas duas máscaras faciais de tecido para todos os alunos e professores da rede pública.

Ainda como medida de segurança, durante às aulas, as janelas deverão ficar abertas e o distanciamento de 1,5 m por aluno será mantido. O Governo ainda contratará 4,7 mil novos profissionais – técnicos e apoios.

Com Mídia News

Continue lendo

Cidades

Prepara o bolso: Aneel reajusta cobrança extra de energia em mais de 50%

Publicado

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 29, o reajuste na bandeira tarifária vermelha patamar 2 – cobrança adicional aplicada às contas de luz realizada quando aumenta o custo de produção de energia. A cobrança extra passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidos – alta de 52%.

Nesta segunda-feira, 28, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, fez um pronunciamento na televisão em que afirmou que o país passa por um momento de crise hídrica e pediu uso “consciente e responsável” de água e energia por parte da população. O Brasil vive a pior crise hídrica dos últimos 91 anos.

O reajuste contrariou a área técnica da agência, que recomendou uma alta de R$ 11,50 a cada 100 kWh consumidos, de forma a equilibrar a alta de custo da geração de energia.

O novo valor entra em vigor a partir de julho, conforme informou a Aneel na última semana. O último reajuste do sistema de bandeiras tarifárias foi feito em 2019.

Os diretores da Aneel também decidiram abrir uma consulta pública para discutir mudanças na metodologia de cálculo das bandeiras tarifárias. Por isso, as demais bandeiras (amarela e vermelha patamar 1) não foram reajustadas nesta terça, 29, e devem ganhar novos valores apenas em agosto.

Com G1

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana